<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Conheça as 5 melhores práticas da manutenção de frotas

    Posted by Rodobens on Outubro 2017

     

    A frota de caminhões é ponto-chave da logística de qualquer empresa. E isso é especialmente verdade no contexto brasileiro, em que o uso de rodovias é praticamente compulsório. Como você sabe, o investimento em bons veículos não é nada modesto. Para preservar o patrimônio da empresa, portanto, é preciso muito cuidado. Além do mais, a própria segurança dos colaboradores está em jogo. E com esse assunto não se brinca!

    Pensando em tudo isso, resolvemos listar as melhores práticas para a manutenção de frotas. Confira agora mesmo e monte sua checklist!

    1. Passe pelas 3 manutenções

    A manutenção garante a durabilidade dos caminhões, a segurança das cargas e dos passageiros. Para ser eficiente, no entanto, ela precisa se desdobrar em 3 modalidades, que são:

    1. corretiva: a manutenção corretiva é aquela realizada após a detecção de um problema ou acidente — o clássico conserto;

    2. preventiva: a manutenção preventiva busca diminuir riscos de quebras e acidentes, sendo geralmente feita nas revisões periódicas de cada veículo;

    3. preditiva: a manutenção preditiva usa equipamentos tecnológicos para monitorar em tempo real o desgastes das peças do veículo, tornando a detecção de problemas mais rápida e barata, já que não é preciso realizar nenhum desmonte para encontrar uma falha específica.

    2. Gerencie pneus e combustível

    A manutenção de frotas corporativas não pode negligenciar 2 fatores-chave: pneus e combustível. Nesse sentido, mais que apostar no olho ou no puro feeling, crie um banco de dados com informações sobre a data de trocas dos jogos de pneus e o consumo de cada viagem, detalhado por motorista e caminhão.

    Com todos esses dados em mãos, fica muito mais fácil descobrir se o consumo de gasolina ou diesel vem sendo razoável e se há um desgaste excessivo nos pneus, o que pode significar problemas em todo o veículo — como no alinhamento.

    3. Procure otimizar as rotas

    Grande parte dos problemas com as frotas pode ser amenizado antes mesmo de se colocar o pé na estrada. Estamos falando do planejamento das rotas. É importante que os setores de vendas e estoque sejam integrados para definir caminhões mais eficientes para cada motorista, concentrando o maior número possível de entregas em um único caminho. O resultado é visto em forma de custos mais baixos e entregas mais rápidas.

    4. Escute os motoristas

    Na prática, ninguém conhece mais os caminhões que os próprios motoristas. Exatamente por isso, é importantíssimo abrir o caminho para receber seus feedbacks sobre as condições de cada veículo.

    O caminhoneiro pode detectar barulhos anormais ou sentir dificuldades no controle do veículo que nenhuma máquina ainda pode fazer. Além disso, os motoristas também podem sugerir rotas mais eficientes, alertar sobre as condições das estradas e fazer apontamentos sobre itens que podem passar despercebidos — como problemas no estofado ou com a refrigeração.

    5. Invista em segurança

    É bem comum que toda a manutenção da frota seja terceirizada. Isso, em si, não é um grande problema. No entanto, o ideal mesmo é contar com uma equipe interna que consiga realizar processos mais simples de maneira rápida e sem custos adicionais. Também é importante contar com um pequeno estoque de peças para reposição, garantindo a troca rápida quando necessário.

    Mas não entenda errado: você não precisa ter uma oficina complexa e custosa em cada unidade. O que deve providenciar é um estoque mínimo de determinadas peças, como pneus, correias dentadas e óleo de motor, para agilizar a manutenção e devolver logo o caminhão para o asfalto com segurança.

    Por fim, não se esqueça de fazer treinamentos rotineiros abordando a direção defensiva. Com isso, além de garantir a segurança dos motoristas, você também ajuda a diminuir o desgaste dos caminhões! Para saber mais sobre o assunto, baixe nosso e-book e conheça 4 passos para reduzir acidentes e infrações!

     

    Consórcio, investimento seguro e programado para aquisição de bens e serviços.

    • Sem Juros
    • Diversos planos e créditos
    • Sem Taxa de Inscrição
    Simular
    Consórcio!
    New Call-to-action

    Newsletter

    Categorias

    todos
    guia de compra do seu primeiro imovel