<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    6 motivos para contratar um seguro de vida hoje

    dicas, dicas-seguro, dicas-para-poupar, educacao-financeira, dicas-para-investir

    Contratar um seguro de vida é algo que começa a ser levado a sério no país, em um momento em que o brasileiro parece começar a deixar de lado seu histórico espírito hedonista para pensar mais seriamente no futuro (seu e de sua família).

    Hoje você vai entender por que isso tem acontecido e, mais do que isso, por que o seguro de vida precisaestar entre suas aquisições deste ano.

    Você já pensou no futuro dos seus filhos hoje?

    Alguns fatos recentes têm despertado a consciência nacional para a importância de usar o presente para construir um futuro. Além da desestruturação familiar, a tragédia ocorrida com a queda do avião da Chapecoense, em novembro de 2016, levantou uma discussão que sempre vem à tona nessas situações: como ficarão as mais de 70 famílias desamparadas financeiramente (uma vez que, na maioria dos casos, os atletas eram os responsáveis pelo sustento da família)?

    Curioso lembrar que, um mês antes, esse assunto já foi discutido nos meios de comunicação por força de uma outra fatalidade. Outro trágico acidente, dessa vez, rodoviário, ganhou as manchetes dos jornais do Brasil, pelo fato de que, nesse caso, um casal foi vítima de um acidente letal na BR-174, deixando 3 filhos órfãos. Na ponta de ambas as tragédias, estão dezenas de crianças desprotegidas, cujo crescimento e provisão do sustento são verdadeiras incógnitas. Muitas situações, lamentavelmente, escapam à nossa capacidade de previsão.

    Por que contratar um seguro de vida?

    A incerteza de nossa conjuntura familiar no segundo seguinte justifica a necessidade de contratar um seguro de vida que, mais do que uma precaução, é um ato de responsabilidade para com nossos entes queridos e com nosso próprio futuro. Vamos ver alguns motivos para pensar seriamente sobre essa apólice.

    1. Proteção financeira aos dependentes familiares

    Você não deve contratar um seguro de vida pensando em morte. Você deve contratá-lo pensando em vida: na vida de seus filhos, esposa e demais entes queridos. A mais conhecida razão para ter uma apólice de seguro de vida é que ela assegura uma indenização aos beneficiários em caso de morte do segurado por causa natural ou acidental, exceto se esta for decorrente de riscos excluídos nas condições gerais (suicídio, por exemplo).

    Esse produto assegura que você conseguirá proteger quem você mais ama, ainda que a vida não lhe permita estar com eles em algum momento. Por mais desconfortável que seja pensar nisso, a partir da constatação de que essa possibilidade existe, é preciso considerá-la racionalmente.

    2. Garantia de qualidade de vida em caso de invalidez/doença grave/afastamento temporário

    O seguro de vida é extremamente comum em países desenvolvidos como os Estados Unidos, em que 60% da população possui apólices dessa natureza. No Brasil, apenas 12%, índice que começa a crescer sistematicamente já há alguns anos.

    Antigamente, muita da resistência ao produto seguro de vida se dava por aspectos culturais e crendices populares, uma vez que (por incrível que pareça), muita gente acreditava que ter um seguro desse tipo poderia atrair “mau agouro”. Outra questão é que havia uma ideia equivocada de que não se poderia usufruir do benefício em vida (e que, portanto, seria “dinheiro jogado fora”). Um equívoco (por desconhecimento do que é um seguro de vida) que já fez muita gente se arrepender, mas tardiamente, em momentos de fatalidade.

    Um dos principais benefícios do seguro de vida é o de garantir indenização em caso de invalidez total ou parcial causada por acidente, substituindo sua renda durante um determinado período. Incapacidade temporária e diagnóstico de doenças graves são outras situações que podem ser adicionadas na apólice, prevendo acionamento do seguro e o recebimento do valor contratado, sem burocracia, nessas situações. O problema é que, infelizmente, muitas pessoas não conhecem essa perspectiva do produto.

    Imagine o caso de um profissional liberal que, por razões de saúde, necessite afastar-se de suas atividades. Se ele foi precavido e se lembrou de contratar um seguro de vida com uma diária de R$ 500,00, ele acionará o seguro e receberá esse valor por até 365 dias. Fundamental, não?

    3. Reembolso de despesas médico-hospitalares e odontológicas

    Achou que isso era coisa apenas de seguro saúde, né? Pois bem, contratar um seguro de vida pode te dar até esse tipo de proteção. Você já deve estar percebendo que o rol de benefícios é bastante extenso, não? Nesse caso, caso o segurado sofra um acidente e precise ser hospitalizado, o seguro cobre todos os seus gastos (médico-hospitalares e odontológicos).

    4. Cobertura de despesas funerais

    Embora dê até arrepio falar sobre isso, é preciso ser pragmático e ponderar que a única certeza é o segundo que estamos vivendo agora. Mas é porque muita gente não gosta de pensar nessas situações, que muitas famílias se veem perdidas no momento de maior vulnerabilidade emocional de suas vidas, sem saber como agirem e de onde levantarem recursos quando uma tragédia como essa acontece. Quem contrata um seguro de vida garante, ao menos, que seus familiares não terão jamais que se preocupar com essas questões logísticas e financeiras em caso de fatalidade.

    A morte é um momento de extrema sensibilidade, em que a vida parece congelar; no entanto, as despesas continuam e é preciso que seus amados estejam devidamente protegidos contra esses “capítulos inesperados” de nossa existência.

    5. Indenização mais rápida aos seus familiares

    Está na hora de incorporar o seguro de vida como item básico do planejamento familiar, e não mais como um produto que você nunca vai usar. Você sabia, por exemplo que, em caso de morte do segurado, o seguro de vida garante proteção financeira mais rápida aos seus beneficiários, uma vez que o pagamento é feito independentemente do inventário ou da partilha judicial entre os herdeiros (algo que costuma levar bastante tempo)?

    6. Isenção de Imposto de renda

    Um dos poucos investimentos de longo prazo que ficam ilesos à mordida do Leão. Isso, por si só, já sinaliza o quanto ter um seguro de vida pode ser vantajoso à sua família.

    Quer saber mais sobre como contratar um seguro de vida? Entre em contato conosco e teremos o prazer em lhe apresentar outros detalhes e benefícios desse tipo de produto! Até breve!