<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Consumo consciente: o que é e por que seguir essa tendência?

    Posted by Rodobens on Agosto 2017

     

    Por dizer respeito a uma preocupação crescente das sociedades com a escassez de recursos naturais, o consumo consciente se tornou uma tendência muito presente nos dias atuais. E não é só a sociedade que se beneficia com isso, mas também o bolso, já que ajuda a ter equilíbrio financeiro.

    Para saber mais sobre os impactos positivos dessa prática e aprender a colocá-la em ação, não perca nosso post de hoje! Pronto para repensar muitos hábitos da sua vida? Então vamos lá!

    Significado do consumo consciente

    Basicamente, é o contrário de um estilo de vida que valoriza o supérfluo, o excesso e o desnecessário. Assim, em vez de comprar novos bens só para satisfazer suas vontades, o consumo consciente foca no que é realmente necessário.

    O consumo consciente envolve não apenas deixar de comprar, mas escolher com cuidado o que está sendo adquirido, verificando se é benéfico para o meio ambiente, para si mesmo e se contribui para a sustentabilidade da sociedade.

    Impactos positivos para o meio ambiente

    Acredite você ou não, é fato: especialistas afirmam que a humanidade consome 170% dos recursos que o planeta é capaz de produzir. Seriam necessários, portanto, quase 2 planetas para repor tudo o que retiramos do meio ambiente. Pois o consumo consciente se preocupa com isso.

    Ao usar apenas o que é estritamente preciso e escolher o que menos impacta a natureza, os prejuízos sobre o meio ambiente são reduzidos. E não é só o controle da quantidade que ajuda nesse ponto, viu? Substituir os produtos comuns por outros recicláveis, ecologicamente responsáveis, pode ser a chave para consumir menos e melhor.

    Benefícios do consumo consciente

    Não vá pensando que só a natureza e a sociedade se beneficiam dessa escolha. Você também sai ganhando! Ao fugir das compras por impulso, avaliando do que precisa e que alternativa atende melhor a suas necessidades, você se livra do consumismo e do endividamento excessivo. Assim, tem equilíbrio e segurança financeira.

    Consumir de forma consciente envolve pensar e planejar. Pense: do que você precisa? Quando vai conquistar isso? Se você, por exemplo, usa seu dinheiro para fazer um empréstimo e compra imediatamente algum bem, gasta mais do que deveria e, consequentemente, tem que trabalhar mais e consumir mais recursos para se manter.

    Por outro lado, investindo seus recursos e adquirindo novos bens de forma planejada, seu dinheiro rende juros, multiplicando-se. Nesse caso, sua economia é extremamente positiva.

    Princípios desse hábito positivo

    Vamos à prática? Para levar a cabo essa ideia do consumo consciente, baseie suas escolhas nos 9 importantes princípios que listamos a partir de agora!

    1. Faça compras planejadas

    Ao fazer listas de compras e programar cada nova aquisição, você age de forma econômica, não gastando mais do que deveria nem adquirindo produtos sem necessidade.

    2. Pense nos impactos do consumo

    Antes de comprar algo, pense: isso afeta o meio ambiente? Existe uma alternativa mais eco-friendly que essa? Pesar o quanto algo é positivo ou negativo ajuda a tomar melhores decisões.

    3. Reutilize produtos e embalagens

    Se for possível, use produtos e embalagens de forma alternativa, minimizando o lixo no planeta. Garrafas de plástico, por exemplo, demoram mais de 500 anos para se degradar. Que tal reutilizá-las em seu jardim ou doar para empresas de reciclagem?

    4. Separe o lixo

    Ao separar o lixo reciclável, você permite que terceiros o reutilizem e, indiretamente, gera benefícios à natureza.

    5. Use o crédito de forma consciente

    Estourar os limites do cartão de crédito e do cheque especial deixa você endividado e ainda favorece o consumismo e as atitudes impulsivas. Então evite contrair dívidas, invista seu dinheiro e se planeje sempre!

    6. Valorize a responsabilidade social

    Dê preferência a empresas que atuam com responsabilidade social e se preocupem com o meio ambiente.

    7. Confira a origem dos produtos

    Produtos piratas e contrabandeados estão na contramão do consumo consciente, pois ferem todas as leis e normas de preservação do ambiente e não contribuem para a sociedade.

    8. Reduza o consumo de energia e água

    Comece em casa: apague luzes, feche torneiras e não desperdice os preciosos recursos que o planeta oferece.

    9. Divulgue o consumo consciente

    Passe a ideia adiante e ajude outras pessoas a entenderem a importância desse conceito!

    E que tal começar a difundir o consumo consciente agora mesmo? Compartilhe este post em suas redes sociais e troque boas ideias com seus amigos!

     
     

    Consórcio, investimento seguro e programado para aquisição de bens e serviços.

    • Sem Juros
    • Diversos planos e créditos
    • Sem Taxa de Inscrição
    Simular
    Consórcio!
    New Call-to-action

    Newsletter

    Categorias

    todos
    guia de compra do seu primeiro imovel