<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Seguro para carros usados: saiba como funciona e por que contratá-lo

    Posted by Rodobens on Março 2017

    38923-seguro-para-carros-usados-saiba-como-funciona-e-por-que-contratalo.jpg

    Conseguiu realizar o sonho de ter o próprio carro? Agora é preciso mantê-lo sem maiores preocupações. Aí é que entra o seguro! E se você pensa que esse cuidado só vale para os carros novos, que acabaram de sair da concessionária, chegou a hora de mudar seus conceitos. Os usados também devem sim ser segurados!

    A verdade é que, na prática, com todas as demais despesas inevitáveis da manutenção de um veículo, o seguro pode acabar sendo visto como apenas mais uma. Nesse contexto, com suas inúmeras vantagens sendo deixadas de lado, também fica para trás a enorme economia que pode representar.

    Quer saber como funciona um seguro para carros usados e quais são suas vantagens? Então continue acompanhando nosso post de hoje, pois vamos mostrar por que essa garantia sempre deve ser contratada!

    Quais são as vantagens de se contratar um seguro automotivo?

    Antes de mais nada, que tal conferir as principais vantagens de contratar um seguro para seu automóvel? Veja só:

    Proteção para você e terceiros

    Dirigir com o veículo devidamente segurado significa proteção para você e todas as pessoas que podem ser afetadas por um acidente ou uma eventual pane. Poder contar com a simples ajuda de um reboque ou de um reparo emergencial em uma rodovia é sempre importante.

    Comodidade em tempo integral

    Sabia que até mesmo uma inconveniente troca de pneus pode ser feita acionando a seguradora? Você também pode contratar um adicional para ter à disposição um carro reserva quando o seu precisar ficar parado na oficina, por exemplo. É ou não é comodidade em tempo integral?

    Segurança para o veículo

    Com a manutenção do carro em dia e total atenção ao volante, as chances de acidente são drasticamente reduzidas. Mas a verdade é que, ainda assim, você pode ser vítima de um imprevisto — como um acidente provocado por terceiros, uma pane elétrica ou uma falha repentina nos freios. Em qualquer desses casos, lá está o seguro para ajudar.

    Garantia para o bolso

    Não podemos nos esquecer da tranquilidade que uma cobertura em caso de roubo ou furto traz. Isso sem falar na possibilidade de que aquela manobra na vaga de estacionamento não saia conforme o esperado e você dê uma encostadinha mais brusca no carro ao lado. Mais uma vez, o seguro chega para sua salvação!

    Um bom seguro é capaz de evitar as piores dores de cabeça quando você contrata uma cobertura que prevê todos esses diferentes tipos de eventualidade. Assim, o que poderia significar um prejuízo enorme acaba sendo liquidado pela seguradora, mostrando como o seguro não é mais uma despesa, mas sim um investimento na sua proteção — até mesmo financeira.

    Quais as diferenças entre o seguro para carros usados e o seguro para veículos novos?

    Está aí se perguntando se é mesmo possível fazer um seguro para carros usados? Pois a resposta para essa pergunta é simples e direta: claro que sim! No entanto (e por incrível que pareça), muitos carros por aqui ainda não são segurados. Isso costuma acontecer porque a importância do seguro tende a ser lembrada apenas enquanto o veículo tem cheirinho de novo. Mas sabia que os carros usados possuem seguros bem mais acessíveis quando comparados aos mesmos tipos de cobertura dos novos?

    É claro que tudo depende das modalidades contratadas, mas se considerarmos 2 carros de um mesmo modelo, com os mesmos serviços oferecidos e apenas anos de produção diferentes, o desequilíbrio nos preços fica mais que óbvio. Ainda que o carro fabricado há mais tempo ofereça um risco maior de sofrer com problemas técnicos pelo desgaste de peças e sistemas, isso não é o mais importante.

    Na prática, o que mais pesa na composição do preço de um seguro é o próprio valor do veículo. As características dos motoristas e dos locais onde o veículo circula ou fica estacionado também contam bastante. De toda forma, sempre vale a regra: quanto mais caro o carro, mais caro o seguro. Assim, se por um lado os carros usados se desvalorizam para uma revenda a cada ano que passa, por outro, passam a gerar economia na contratação do seguro.

    Há alguma restrição para os carros usados poderem ser segurados?

    As limitações nesse sentido estão relacionadas especificamente ao ano de fabricação do veículo. Como já dissemos, o tempo passa e os seguros vão ficando cada vez mais em conta para os veículos. Mas esse cenário muda a partir de um certo ponto. Os potenciais gastos que a seguradora terá na cobertura total e a dificuldade para encontrar componentes de peças e acessórios no mercado acabam impedindo a cobertura de automóveis a partir de determinado tempo de fabricação.

    Em geral, os modelos produzidos no território nacional possuem um limite entre 10 e 15 anos. Isso se justifica porque o nosso mercado automotivo se comporta de maneira diferente tanto em relação à manutenção de modelos nas gamas das montadoras como no tempo em que as pessoas levam, em média, para trocar de carro. E esses fatores são determinantes para o tempo de produção das peças de um veículo descontinuado.

    Por outro lado, com os carros fabricados fora do país e importados para a venda por aqui, a história muda. Afinal, a defasagem desse tipo de modelo implica em dificuldades enormes para encontrar peças de reposição. Assim, a regra costuma girar em torno de, no máximo, 5 anos da data de fabricação.

    Além disso, o carro usado tem que lidar com a obrigatoriedade da vistoria prévia. Nesse caso, basta cumprir a exigência e procurar um agente autorizado — que pode ser indicado pela seguradora. Essa vistoria é impreterível na contratação inicial do seguro e será determinante para a definição dos preços e dos serviços previstos no contrato com a seguradora.

    O que considerar ao contratar um seguro para carros usados?

    Você deve sempre observar a relação entre o custo e o benefício gerado pelos serviços que serão contratados. Eles deverão se encaixar não apenas no seu orçamento, mas também em suas demandas no uso do veículo. Avalie bem os preços cobrados e as condições de pagamento, buscando tranquilidade na medida certa. A estrutura oferecida para reparos e assistência remota é outro ponto muito importante para que você conte com um atendimento de qualidade e com a maior rapidez possível sempre que necessário.

    Seja o meio de transporte para ir e voltar do trabalho ou fazer pequenas viagens, definitivamente nunca é bom passar por qualquer inconveniente com seu veículo, não é mesmo? A segurança que um seguro para carros pode proporcionar não tem preço. E contratar os serviços com as melhores condições não só é mais fácil como sai mais em conta para carros usados. Portanto, não deixe de fazê-lo o quanto antes!

    Gostou de saber mais sobre a importância de um seguro para carros usados? Que tal receber mais dicas desse tipo diretamente em seu e-mail? Então assine já nossa newsletter!

    Consórcio, investimento seguro e programado para aquisição de bens e serviços.

    • Sem Juros
    • Diversos planos e créditos
    • Sem Taxa de Inscrição
    Simular
    Consórcio!
    New Call-to-action

    Newsletter

    Categorias

    todos
    Como funciona o consórcio de imóveis