<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Vale a pena entrar em um consórcio de motos?

    Posted by Rodobens on Março 2017

    59779-vale-a-pena-entrar-em-um-consorcio-de-motos.jpg

    Há 6 décadas, movido pelo sonho de adquirir automóveis, um grupo de bancários brasileiros inventou o consórcio. Desde então, essa ferramenta de compra vem aproximando consumidores de produtos e serviços que, em outras circunstâncias, seriam simplesmente inacessíveis.

    Fundamental à consolidação da indústria automobilística ao redor do mundo, essa prática acabou caindo também no gosto de quem pretende investir em outros itens. Entre os mais procurados hoje (principalmente pelo público jovem) está o consórcio de motos. Afinal, as facilidades de mobilidade urbana proporcionadas por esse veículo são incomparáveis.

    Mas será que um consórcio de motos é de fato uma boa ideia? Está em dúvida se deve ou não fazer esse investimento? Continue acompanhando nosso post e tire suas próprias conclusões!

    Como exatamente funcionam os consórcios?

    O consórcio é uma forma de compra coletiva por meio da qual pessoas com o mesmo interesse se reúnem para constituir um fundo comum. Isso vale tanto para produtos ou serviços, ok? Mês a mês, os consorciados pagam as parcelas que configuram sua contribuição individual ao fundo, viabilizando, assim, o objetivo de consumo partilhado por todos.

    Está aí se perguntando como isso acontece? Simples: os participantes em dia com as prestações ganham o direito de participar de sorteios e dar lances para receber uma das cartas de crédito entregues mensalmente. A carta de crédito é um documento emitido pelo administrador do fundo no valor correspondente ao escolhido por cada grupo no ato da contratação do consórcio.

    Consórcio é mais barato que financiamento?

    Tudo bem que quem não possui dinheiro em mãos para fazer uma compra à vista pode recorrer ao financiamento bancário, alternativa muito popular entre os brasileiros. Mas é preciso considerar que, sobre qualquer empréstimo concedido por uma instituição financeira, há incidência de juros. E não é segredo para ninguém que essas taxas são extremamente altas, o que encarece o preço final do que será comprado.

    Quem opta pela compra usando um consórcio, por sua vez, não precisa lidar com juros. Nesse caso, os únicos valores adicionais cobrados são referentes à taxa de administração, parte que remunera a administradora do consórcio pelo serviço que presta, e aos seguros que porventura existam. Com isso, o preço final de uma moto adquirida por meio do consórcio fica bem mais em conta do que se fosse comprada via financiamento.

    Qual o benefício dessa poupança programada?

    Na prática, a disciplina não costuma ser o forte de quem, com algum objetivo de compra, precisa economizar. No meio do caminho, sempre surgem despesas imprevistas (como um presente para uma festa de última hora) ou aquelas irresistíveis tentações (como um celular em promoção ou um par de sapatos novos). Tais eventualidade acabam fazendo com que as economias desçam por água abaixo, adiando a concretização do verdadeiro sonho de consumo.

    Se você se identifica com esse perfil, saiba que, ao adquirir um consórcio, você se compromete com o pagamento de uma mensalidade, criando para si uma poupança programada. E pode acreditar: isso funciona um intensivo em matéria de disciplina!

    Por que o consórcio de motos é uma opção simples?

    Longe das complicações burocráticas dos financiamentos, que exigem comprovação de renda, além de uma infinidade de documentos e garantias, comprar uma cota de consórcio é simples e rápido. Basta cadastrar nome, documento de identificação, endereço para correspondência e pronto, já está concorrendo!

    A carta de crédito garante o mesmo poder de compra?

    A carta de crédito tem total liquidez no mercado e seu valor é o mesmo de dinheiro vivo! Assim, quando você é contemplado e recebe sua carta, obtém o mesmo poder de negociação que quem faz um pagamento à vista tem! Lembrando que, para isso, não é preciso dar entrada ou pagar taxas de adesão.

    Agora que você já sabe que o consórcio de motos vale (e muito) a pena, aproveite para curtir a página da Rodobens no Facebook e ficar sempre de olho nas novidades!

     

    Consórcio, investimento seguro e programado para aquisição de bens e serviços.

    • Sem Juros
    • Diversos planos e créditos
    • Sem Taxa de Inscrição
    Simular
    Consórcio!
    New Call-to-action

    Newsletter

    Categorias

    todos
    Como funciona o consórcio de imóveis