<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Afinal, vale a pena comprar um imóvel na planta?

    Posted by Rodobens on Junho 2017

    Muitas pessoas consideram a possibilidade de comprar um imóvel na planta quando tomam a decisão de adquirir um imóvel próprio. Um dos principais motivos para que optem por essa modalidade de compra é o fato de o valor ser mais em conta do que no caso do imóvel novo, mas já pronto. No post de hoje, vamos apresentar algumas das principais características dessa modalidade de compra para ajudá-lo a decidir. Confira!


    Principais vantagens de comprar na planta

    Comprar um imóvel na planta tem lá suas vantagens — que, por sinal, podem ser muito boas comparadas à compra de um imóvel pronto. Veja agora mesmo algumas delas!

    Valor

    Como dissemos, esse é o ponto principal quando as pessoas decidem comprar um apartamento que ainda está na planta. Ao compararmos o valor de um imóvel pronto com um que ainda será construído, podemos perceber que quando ele ainda está na planta, os valores tendem a ser menores.

    Possibilidade de personalização

    Uma das grandes vantagens é conseguir adaptar o imóvel a seus gostos e necessidades. Você pode optar por colocar um piso diferente, bancadas, azulejos, entre outras inúmeras opções. Por outro lado, quando você compra um imóvel que já está pronto, caso você deseje fazer essas adaptações, é necessário fazer uma reforma, o que pode levar mais tempo e custar mais caro.

    Instalações modernas

    Ao comprar um apartamento na planta, você tem a certeza de que as instalações são novas e os produtos usados também. Isso, por si só, já é uma excelente vantagem. Em alguns casos, dependendo da construtora, você pode até possuir uma garantia de que seu imóvel não terá problemas com vazamentos ou instalações elétricas.

    Pontos a serem observados

    Assim como existem vantagens em comprar um imóvel na planta, existem também alguns pontos que devem ser observados para evitar dores de cabeça posteriores. Entre os principais, podemos citar que:

    • quando você realiza a compra do imóvel na planta, normalmente as construtoras solicitam que até 30% do valor do imóvel seja pago como entrada. Esse valor pode ser parcelado durante o período de construção, enquanto o restante pode ser financiado ou até mesmo quitado quando a entrega das chaves é realizada;

    • essas parcelas durante o período de construção sofrerão reajustes com base no Índice Nacional do Custo da Construção (INCC);

    • a entrega das chaves pode eventualmente atrasar. Mas não se preocupe! Existem alguns direitos que você pode requerer caso isso realmente aconteça.

    Cuidados ao comprar um imóvel na planta

    Pesquise o passado da construtora

    O primeiro cuidado que você precisa tomar ao comprar um imóvel na planta é pesquisar com cuidado o passado da construtora responsável pelo empreendimento. Embora a legislação brasileira proteja o consumidor, não é raro vermos clientes com problemas de atraso na entrega das chaves ou discordâncias quanto ao que foi adquirido.

    O lado bom dessa história é que essa verificação não é muito complicada de ser feita. A internet facilita bastante o processo e pode contribuir para que você tenha uma negociação mais tranquila. Faça buscas com o nome da empresa e veja se existem reclamações sobre a organização em fóruns e sites especializados.

    Conversar com pessoas que já fizeram negócios com a construtora também pode ser bem interessante. Veja se o memorial descritivo foi seguido fidedignamente, se os acabamentos são de boa qualidade e se houve algum problema sério no relacionamento. Consulte também a lista de reclamações no site do Procon.

    Fique atento aos documentos

    Ter atenção aos documentos é fundamental para a aquisição de qualquer empreendimento. E isso não é diferente quando pensamos em comprar um imóvel na planta! A empresa precisa seguir todos os trâmites legais para que o empreendimento residencial efetivamente saia do papel sem nenhum problema futuro para os clientes.

    Peça uma cópia do memorial de incorporação da obra, que é obrigatório para que a construção sequer comece. Esse memorial inclui um conjunto de 15 documentos, como a prova de propriedade do terreno, o projeto de construção aprovado pela prefeitura, o cálculo exato da área e a descrição dos materiais de acabamento.

    Visite a obra pessoalmente

    Pouca gente sabe, mas visitar a obra pessoalmente é uma possibilidade que as construtoras oferecem para seus clientes. Não caia na tentação de olhar apenas os estandes de vendas, as maquetes ou os panfletos de propaganda, pois nada substitui uma avaliação ao vivo, oportunidade para verificar tudo com seus próprios olhos. Sem esse cuidado, o sonho pode se transformar em pesadelo na hora da entrega das chaves!

    Uma boa volta pela vizinhança também ajuda a trazer informações importantes, como a infraestrutura do local, a qualidade do atendimento de serviços básicos (como energia e água), amplitude da rede comercial e também a média do IPTU ou das taxas de condomínio do bairro.

    Fique de olho na política de juros

    Outra atitude importante para quem deseja comprar um imóvel na planta é ficar de olho na política de juros praticada pela construtora. Um problema muito comum nesse tipo de empreendimento é a garantia de não pagar essa alíquota até a entrega das chaves. Depois disso, porém, pode haver uma mudança nessa realidade.

    Infelizmente, não é raro que a incorporadora passe a cobrar juros sobre todo o período financiado após a finalização da obra. A justiça brasileira considera essa prática irregular e você deve manter os olhos atentos. O mais recomendado é criar uma cláusula no contrato que determine a rescisão ou ao menos a devolução do dinheiro caso isso aconteça.

    Diante de tudo o que foi exposto, vimos que comprar um imóvel na planta realmente é um bom negócio se analisarmos algumas questões, como a necessidade e a pressa em adquirir o imóvel, o valor a ser pago, a disponibilidade de recursos e tempo para reformas e o desejo de possuir um imóvel que nunca foi habitado. Basicamente, uma série de questões deve ser avaliada de acordo com suas necessidades e seus desejos.

    Além disso, ainda é possível usar o consórcio para adquirir imóveis. Essa modalidade oferece a vantagem de não ter as altas taxas de juros cobradas pelos bancos e você pode escolher um crédito menor, com parcelas que caibam no seu bolso! Consulte sempre a administradora de consórcio no caso de aquisição do imóvel na planta usando carta de crédito, pois existem regras específicas para cada tipo de compra no consórcio de imóveis.

    E então, pronto para comprar um imóvel na planta? Gostou deste conteúdo? Então que tal seguir nossos perfis no Facebook, no Twitter, no YouTube, no LinkedIn, no Google+ e no Instagram?

     

    Consórcio, investimento seguro e programado para aquisição de bens e serviços.

    • Sem Juros
    • Diversos planos e créditos
    • Sem Taxa de Inscrição
    Simular
    Consórcio!
    New Call-to-action

    Newsletter

    Categorias

    todos
    guia de compra do seu primeiro imovel