309899-calculo-de-valorizacao-de-imovel-entenda-como-e-feito-o-calculo-para-venda

Cálculo de valorização de imóvel: entenda como é feito o cálculo para venda

Novembro 2019

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

No mercado imobiliário os preços são definidos, a princípio, pela lei da oferta e da procura. No entanto, diferentes questões, cada uma com a sua importância, têm influência direta na hora de preparar um imóvel para venda e devem ser analisadas com cuidado.

Se você quer saber quais são os fatores que impactam o cálculo de valorização de imóvel e entender porquê deve considerá-los corretamente para fazer um bom negócio, continue com a leitura! 

Entenda os fatores que contribuem para a valorização de um imóvel

Como mencionado, os preços praticados no mercado imobiliário geralmente são regidos pela lei da oferta e procura. Isso quer dizer que são definidos pela relação entre a disponibilidade de um produto ou bem e a demanda por ele. 

Contudo, embora o público interfira na avaliação dos valores dos imóveis, alguns aspectos servem de parâmetro para fazer comparações e estabelecer efetivamente seus preços. Veja a seguir quais são os principais!

Localização

A localização é o primeiro fator que irá incidir sobre o cálculo de valorização. Além disso, algumas questões associadas a ela influenciam de forma geral o preço de um imóvel, pois são vistas como vantagens pelo público. Alguns exemplos são: 

  • proximidade a centros comerciais, vias de acesso e hospitais; 
  • oferta de transporte público;  
  • taxa de criminalidade.

Metragem

Quanto maior o imóvel, maior será o seu preço — contudo, a influência da metragem vai além do simples cálculo do tamanho. Normalmente, cada região tem um valor médio por metro quadrado (m²) para servir como base de cálculo e, quanto mais valorizada a região, maior o preço. 

Na internet, em sites especializados no mercado imobiliário, você encontra informações sobre quanto vale o m² em diferentes localidades. Então, basta multiplicar esse valor pela metragem para obter o preço médio do imóvel.

Conservação

Por fim, a conservação do imóvel é outro ponto primordial para o cálculo de valorização. Construções antigas ou novas, que não tenham a manutenção adequada, rapidamente começam a dar os sinais de desgaste. Os problemas mais comuns nesse sentido são infiltrações, mofo, pintura desgastada, problemas hidráulicos e portas e janelas emperradas.

Outros fatores como acabamentos luxuosos, vagas em garagem, infraestrutura e opções de lazer influenciam positivamente e também devem ser considerados no cálculo. 

Aprenda como fazer o cálculo de valorização de imóvel

Agora que você já sabe quais são os principais fatores que interferem no preço, fica mais fácil ter uma noção do valor dos imóveis. Embora não exista uma fórmula que forneça um preço exato, você pode fazer o levantamento de imóveis com características similares e comparar os preços. 

Assim, você chegará a uma média de preço para imóveis parecidos e poderá projetar mudanças em relação à conservação, criminalidade, obras de infraestrutura na região etc., que podem, no futuro, valorizar ou desvalorizar a propriedade.

Para que esse cálculo seja o mais preciso possível, você também pode utilizar ferramentas como calculadoras de preço de imóveis — disponíveis em sites especializados —, ou pode ainda pedir ajuda a um corretor de sua confiança. Dessa maneira, conseguirá corrigir possíveis erros de estimativa e poderá colocar à prova os resultados que encontrar.

O mercado imobiliário é diversificado, dinâmico e também é sensível às movimentações da economia. Muitas mudanças aconteceram nos últimos anos e outras estão a caminho, o que afeta o cálculo de valorização de imóvel em todo o país. Portanto, para manter-se bem informado, curta a Rodobens no Facebook e acompanhe as principais notícias do segmento.

Comentários