<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Evite furtos e roubos em veículos comerciais em 5 passos

    dicas, dicas-seguro, caminhoes, cuidados-veiculos, cuidados-automoveis, veiculos, seguro-caminhao

    Sabe aquela sensação ruim que dá quando um funcionário te dá a notícia de que o carro da empresa foi roubado? Obviamente, a culpa não é dele — mas é possível ensinar aos seus colaboradores como evitar o roubo de veículos comerciais.

    Veja agora 5 medidas simples — e aparentemente óbvias , que funcionam para inibir a ação de criminosos. Confira:

    1. Não deixar objetos visíveis no interior do carro

    Mochilas, sacolas e casacos, mesmo vazios, podem passar a impressão de que têm algo de valor dentro. Se o motorista puder levar consigo esses objetos ao descer do carro, melhor.

    Suportes para celulares, carregadores e adaptadores, por exemplo, são evidências da presença de itens de valor. Portanto, também não devem estar visíveis.

    Não se deve deixar para guardar objetos de valor no porta-malas quando chegar ao destino. Caso alguém esteja observando, fica claro que aquilo é para esconder alguma coisa.

    Também não se larga documentos dentro do carro. Deixar chaves reservas do lado de dentro, nem pensar! O quebra-sol é onde as pessoas mais guardam os documentos e, por isso, é o primeiro lugar que os criminosos olham.

    2. Permanecer com as portas e vidros fechados

    O motorista deve ligar o ar-condicionado e dirigir com tudo trancado. Isso evita a abordagem de criminosos e protege contra o arremesso de objetos — prática comum para forçar o motorista a parar.

    Ao descer do carro, deve-se verificar se as portas e vidros estão fechados. Pode ser que haja algum defeito no sistema de trava elétrica e os vidros entreabertos podem ser facilmente abertos por completo.

    É muito comum esses descuidos acontecerem quando o motorista faz uma entrega rápida ou vai só pegar um documento. No entanto, são incontáveis os casos de carros que são roubados em menos de 2 minutos.

    3. Cuidado ao entrar e sair de edifícios

    Não é recomendado demorar muito para entrar ou sair do carro. Se for preciso um longo tempo de espera, o ideal é que se fique do lado de fora. Isso inibe a ação dos ladrões, que precisam agir rapidamente.

    É bom sempre ter atenção aos arredores e ficar atento, principalmente, a pessoas e veículos que entrem no edifício logo depois do carro da sua empresa. Caso seja notado qualquer comportamento suspeito, deve-se dar mais uma volta para dispersar qualquer um que esteja mal intencionado.

    Ao sair, não se deve caminhar até o carro com a chave na mão. Ao mesmo tempo, é bom deixá-la acessível para uso imediato. Ao entrar no carro, a primeira coisa a se fazer é ligá-lo e sair do local o quanto antes.

    4. Atenção às abordagens falsas

    Quando se está no trânsito, acontece de pessoas em outro veículo apontarem defeitos no carro da sua empresa. Nesse caso, oriente seu funcionário a esperar até que esteja longe dali para estacionar e verificar se realmente há algum defeito.

    Existem ainda os criminosos que se fazem passar por “bons samaritanos”, oferecendo ajuda. Caso o motorista entre no veículo e não consiga dar partida, ele deve trancá-lo e ligar para a assistência especializada.

    Em locais ermos, é comum o golpe de pessoas que dizem que presenciaram a acidentes ou estão com o pneu furado. Existem também os que provocam esbarrões, obrigando o motorista a descer do carro. O ideal é não parar imediatamente e procurar ajuda policial.

    5. Estacionar em locais adequados

    Esses locais devem ser movimentados e bem iluminados. Por exemplo, embaixo de postes e em frente a condomínios. Os ladrões adoram locais em que têm menos chances de serem vistos para poderem “trabalhar” tranquilamente.

    Se nos arredores houver vigias, prédios com guaritas e câmeras de segurança, tanto melhor. Mesmo que não façam nada, ainda assim inibem a ação dos ladrões.

    O ideal mesmo é que se coloque o carro em estacionamentos fechados. E nesses estacionamentos, é bom que se evite as vagas mais afastadas — normalmente, elas são menos vigiadas. Entretanto, as mais próximas da saída facilitam uma fuga.

    Lembre-se: a maioria dos furtos de veículos comerciais e particulares segue padrões de descuidos por parte dos motoristas. Compartilhe esse post nas suas redes sociais e ajude diminuir o número de roubos na cidade!