<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Comprar ou reformar: qual a melhor opção?

    dicas, reforma-construcao, educacao-financeira, imovel, conquista-sonhos, consorcio-imovel, consorcio-casa

    Na hora de comprar uma nova casa para a família ou um imóvel para investimento, sempre vem uma dúvida: será que vale mais a pena pagar mais caro por um bem novinho ou comprar mais barato e investir em uma reforma?

    Antes de tomar essa decisão, é preciso avaliar uma série de fatores — e é exatamente isso que faremos agora. Descubra se é melhor comprar ou reformar!

    Quando vale a pena comprar?

    As vantagens de comprar um imóvel novo são quase evidentes: uma nova estrutura, os materiais de construção mais adequados para o nosso tempo, um visual moderno, baixa manutenção… No entanto, toda essa comodidade tem o seu preço e não estamos falando só de valores.

    Sim, é preciso fazer um bom investimento para adquirir um imóvel novo. No entanto, existem algumas facilidades nesse sentido. É possível fazer um financiamento ou um consórcio, por exemplo. Embora o primeiro te dê acesso imediato ao imóvel, o segundo é livre de tanta burocracia e não tem taxas de juros.

    Outra vantagem do consórcio é que ele é uma poupança programada para um objetivo específico, permitindo um planejamento financeiro de longo prazo e taxas baixas e bem controláveis. Tudo isso de forma facilitada, sendo possível contar com esse tipo de serviço até de maneira 100% online! Assim, é possível escolher o imóvel dos seus sonhos, no bairro que você deseja e, ainda assim, não correr o risco de perder o controle e entrar no vermelho.

    Quando vale a pena reformar?

    Qualquer reforma dá trabalho: é preciso contratar o serviço de terceiros, contar com o planejamento de um arquiteto, pesquisar materiais de construção, acompanhar a obra… Mesmo assim, pode ser uma saída inteligente desde que os custos não sejam tão altos. Afinal, um imóvel reformado é sinônimo de valorização e é uma maneira de fazê-lo do jeito que sua família deseja. E para quem pensa em investimentos, é uma forma de comprar barato, investir um pouco e revender ou alugar com ganhos reais.

    Mas tudo isso só vale a pena se as contas fecharem. O ideal é que o valor da compra do imóvel somado à sua reforma não ultrapasse 80% do valor de revenda estimado. Por isso é tão importante fazer um bom planejamento e um pré-orçamento detalhado para colocar na balança se vale a pena comprar ou reformar.

    Também vale lembrar que é possível reformar a casa com a ajuda de um consórcio! Essa solução é relativamente recente, tendo sido autorizada pela legislação em 2009, mas é bem vantajoso, já que abre a possibilidade de planejamento em longo prazo, diluindo os custos das obras em pequenas parcelas. Vale ressaltar que a carta de crédito desse consórcio só pode ser utilizada para o pagamento de mão de obra, o que já é uma grande parcela dos custos da reforma, certo?

    Quer receber mais informações para decidir se vale a pena comprar ou reformar, planejar sua vida financeira e ir atrás do sonho da casa própria? Então assine nossa newsletter e fique por dentro!