<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Planejamento financeiro: como juntar dinheiro durante a crise?

    Posted by Rodobens on Novembro 2016

    planejamento financeiro como juntar dinheiro durante a crise.jpg

    Muito mais que números e planilhas, planejamento financeiro tem a ver com comportamento. E o tema ganha ainda mais relevância em tempos de crise, com a inflação subindo e o PIB caindo. Então guarde desde já: educação financeira diz respeito a uma mudança de hábito em relação ao uso e à administração dos recursos.

    Com as contas de água, luz, escola, impostos e alimentação chegando sem parar, rapidamente o dinheiro se vai. Nesse contexto, se o mês termina no azul já é quase lucro, não é mesmo? Mas não precisa ser assim! Sabia que é sim possível juntar dinheiro mesmo durante a crise? Acompanhe este post e descubra como!

    O que é planejamento financeiro?

    Como explica Sandro da Costa Mattos, educador financeiro pela DSOP e criador do blog Prosperidade Pessoal e Financeira, o planejamento financeiro pode ser definido como o ato de organizar, se antecipar e controlar o dinheiro de forma minuciosa, visando evitar problemas como a inadimplência — que hoje atinge um índice alarmante.

    Além disso, ainda é o caminho que permite a realização dos seus sonhos, sejam eles de curto, médio ou longo prazos. Quer conquistar a tão desejada independência financeira ou comprar a casa própria? Aí está a solução!

    Como fazer para economizar?

    Em tempos de recessão, em que os rendimentos mensais muitas vezes não conseguem acompanhar a inflação, é de extrema importância que todos saibam que uma das melhores formas de guardar dinheiro é economizando. Acha muito difícil? Pois continue acompanhando para entender como é mais que possível!

    Monitore

    Coloque todos os seus gastos no papel. Comece pelos mais altos e fixos, descrevendo-os individualmente. E nada de colocar apenas fatura de cartão com o valor, ok? É preciso incluir detalhes para conseguir fazer uma boa análise depois.

    Identifique

    Com as despesas devidamente listadas, você conseguirá identificar para onde seu dinheiro está indo e em que pontos você não só pode como deve economizar.

    Controle

    Com o tempo, você vai se acostumando a controlar seus gastos diários. E é preciso anotar absolutamente tudo, desde a parcela do carro até o cafezinho na padaria.

    Organize

    Colocando tudo isso em uma tabela, fica muito mais fácil identificar o dinheiro que entra e o que sai. Para os que curtem tecnologia, toda sua vida financeira pode estar na palma da sua mão, por meio de aplicativos de planejamento financeiro. Pesquise o que mais se adapta às suas necessidades e baixe agora mesmo!

    Aja

    Naturalmente, existem períodos de alta e de baixa em nossas vidas. E é claro que o ideal é aproveitarmos os momentos de alta para iniciar o planejamento. Fazer uma reserva para emergências, guardar um valor para os estudos, se planejar para a compra de um imóvel ou de um automóvel.

    Calcule

    Quando decidir quanto de dinheiro quer juntar, determine também em quanto tempo você quer alcançar esse resultado e quanto isso custará por mês. Aí basta dividir o total pela quantidade de meses para saber exatamente o montante a ser poupado a cada novo contracheque.

    Acalme

    Temos o costume de superestimar metas para 1 ano e de subestimar metas para 10 anos. Mas você deve entender que seu crescimento financeiro acontecerá gradativamente. E apesar de a ideia de ganhar na loteria ser muito boa, a probabilidade de efetivamente acontecer é muito pequena.

    Preveja

    Em momentos de crise, infelizmente é comum que pessoas percam seus empregos ou tenham seus recursos diminuídos devido à retração da economia. Também para isso é que servem os recursos de emergência. Se isso acontecer com você, reveja seus gastos pessoais e corte o que não é tão necessário. “Analise a fatura do cartão, as taxas do banco, o valor gasto com refeições fora de casa, renegocie a escola dos filhos e passe por essa fase com um pouco mais de tranquilidade”, recomenda a coach Vivian Faria de Sant’Anna.

    É possível ajustar os detalhes no dia a dia?

    Ao contrário do que muita gente pode pensar, é sim possível economizar bastante por mês com pequenos ajustes no orçamento doméstico. Quer ver?

    Energia

    Não deixe lâmpadas acesas quando o cômodo estiver vazio e troque as lâmpadas comuns pelo modelo de LED, que são mais econômicas e duradouras. Você também pode fazer um esforço para diminuir o tempo no chuveiro elétrico e para não ficar abrindo a geladeira toda hora. Uma outra ótima pedida é acumular as roupas para que sejam lavadas e passadas de uma só vez.

    Telefonia

    Consulte os preços das empresas concorrentes e entre em contato com sua operadora. Se perceber que não usa o plano contratado em sua totalidade, troque por um plano mais barato e pechinche sempre. Lembre-se de que, com a possibilidade de mudança por meio da portabilidade, o mercado se abriu bastante. Nesse cenário, nenhuma operadora quer perder um cliente — especialmente se ele paga em dia.

    Supermercado

    Faça uma lista do que você realmente precisa e siga à risca. Alimente-se antes de sair de casa, pois a fome costuma fazer com que você coloque mais do que o necessário no carrinho. Além do mais, evite levar as crianças para o supermercado e confira os produtos em promoção, tomando cuidado para não comprar mais do que precisa só porque está uma pechincha.

    Lazer

    Substitua passeios pagos pelas diversas oportunidades gratuitas (ou muito mais baratas) que sua cidade certamente proporciona. Você pode descobrir um mundo completamente novo indo aos parques públicos e museus da cidade, bem como frequentando festas promovidas por entidades de classe, por exemplo.

    E para fazer grandes investimentos?

    Para a pessoa adquirir um bem como uma casa, o ideal é que se programe para isso, planejando com antecedência e de acordo com sua capacidade financeira. O consórcio pode ser uma ótima alternativa, pois obriga o comprador a fazer uma poupança programada, evita as despesas com juros e os custos administrativos são diluídos ao longo do contrato”, acredita Marcus Cordeiro, sócio-diretor da consultoria ba}STOCKLER.

    É fato: comprar um carro ou uma casa está entre os maiores desejos dos brasileiros. Mas muitos acabam se complicando financeiramente porque, agindo pelo impulso, compram um veículo ou um imóvel sem analisar se essa despesa realmente cabe dentro do seu orçamento mensal.

    Se a pessoa não tem pressa, uma opção muito interessante é o consórcio. Nele, um grupo de pessoas paga valores mensais à administradora e, quando um determinado valor é atingido, os consorciados participam de sorteios, em que finalmente poderão ser donos do bem”, explica Mattos. O consórcio  é uma excelente escolha para quem precisa ter um compromisso de pagamento mensal para conseguir economizar.

    E não se esqueça: para acompanhar todas as novidades sobre finanças, investimentos e consórcios, curta já a nossa página no Facebook! Você também pode nos seguir no Instagram e noTwitter!

    Nova chamada à ação

    Consórcio, investimento seguro e programado para aquisição de bens e serviços.

    • Sem Juros
    • Diversos planos e créditos
    • Sem Taxa de Inscrição
    Simular
    Consórcio!
    New Call-to-action

    Newsletter

    Categorias

    todos
    guia de compra do seu primeiro imovel