Difícil encontrar quem discorde que ter uma casa com carro na garagem é uma grande conquista, não é verdade? O detalhe é que esse objetivo demanda um certo custo. Para alcançar essa meta, portanto, é fundamental fazer um planejamento. Lembre-se de que, apesar de o mercado garantir facilidades para a compra de um imóvel ou de um veículo, contrair dívidas é uma consequência que você provavelmente não quer ter, certo?

    Pensando justamente em formas de conquistar esse sonho sem maiores dores de cabeça é que resolvemos separar aqui algumas dicas valiosas. Confira!

    Por onde exatamente começar?

    Como mencionamos rapidamente na introdução, o planejamento é fundamental. E isso vale não só para a conquista da casa própria, mas para qualquer outra empreitada que demande o investimento de recursos, ok?

    Primeiramente, portanto, seu foco deve se voltar para seus rendimentos. Esse é o momento de avaliar quanto você ganha e quanto costuma gastar mensalmente. Esse balanço é necessário para que tenha certeza de que conseguirá arcar com as despesas necessárias para a conquista desse sonho.

    Depois dessa análise, é hora de fazer uma estimativa de preços de imóveis do seu interesse. Comece avaliando o local onde pretende morar, uma vez que isso influencia muito no preço. Não se esqueça também de pensar nos custos mensais e anuais que esse tipo de bem traz, seja com reformas, manutenções, IPTU ou mobília, por exemplo.

    Já ciente dos gastos envolvidos, fica muito mais difícil se surpreender negativamente com as despesas convencionais, podendo desfrutar do seu sonho com a tranquilidade que merece. Pronto então para o próximo passo rumo à conquista do seu imóvel com carro na garagem? Continue acompanhando!

    Como conquistar uma casa com carro na garagem?

    Poupe dinheiro

    Com aquele planejamento inicial feito, você provavelmente já está familiarizado com 2 pontos importantes: sabe o quanto de renda recebe e tem uma ideia dos custos que essa empreitada trará. Agora é o momento de usar essas informações para definir a quantia que deve economizar!

    Um detalhe importante que você precisa saber: uma compra à vista representa a chance de se livrar de mensalidades e juros que podem vir a desequilibrá-lo financeiramente. Além disso, saiba também que, por mais que juntar dinheiro possa se mostrar um processo difícil e demorado, é sim possível facilitar essa caminhada.

    O investimento em aplicações é uma forma de conseguir juntar uma boa quantia. CDB e Tesouro Direto, por exemplo, são opções interessantes e seguras. Outra possibilidade para acumular um dinheirinho extra é vendendo algum bem. Dependendo do caso, é possível juntar esse valor com o FGTS para dar uma entrada maior na tão sua sonhada casa própria ou oferecer um lance campeão no consórcio!

    Pesquise opções

    O interessante aqui é já ter estipulado uma quantia máxima que está disposto a dar em um imóvel. Lembra quando falamos sobre avaliar o local onde pretende morar? Depois dessa pesquisa, você provavelmente já tem ao menos uma ideia de quanto vale o apartamento ou a casa dos seus sonhos, não é verdade?

    Não se esqueça de que é preciso ser realista. Pensando nisso, procure por imóveis não apenas na região do seu interesse, mas vá um pouco além. Às vezes, a moradia perfeita está bem próxima do local que estabeleceu como preferencial. E nada de já se resolver pela primeira opção, combinado? Seja paciente e pesquise bastante para comparar opções de imóvel e de preço.

    Vire consorciado

    A contratação de um consórcio é uma forma de conseguir um imóvel com muito mais tranquilidade, sabia? Só vale destacar que o ideal aqui é não ter pressa, uma vez que a contemplação pode tanto sair no primeiríssimo mês de pagamento como no último.

    Ótima opção, o consórcio pode ser especialmente interessante para quem tem dificuldade em guardar dinheiro todo mês. Entre as principais vantagens dessa modalidade está a falta de juros. Além do mais, é sim possível obter a carta de crédito antes do prazo final, seja por meio de um sorteio ou de um lance — que, em muitos casos, ainda permite o uso do FGTS.

    Esperamos que essas dicas sejam úteis para você finalmente conquistar o sonho de ter uma casa com carro na garagem. E se quiser se aprofundar um pouco mais no assunto, aproveite para acessar este outro post a fim de entender como funciona um consórcio de imóveis!