6 dicas para quem tem pressa em comprar um carro com consórcio

Fevereiro 2016

5 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

11.02_-_FACE_e_BLOG_-5-dicas-para-quem-tem-pressa-de-comprar-carro-com-consrcio.jpg

Quem quer comprar um carro e tem certa urgência para recebê-lo geralmente se pergunta: mas qual a melhor forma de adquirir esse bem? Será fazer um consórcio, financiar no banco ou lançar mão do leasing, por exemplo? Como as opções oferecidas no mercado são muitas, é preciso obter informações sobre cada uma delas para não cair em armadilhas.

E é claro que, ao conhecer os melhores consórcios de carros, você logo percebe as vantagens e a economia dessa modalidade de compra. Pode acreditar: por não ter juros e possuir custos muito mais baixos que aqueles oferecidos pelos bancos, fazer um consórcio de automóvel acaba sendo a melhor alternativa para seu bolso.

Mas você também acha é que é necessário ter muita paciência para esperar a carta de crédito em um consórcio? Nada disso! Na verdade, essa opção pode sim ser usada por quem precisa de um carro de forma rápida, sem ter que esperar para ser sorteado. E como são várias as dicas a seguir para conquistar esse sonho, separamos as 6 mais importantes neste post, especialmente para você. Confira!

CTA_Manual-como-comprar-um-carro-sem-ter-dinheiro-guardado_final (1)

1. Dê um lance fixo

Os participantes de um grupo de consórcio podem ser contemplados com a carta de crédito de 2 maneiras: sorteio ou lance. Todos podem ser sorteados nas assembleias realizadas pela administradora, que geralmente têm periodicidade mensal. A princípio, todos têm a mesma chance de contemplação. No entanto, se você tem pressa em adquirir seu automóvel, é possível acelerar o recebimento da carta de crédito, oferecendo um lance.

Isso significa adiantar o pagamento de parcelas a fim de aumentar as chances de ser contemplado. Para tanto, avise a administradora que você quer dar um lance fixo antes da realização da assembleia. Nesse modelo, os valores são previamente definidos. Assim, se mais de um participante fizer oferta, vence aquele com o número de cota mais próximo do que foi sorteado, em ordem crescente. Dessa forma, suas chances de contemplação aumentam significativamente!

2. Ofereça um lance livre

Como nessa modalidade não há valores definidos, os consorciados podem oferecer o que tiver a seu alcance. É simples: vence aqui quem ofertar o maior lance. O ideal, portanto, é juntar um dinheiro extra (como pagamento de férias, décimo terceiro, participação nos lucros ou até a venda de um carro mais antigo) para fazer sua oferta.

E se você não for contemplado da primeira vez, não se preocupe. Como não foi o vencedor, você não terá que pagar o lance, e ainda pode tentar novamente no mês seguinte! Assim, quem sabe você não consegue até dar um lance maior?

3. Experimente um lance embutido

Se o dinheiro que você reuniu não for suficientemente alto para conseguir dar um lance vencedor, você ainda pode optar pelo lance embutido. Nele, você abre mão de uma parte do crédito da sua carta, somando esse valor ao lance. Suponhamos que você tenha contratado um consórcio de 60 mil reais. Dando um lance embutido de 20%, você usa 12 mil como parte (ou total) da oferta. Assim, quando receber sua carta, ela será de 48 mil.

Nesse caso, o recomendado é fazer uma boa análise das suas possibilidades antes de partir para o lance. Avalie se o valor que fica será suficiente para comprar o carro do modelo e ano que você deseja, considerando se o resultado atende a suas necessidades pessoais e familiares.

4. Analise o comportamento do grupo

Antes de dar seu lance, é importante esperar um pouquinho para avaliar o comportamento do seu grupo. A cada assembleia, confira os valores dos lances vencedores em cada modalidade (fixo, livre e embutido), avaliando se você pode dar lances superiores para garantir sua contemplação.

Se você percebe, por exemplo, que muitas pessoas estão oferecendo lances nos primeiros meses, veja se o dinheiro que tem disponível supera essas ofertas. Caso contrário, espere um pouco para dar seu lance.

E se quiser começar a fazer ofertas e tentar a sorte já no primeiro mês, nada o impede, não é mesmo? Só que outros participantes também podem avaliar os valores dos seus lances para fazer ofertas maiores nos meses seguintes. Então fique de olho!

5. Pense na melhor época do ano

Juntar dinheiro extra é sempre uma excelente ideia. Assim, além de poder fazer ofertas melhores, você evita gastar seu décimo terceiro e o pagamento das suas férias com bobagens, focando no que realmente promete trazer melhoria para sua qualidade de vida. Pense bem: se você vende um carro, recebe uma herança ou um seguro, pode ser grande a tentação de gastar todo o dinheiro. Mas os benefícios passageiros desaparecem, deixando você com a sensação de que seu saldo desapareceu.

Comprar um bom carro é adquirir um patrimônio que dura muitos anos e muda sua rotina para melhor. Mas será que os outros participantes do consórcio também vão pensar a mesma coisa? Provavelmente sim, não acha? Por isso, é bem comum que a quantidade (e o valor) de lances aumentem em épocas de fim de ano e férias escolares, quando esse dinheiro extra costuma entrar. Por isso, seja prudente e espere a melhor época para fazer sua oferta!

No começo do ano, por exemplo, depois das férias, a maioria das pessoas está focada em comprar material escolar e quitar seus impostos. Nesse cenário, se você foi inteligente e guardou sua receita extra, pode dar um ótimo lance! Só não se esqueça de avaliar bem o comportamento do seu grupo nos meses anteriores a seu lance para oferecer uma proposta realmente competitiva!

6. Pesquise os melhores consórcios de carros

São muitas as administradoras de consórcio no mercado. Para conquistar seus sonhos sem susto ou dor de cabeça, portanto, assegure-se de que está fazendo uma boa escolha!

Quanto mais consolidada a empresa for no mercado, mais certeza você terá de receber seu carro direitinho. Antes de mais nada, então, consulte o site do Banco Central para checar a lista das empresas autorizadas a operar nesse mercado.

Além disso, faça pesquisas e comparações, avaliando as taxas e os valores cobrados por cada uma delas. Algumas cobram taxa de adesão e fundo de reserva, por exemplo, enquanto outras se limitam à taxa de administração. A lógica é objetiva: a que trouxer menos cobranças pode oferecer parcelas melhores, o que dá aos consorciados mais liberdade para juntar dinheiro e oferecer lances.

Seguindo essas dicas, você pode conquistar o carro dos seus sonhos sem ter que esperar todo o prazo do consórcio! Além disso, pode ser que a sorte o visite inesperadamente, com um sorteio solucionando todas essas questões. No fim das contas, a lição que fica é: não abra mão de fazer seu consórcio, pois as vantagens que esse modelo oferece o tornam um excelente negócio! Estamos falando de:

  • parcelas inferiores às de um financiamento;
  • ausência de juros, IOF e de valores de entrada;
  • possibilidade de reduzir, antecipar ou quitar suas parcelas a qualquer momento;
  • segurança de regulamentação pelo Banco Central, com leis próprias definidas;
  • poder de barganha, já que a carta de crédito é equivalente a dinheiro em mãos;
  • possibilidade de antecipar o recebimento do seu carro.

Agora você já sabe que é possível ter acesso a seu carro novo, escolhendo entre os melhores consórcios de carros, certo? Aproveite o momento para conferir um post especial que preparamos para você e saiba o que fazer ao ser contemplado!

 

Nova chamada à ação

Comentários