304707-entenda-como-funciona-a-carta-de-credito-de-automovel

Entenda como funciona a carta de crédito de automóvel

Dezembro 2019

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Além de ser considerado uma boa forma de investimento para adquirir bens como imóveis e carros, o consórcio é uma das alternativas ao financiamento mais procuradas pelos brasileiros. Porém, é comum que surjam muitas dúvidas sobre o processo e regras que envolvem o consórcio.

Por isso, no post de hoje, vamos explicar como funciona a carta de crédito de automóvel e quais são as situações em que ela pode ser usada. Continue a leitura e entenda como utilizar e se beneficiar da contemplação pela carta de crédito.

Saiba como funciona a carta de crédito de automóvel

Nos consórcios, os participantes pagam mensalidades para serem contemplados com o bem ou serviço oferecido pela administradora. Os sorteios também são realizados a cada mês para que um dos participantes receba a carta de crédito e possa reivindicar o bem em questão.

Outra forma de ser contemplado pela carta de crédito é dando lances de valores acima da mensalidade do consórcio. Assim, o consorciado que der maiores lances tem maiores chances de ser sorteado primeiro. Quando isso acontecer, o participante usa a carta para reivindicar o seu prêmio. Porém, ela também tem outras utilidades, como explicaremos a seguir.

Conheça 3 situações em que a carta de crédito de automóvel pode ser usada

1. Crédito para financiamento ou lance em outro consórcio

Além de permitir que o participante reivindique seu prêmio, a carta de crédito de automóvel pode também ser utilizada para comprar um carro de valor inferior ou superior àquele inicialmente prometido no consórcio. 

Se, por exemplo, você foi contemplado com a carta de crédito para um carro no valor de R$ 40.000,00, mas decidiu que quer adquirir outro de valor superior, é possível usar a carta como parte do pagamento ou como lance para esse veículo mais caro em um novo consórcio.

2. Restituição do valor em dinheiro ou venda de carta de crédito

Caso você tenha sido contemplado pela carta de crédito, mas, por algum motivo, desistiu de adquirir o automóvel, é possível receber de volta o valor investido no consórcio para usar em outra finalidade. Esse é um processo simples, chamado de descontemplação, e consiste basicamente no cancelamento da cota, sendo um direito do consorciado.

Outra alternativa, caso desista da contemplação, é a possibilidade de vender sua carta de crédito para terceiros. Contudo, esse processo deve ser autorizado pela administradora do consórcio desde a assinatura do contrato. Por isso, fique atento aos detalhes.

3. Crédito para adquirir outros bens ou quitar dívidas

Algumas administradoras permitem que a carta de crédito seja utilizada para adquirir bens de outros tipos de consórcio, como moto, imóveis etc., utilizando-a para dar um lance para bens de valores maiores ou para ser contemplado caso o bem em questão seja de valor igual ou inferior ao da carta de crédito.

É também possível resgatar a carta de crédito para arrecadar fundos e utilizar o dinheiro para quitar dívidas ou pagar financiamentos.

Conclusão

Ser contemplado pela carta de crédito é o objetivo de todos que ingressam em um consórcio, seja de automóvel, moto ou casa. Porém, como exposto acima, a carta de crédito não prende ninguém a um consórcio específico e pode ser usada para diversas finalidades, uma vez que trata-se de um investimento pessoal.

Participar de um consórcio exige paciência e compromisso para que você seja contemplado. Porém, é possível adiantar o processo. Leia nosso artigo e saiba como ser contemplado mais rápido no consórcio.

Comentários