<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Como declarar o consórcio no Imposto de renda

    Posted by Rodobens on Março 2016

    08.03_-_BLOG_e__FACE_-_Extra_Como-declarar-o-consrcio-no-IR.jpg

    O prazo para enviar a declaração do imposto de renda referente a 2016 à Receita Federal vai até o dia 29 de abril. É um período longo, mais de 28,5 milhões de declarações devem ser feitas até esta data, e a recomendação é não deixar essa tarefa para a última hora.

    A própria Receita Federal sugere que as informações sejam bem detalhadas, ou seja, quanto mais completa for a sua declaração, melhor! É por este motivo que, se você participa de um consórcio, precisa informar este tipo de investimento ao declarar suas movimentações financeiras ao órgão. Mais detalhes sobre isso podem ser encontrados aqui.

     

    DICAS PARA O PREENCHIMENTO


    • Os valores destinados ao consórcio são considerados uma espécie de bem, mesmo que você ainda não tenha sido contemplado com a carta de crédito. Seguindo esta interpretação, todas as parcelas pagas ao longo de 2015 devem ser declaradas na ficha “Bens e Direitos”, sob o código “95 – consórcio não contemplado”, na declaração de 2016.

     

    • Se você iniciou o seu consórcio em 2014, será necessário contabilizar tudo o que foi pago durante aquele ano. No processo de preenchimento da sua ficha, você verá o campo “Situação em 31/12/2014”. Ali, você deverá informar os valores pagos até o final do ano mencionado e, no campo "Situação em 31/12/2015", declare a soma dos valores pagos ao longo destes dois anos.

     

    • Lembre-se que, se o consórcio foi iniciado em 2014, a coluna “Situação em 31/12/2013” deve ser deixada em branco, sendo preenchidos apenas os campos de 2014 em diante.

     

    • A Receita Federal exige que seja informada a administradora de consórcio na qual você tem cotas. Para isso, no campo “Discriminação”, informe o nome e o número do CNPJ da empresa, a data de compra da sua cota, além do número do seu grupo, seguindo o modelo: Consórcio de xxxxx adquirido na Rodobens Consórcio, CNPJ, em xx/xx/xxxx, grupo xxxxx, cota xxxx, no valor de R$ xxx,xx. Foram pagas xx parcelas e ainda faltam xxx para pagar.

     

    • A administradora de consórcio envia, no início de cada ano, o informe anual do imposto de renda, com dados de Pessoa Jurídica (CNPJ) além daquelas referentes aos seus pagamentos.

     

    • Atenção! Se você declarar o consórcio não contemplado como dívida e o imóvel ou veículo automotor como bem, a Receita Federal pode entender que o carro ou casa foram comprados sem que o contribuinte tivesse recursos, interpretando que houve ocultação de fonte de renda e, portanto, você poderá cair na “malha fina”.

     

    • Somente declare o bem se realmente você o comprou com a carta de crédito do consórcio.

     

    Se você ainda ficou com alguma dúvida sobre este assunto, deixe um comentário abaixo para que possamos ajudar, ou procure o representante da Rodobens com quem você adquiriu a sua cota de consórcio. Para isso, você pode acessar o site e clicar no link “Encontre um Representante”, no menu superior.

     

    Nova chamada à ação

    Consórcio, investimento seguro e programado para aquisição de bens e serviços.

    • Sem Juros
    • Diversos planos e créditos
    • Sem Taxa de Inscrição
    Simular
    Consórcio!
    New Call-to-action

    Newsletter

    Categorias

    todos
    Como funciona o consórcio de imóveis