<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Planejamento financeiro para casamento: qual deve ser a prioridade?

    Posted by Rodobens on Junho 2017

    Encontrou a pessoa dos sonhos e decidiu se unir a ela? Então você precisa saber que contar com um bom planejamento financeiro para casamento é a melhor forma de conquistar tudo o que vocês sempre imaginaram! Da casa própria a viagens pelas mais lindas paisagens do mundo: tudo é possível, desde que você saiba o que priorizar e como levar adiante cada empreitada. Pronto para colocar ordem nas finanças antes de se casar? Confira nossas dicas!

    Festa de casamento

    A festa de casamento geralmente é a primeira preocupação de quem decide se casar, não é mesmo? Lista de convidados, decoração, igreja, buffet, música, acomodações para quem vem de fora, vestido de noiva, baile: é uma verdadeira infinidade de detalhes que só compete aos noivos decidir. O problema é que tudo isso custa dinheiro.

    Por essas e outras, é simplesmente essencial ter um planejamento financeiro para casamento que contemple um bom período, começando desde o início da vida a 2. Nesse momento, você pode estipular um orçamento máximo para a festa e pesquisar bastante para conseguir os melhores preços. Esses cuidados já podem gerar uma boa economia nos meses que antecedem a grande data.

    Lua de mel

    A segunda grande decisão dos casais apaixonados costuma envolver a lua de mel. Normalmente, o pensamento corre para imaginar uma grande viagem, com paisagens paradisíacas, algo realmente inusitado. Nesse quesito, é possível ir do 8 ao 80 em um piscar de olhos, com orçamentos dos mais modestos aos caríssimos. E esse cenário exige bom senso do casal para não gastar todas as economias de uma única vez.

    Considerando que a lua de mel não é a maior prioridade dessa fase, vale procurar por pacotes promocionais, conversar com agências de viagem ou criar seu próprio roteiro. Se for para economizar, que seja com você escolhendo os melhores lugares a visitar, não é mesmo? Determinar um orçamento diário para os gastos da lua de mel também é uma boa forma de manter seu planejamento financeiro para casamento dentro dos limites do possível.

    Carro da família

    Um carro para dividir ou 2 carros para manter a independência? Essa também é uma questão a ser pensada no momento de fazer o planejamento financeiro para casamento. Na prática, 2 carros significam gastos em dobro com combustível, seguro, IPVA, licenciamento, manutenção e assim por diante. No entanto, é preciso lembrar que são bens duráveis, servindo aos proprietários por um longo tempo.

    Desde que mantenha as manutenções em dia tome os devidos cuidados, um carro pode durar 10 anos com tranquilidade. Além disso, caso queira trocar de carro em algum momento, esse bem pode servir como complemento de valor da sua carta de crédito para a compra de um veículo mais caro. Muitas vezes, é preferível economizar na festa de casamento e na lua de mel, que são momentos passageiros, para ter um benefício que afetará toda a família por muito tempo.

    Casa própria

    Já dizia o velho ditado: quem casa quer casa. E se você quer ter uma casa própria logo, o melhor é investir em um planejamento financeiro para casamento agora mesmo! Já podemos adiantar que o sonho do imóvel próprio pode ser alcançado de várias formas, sendo que o consórcio e o financiamento são as opções mais buscadas.

    Se você tem tempo para esperar, o consórcio definitivamente é a melhor opção, já que os juros pagos nem se comparam aos dos financiamentos imobiliários. Você pode optar por contar com a sorte e com seu planejamento financeiro para guardar um pouco a mais do que as parcelas todos os meses ou dar lances para tentar uma contemplação antecipada.

    Está prestes a se casar e não quer se preocupar com aluguel, deseja poder reformar a casa para deixá-la a seu gosto e ainda ter um bem que só valoriza com o tempo? Pois o nome desse conjunto de benefícios se chama casa própria!

    Chegada dos filhos

    Quantos casais esquecem de planejar a chegada dos herdeiros e, quando veem, não sobrou dinheiro para os preparativos? Ninguém ousa duvidar do fato de que ter filhos é uma enorme responsabilidade. Sabendo disso, estar preparado para essa mudança de vida é simplesmente fundamental.

    Fazer uma poupança ou investir em uma aplicação que vá rendendo juros até que o casal esteja oficialmente grávido pode economizar sérias dores de cabeça, sabia? Afinal, quando temos recursos para atender a necessidades como essas, tudo flui tranquilamente. Por outro lado, se a mudança não é esperada, acabamos nos frustrando e, assim, perdendo a melhor parte: a expectativa da chegada dos filhos.

    Aplicação de segurança

    A vida do casal pode se ver abalada pela demissão de um dos cônjuges, a falta de dinheiro para honrar os compromissos assumidos ou até por uma crise de saúde, por exemplo. Levando esse tipo de situação em conta é que, na hora de fazer o planejamento financeiro para casamento, você deve pensar em um caixa emergencial, uma aplicação que fique lá, teoricamente esquecida, só rentabilizando enquanto não surge nenhum problema.

    Nesse contexto, quando uma barreira surgir, não será preciso se preocupar, pois vocês estarão amparados para enfrentar qualquer dificuldade financeira. Na juventude, pensar nesse tipo de acontecimento pode parecer um pouco contraditório. No entanto, o fato é que estamos todos sujeitos aos imprevistos da vida, saindo-se melhor aquele que está pronto para encarar qualquer situação.

    Preocupação com a aposentadoria

    Por mais que agora essa possa parecer uma cena longínqua, a verdade é que eventualmente chegará o momento em que vocês vão querer deixar de trabalhar para curtir um pouco mais a vida. Assim, estar preparado para esse dia também é fundamental, devendo ser uma escolha do casal desde o início da vida a 2.

    Fazer uma previdência privada, investir em uma aplicação ou em um consórcio para comprar outro imóvel, por exemplo, são boas formas de guardar dinheiro. No caso do consórcio, o segundo imóvel pode ser alugado, tornando-se uma fonte de renda permanente para vocês.

    Uma casa de praia ou uma chácara também são escolhas de investimentos bem interessantes para quem já está com a vida organizada. Sair do agito da cidade e passar os finais de semana em um local mais tranquilo ou realmente se mudar depois da aposentadoria são sonhos que rondam a cabeça de muita gente.

    Mas e então, pronto para priorizar seus sonhos? Para ficar por dentro de mais dicas sobre o assunto, siga nossos perfis nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Twitter, no LinkedIn, no Google+ e no Instagram!

     
     

    Consórcio, investimento seguro e programado para aquisição de bens e serviços.

    • Sem Juros
    • Diversos planos e créditos
    • Sem Taxa de Inscrição
    Simular
    Consórcio!
    New Call-to-action

    Newsletter

    Categorias

    todos
    Como funciona o consórcio de imóveis