<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Saiba o que reformar em sua casa para a chegada de um filho

    dicas, reforma-construcao, dicas-para-poupar, educacao-financeira, imovel, conquista-sonhos

    59835-saiba-o-que-reformar-em-sua-casa-para-a-chegada-de-um-filho.jpg

    Por mais que a chegada de um filho traga muitas alegrias, é um acontecimento que vem acompanhado de mudanças, alterando a vida de qualquer família. Pode acreditar: uma criança é mais que capaz de transformar completamente a rotina de uma casa! Por isso, é preciso preparar não só o coração e a mente, mas também o lar para receber o novo morador. E olha que não estamos falando apenas de organizar e decorar o quartinho do bebê! Essa adaptação vai muito além.

    A partir do momento em que recebem as boas novas, os pais já começam a planejar o futuro pensando na chegada do bebê. No caso dos papais e mamães de primeira viagem, a expectativa e a ansiedade tendem a ser ainda maiores. Independentemente de serem novatos ou experientes, a verdade para os pais é uma só: tudo muda quando um filho chega.

    Por vezes, é preciso fazer adaptações nos ambientes, reformar ou ampliar a casa. Em outros casos, pode ser preciso até mudar de endereço. De uma forma ou de outra, é preciso planejar cuidadosamente, com o máximo de detalhes, para que a espera do bebê seja tranquila e produtiva, de preferência sem impactar negativamente o orçamento familiar. Para ajudá-lo nessa missão desafiadora, preparamos aqui uma listinha com itens a serem reformados na residência para a chegada de um filho. Veja só!

    Prepare o quarto do bebê

    Como os imóveis modernos estão cada vez menores, nem sempre contam com muitos dormitórios disponíveis. Mas há solução! Se sua casa ou seu apartamento é compacto, uma alternativa interessante é eleger outro ambiente para funcionar como cantinho do bebê. Que tal transformar o quarto de visitas ou o escritório no quarto do seu filho? Componha o espaço com berço, trocador, cômoda, poltrona de amamentação e armário, pinte o ambiente com cores suaves e decore como achar melhor para recepcionar o pequeno com conforto e bom gosto. Se for preciso (e possível), que tal uma expansão?

    Repare as instalações elétrica e hidráulica

    O que as partes elétrica e hidráulica de uma casa têm a ver com a chegada de um bebê? Acredite ou não, absolutamente tudo! Nessa fase inicial, é preciso, por exemplo, fazer reparos em infiltrações para impedir que um eventual cheiro de mofo provoque alergias e doenças respiratórias na criança. A iluminação dos ambientes também é essencial, assim como a segurança das instalações elétricas. Afinal, fiações antigas ou aparentes podem trazer riscos para os pequenos.

    Pense na segurança da casa

    Por falar em segurança, essa deve ser uma das principais preocupações dos pais na hora da reforma. No começo, quando o bebê ainda não anda, a vida é mais fácil. Nesse período, o quesito segurança se restringe a adquirir um berço antirrefluxo, evitar brinquedos e peças de decoração que possam provocar engasgos, optar por itens hipoalergênicos, excluir almofadas e acessórios que possam causar sufocamento, além de investir em equipamentos de auxílio, como a babá eletrônica.

    À medida em que o bebê cresce, porém, outras medidas de segurança devem ser tomadas. Essa é a fase de instalação de telas protetoras em janelas, de providenciar corrimão e guarda-corpo em escadas e varandas, de tirar objetos cortantes do alcance da criança, de afastar das janelas aqueles móveis que podem ser escalados, de colocar protetores de quina e de usar proteção nas tomadas, entre inúmeras outras medidas possíveis. E nada de deixar para fazer essas alterações muito tarde, pois as crianças crescem mais rápido do que você imagina, viu?

    Está aí quebrando a cabeça para entender de onde vai tirar tanto dinheiro para providenciar tais mudanças? Então pode parar. Saiba desde já que você pode usar o consórcio para reformar sua casa! Essa modalidade de autofinanciamento não inclui juros e não é nada burocrática (ao contrário dos tradicionais financiamentos), além de ser mais que segura — desde que você avalie a administradora. Pronto para adquirir sua cota?

    Viu como podem ser muitas as reformas antes da chegada de um filho? Quer receber outras informações igualmente úteis em primeira mão? Então não deixe de assinar a nossa newsletter!