<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Conheça o valor cobrado por diferentes multas de trânsito

    dicas, cuidados-veiculos, cuidados-automoveis, veiculos, cuidados-carro

    Você talvez ainda não saiba, mas os valores das multas de trânsito foram reajustados no Brasil. As quantias das penas tiveram aumentos de mais de 50%. Além disso, algumas infrações passaram a ser punidas de forma mais grave, como dirigir com celular ao volante.

    As mudanças foram trazidas pela Lei nº 13.281/2016, que alterou vários artigos do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Os novos valores começaram a valer a partir de 1º de novembro de 2016.

    Confira, a seguir, quais são as categorias de infrações previstas no CTB e quanto custam as respectivas multas.

    Tipos de infrações

    Você já ouviu falar nos tipos de infrações de trânsito? O artigo 258 do CTB (Lei nº 9.503/1997) prevê quatro categorias de infrações, as quais são punidas com multa, de acordo com a gravidade da ocorrência. As categorias são as seguintes:

    • infração de natureza leve;
    • infração de natureza média;
    • infração de natureza grave;
    • infração de natureza gravíssima.

    Além disso, o motorista que comete algum tipo de infração perde pontos na carteira, conforme a natureza do ato:

    • leve (três pontos);
    • média (quatro pontos);
    • grave (cinco pontos);
    • gravíssima (sete pontos).

    Para você ter uma ideia, estacionar o carro afastado do meio-fio da calçada, de cinquenta centímetros a um metro, é uma infração leve. Já parar o veículo em viadutos, pontes e túneis é uma infração média. Dirigir com o farol desregulado é uma falta grave, enquanto falsificar documento de habilitação é falta gravíssima.

    Antigos e novos valores das multas de trânsito

    Segundo o Governo Federal, o reajuste dos valores das multas de trânsito ocorreu após quinze anos sem mudanças nos valores. Para o Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), a medida tem objetivo educativo, já que as quantias anteriores tinham perdido significância financeira ao longo do tempo.

    Confira, em seguida, os antigos e os novos valores, além dos aumentos percentuais.

    Infração Leve

    • Antes: R$ 53,20.
    • Agora: R$ 88,38.
    • Aumento: 66%.

    Infração Média

    • Antes: R$ 85,13.
    • Agora: R$ 130,16.
    • Aumento: 53%

    Infração Grave

    • Antes: R$ 127,69.
    • Agora: R$ 195,23.
    • Aumento: 53%.

    Infração Gravíssima

    • Antes: R$ 191,54.
    • Agora: R$ 293,47.
    • Aumento: 53%.

    Vale lembrar que, conforme o tipo de infração previsto no Código de Trânsito Brasileiro, pode haver um fator de multiplicação sobre o valor da multa.

    Aumento de algumas penas

    Além dos novos valores das multas de trânsito, a Lei nº 13.281/2016 também alterou a forma de punição de algumas infrações. Antes, o ato de dirigir com o celular ao volante era considerado uma infração média, mas agora se tornou uma falta gravíssima.

    Mais uma penalidade agravada foi a dada para quem dirige embriagado. Nesse caso, a infração continua gravíssima, mas o valor da multa passou a ser multiplicado por dez e não mais por cinco, como antes. Sem contar que agora essa multa pode ser dada em dobro, caso haja reincidência do comportamento no período de doze meses. Portanto, nessa situação a multa chegaria a R$ 5.869,40.

    Quer receber os próximos conteúdos da Rodobens? Então, siga-nos nas redes sociais e não perca as novidades! Estamos no Facebook, no YouTube, no LinkedIn, no Google Plus, no Instagram e no Twitter.