Morar em uma casa em condomínio fechado: esse já foi considerado um estilo de vida de altíssimo padrão, extremamente sofisticado, praticamente inatingível para a maioria das famílias brasileiras. Mas você já parou para reparar que esse modelo tem se tornado a opção de moradia escolhida por pessoas das mais diversas classes?

    Fatores como segurança e privacidade são as principais razões usadas para justificar essa preferência, enquanto aspectos como alto custo e distância de centros urbanos são algumas das inconveniências que a alternativa pode trazer. De todo modo, antes de tomar uma decisão, é preciso considerar todos os elementos envolvidos.

    Confira a partir de agora os principais fatores que você deve levar em conta antes de decidir se vale ou não a pena investir em uma casa em condomínio fechado!

    Qualidade de vida

    Condição cada vez mais valorizada, a busca pela qualidade de vida é uma realidade almejada pela maioria das pessoas nos dias de hoje. E não tenha dúvidas: nesse sentido, um condomínio fechado é uma das opções que mais oferece bem-estar aos moradores.

    Geralmente, esses lugares contam com áreas verdes, campo de futebol, piscina, playground, salão de festas, entre outros espaços que tornam o ambiente mais alegre e agradável. Além disso, é possível praticar exercícios físicos dentro do próprio condomínio e as crianças também podem aproveitar os espaços de lazer para brincar.

    Nível de privacidade

    A privacidade é outra das razões que levam muitas pessoas a optar pelo condomínio fechado. Afinal, nem todo mundo gosta de se expor ou de receber visitas a todo momento, não é mesmo?

    O detalhe é que, ao mesmo tempo em que você fica de certa forma blindado quanto a isso, também existe a desvantagem de ter a casa exposta a vizinhos, já que normalmente as casas não têm muros. Além disso, é possível encontrar outros moradores nas dependências coletivas a qualquer momento. Assim, além de conhecerem seus hábitos e horários, sua vida pessoal acaba ficando um pouco exposta, mesmo que indiretamente.

    Aumento da segurança

    Assim como a privacidade, a segurança também é outro fator bastante considerado pelas famílias no momento de escolher onde morar. Residir em uma casa em um condomínio fechado significa contar com elementos importantes de segurança, como monitoramento por câmeras, portaria 24 horas e cerca elétrica, entre outros.

    No entanto, nunca dá para dizer que um local é 100% seguro. E isso vale para qualquer lugar do mundo! Até mesmo nos condomínios fechados, portanto, podem acontecer problemas relacionados à falta de segurança. Os riscos são menores? Sim. Mas não são nulos.

    Distância do centro

    Normalmente, os condomínios fechados ficam localizados em lugares mais afastados dos centros urbanos, onde não há tráfego intenso de veículos. Além disso, muitos empreendimentos se concentram em locais com abundância de áreas verdes, ambiente ideal para você e sua família respirarem ar puro.

    Existe, contudo, o inconveniente de ficar longe de farmácias, supermercados e postos de combustível, por exemplo, o que pode se transformar em um grande obstáculo em uma situação de pressa ou emergência.

    Patamar de custos

    Uma das principais desvantagens dos condomínios fechados está nos custos mais elevados da própria rotina. Afinal, com tantos recursos à disposição dos moradores, os valores acabam sendo um pouco mais altos.

    Além dos pagamentos mensais de taxas e mensalidades, existe ainda o gasto com serviços de manutenção, portaria e segurança, itens que trazem muitos benefícios aos residentes, mas que demandam um investimento considerável em prol da sua manutenção.

    Amplitude do espaço

    Outra característica positiva dessa opção é o espaço. Enquanto apartamentos costumam ter tamanhos reduzidos, as casas normalmente apresentam cômodos maiores. Além disso, existem os jardins e quintais, que podem ser usados para a diversão das crianças e dos animaizinhos de estimação, bem como para o cultivo de plantas.

    As residências localizadas em condomínios também costumam ser mais distantes umas das outras, como se estivessem instaladas em ruas públicas. Aliás, alguns condomínios fechados se assemelham muito a bairros residenciais. Acha que gostaria de morar em um lugar assim?

    A essa altura, mesmo depois de analisar todos esses fatores, se você ainda não está pronto para tomar uma decisão, saiba que é possível programar a construção ou a compra de uma propriedade por meio de um consórcio de imóveis! Dessa forma, você terá total liberdade para escolher a opção de moradia dos sonhos para você e sua família!

    E aí, animado para já começar a planejar sua vida em uma casa em condomínio fechado? Quer receber outros conteúdos relacionados ao assunto? Então assine a nossa newsletter e fique por dentro das novidades!