<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Entenda como funcionam os grupos de consórcio

    dicas, dicas-para-poupar, educacao-financeira, dicas-consorcio, dicas-para-investir

    52939-entenda-como-funcionam-os-grupos-de-consorcio.jpg

    Em setembro deste ano, a Associação Brasileira de Administradoras de Consórcios (ABAC) registrou o melhor resultado de venda de novas cotas para grupos da modalidade: foram 186 mil adesões. Mas você por acaso sabe o que são os grupos de consórcio, quais são as vantagens e desvantagens de participar desse sistema de compra e o que acontece caso um consorciado queira sair no meio do caminho? Pois descubra tudo isso (e mais) agora mesmo, acompanhando nosso post do dia!

    O que é o consórcio?

    O consórcio é uma modalidade de compra que reúne pessoas com o mesmo interesse: adquirir um determinado bem ou serviço. A ideia é essa mesmo: poupar em grupo. Atualmente, o sistema é muito usado para a compra de imóveis, automóveis (carros e motos), além de serviços (grandes festas e comemorações, viagens, reforma do imóvel, educação, saúde e estética).

    Nos grupos, os consorciados contribuem com parcelas mensais por um prazo determinado em contrato — normalmente menor que nos financiamentos convencionais, já que não há cobrança de juros. Eventualmente, todos os participantes serão contemplados com uma carta de crédito (seja por lance ou sorteio) no valor estabelecido lá atrás, no momento da contratação. É um investimento seguro e flexível, que permite escolher a melhor opção para seu orçamento, além de uma forma econômica de realizar seus sonhos.

    Como entrar para um grupo de consórcio?

    Existem 2 formas de entrada nos grupos de consórcio: você pode aderir a um grupo novo, que ainda está sendo criado, ou a um grupo que já está em andamento. Antes de efetivamente escolher por um ou outro, porém, é preciso avaliar as condições de cada alternativa.

    Em construção

    A maioria dos consorciados prefere comprar cotas de um grupo inicial. Nesse caso, a melhor opção é entrar quando administradora ainda está reunindo as pessoas interessadas em comprar o mesmo bem ou serviço, momento em que nem a primeira assembleia com o grupo ainda foi feita. Nesse cenário, fica mais fácil conseguir informações mais específicas e se organizar melhor para os pagamentos.

    Em andamento

    Como já adiantamos, há ainda a possibilidade de entrar em um grupo de consórcio já constituído pela administradora, em pleno andamento. Nesse caso, considerando que algumas assembleias já aconteceram, você terá que partir em busca de informações detalhadas envolvendo o processo.

    São também 2 as opções de entrada em um grupo já formado: por uma cota vaga ou de reposição e pela cota de um terceiro. A primeira é comprada diretamente com a administradora, referindo-se a uma cota que ainda não foi vendida e está disponível ou à cota de algum consorciado que saiu do grupo. Nesse caso, é preciso quitar o mesmo número de prestações pagas pelos demais participantes.

    No caso da transferência, o processo deve ser autorizado pela administradora. Tendo interesse nessa adesão, portanto, você deve entrar em contato com o interessado na venda da cota e com a administradora responsável, assumindo integralmente os direitos e as obrigações contratuais.

    Independentemente da maneira escolhida para entrar em um grupo de consórcio, é importante consultar o site do Banco Central ou a página da ABAC para verificar quais administradoras são autorizadas a operar e possuem credibilidade no mercado.

    E se você quiser sair?

    Você pode deixar o grupo de consórcio avisando a administradora ou simplesmente deixando de pagar as mensalidades. Na primeira alternativa, a administradora exclui o consorciado assim que toma conhecimento do aviso, sendo que ele continua participando dos sorteios para restituir os valores já pagos. Na segunda opção, o consorciado fica como inadimplente pelo período que consta no contrato e não participa mais dos sorteios até que seja definitivamente excluído.

    Vem pensando em meios para melhorar a qualidade de vida da sua família? Então saiba: optar por grupos de consórcio pode facilitar bastante o caminho. No caso dos imóveis, com a altíssima taxa de juros dos financiamentos, usar um consórcio é a saída para economizar. Com parcelas diluídas, esse sistema ainda facilita o planejamento financeiro e ajuda na autodisciplina. Não parece ideal?

    Por último, se quer saber mais sobre os grupos de consórcio, não deixe de assinar a nossa newsletter agora mesmo! Assim você recebe as melhores dicas do mercado diretamente em sua caixa de entrada!