<img height="1" width="1" alt="" style="display:none" src="https://www.facebook.com/tr?id=408815549258573&amp;ev=PixelInitialized">

    Se a família vai crescer, já vamos logo procurando opções para aproveitar melhor os ambientes, não é mesmo? Pois o mesmo vale para quem compra um apartamento pequeno, para quem trabalha em casa e tem que dividir o espaço pessoal com o profissional, para quem recebe muitos hóspedes e assim por diante.

    Na prática, se você sabe usar cada metro quadrado, pode fazer mais com menos e até gerar economia para a família. Não é à toa que o conceito de casa inteligente se tornou tendência!

    Uma casa inteligente é aquela que une tecnologias, móveis e ferramentas para ajudar a otimizar os espaços. E não só isso! Além do melhor aproveitamento da área, outros objetivos desse investimento são tornar seu lar mais confortável, acessível e seguro. Quer deixar sua casa inteligente? Confira as principais tendência do setor a partir de agora!

    Mobiliário versátil

    Uma casa inteligente começa por um mobiliário igualmente inteligente, com móveis multifuncionais para atender a diversos usos. Hoje já existem modelos de sofá-cama muito mais profissionais e confortáveis que antigamente, por exemplo. Também existem roupeiros que servem como separadores de ambiente, estantes que guardam cadeiras, mesas que se dobram para garantir um lugar a mais e por aí vai. Outro exemplo simples, mas ainda pouco usado, é a porta de correr, que economiza um bom espaço.

    Soluções wireless

    Pode não parecer, mas o uso de soluções sem fio ajuda a aproveitar melhor os ambientes ao economizar espaço e favorecer o trânsito de pessoas. Cá entre nós, quem nunca tropeçou em um fio no meio do caminho? Nos projetos de casa inteligente, as soluções wireless permitem introduzir diversas tecnologias sem ser necessário fazer grandes obras, quebrar paredes ou desmontar peças demais.

    Automação residencial

    Essa tendência está automatizando diversas funções e necessidades das residências. Ao automatizar a irrigação do jardim, por exemplo, economiza-se espaço com mangueiras, torneiras e outros equipamentos, isso sem falar na facilidade introduzida ao dia a dia. A previsão é de que, daqui a pouco tempo, uma série de funções siga essa lógica, desde a preparação de alimentos na cozinha até a segurança da casa. E isso já vem abrindo margem para que os ambientes sejam cada vez mais otimizados.

    Segurança e bem-estar

    Com o avanço da tecnologia, algumas ferramentas antigas têm ficado muito mais completas. As novas babás eletrônicas, por exemplo, não monitoram apenas o choro da criança, mas acompanham seus movimentos abdominais, mostrando quando o bebê está deitado e até informando sua temperatura! Logo, esse tipo de solução poderá ser integrada ao ar-condicionado ou à calefação, garantindo que a criança fique sempre na temperatura ideal. Por aí já dá para perceber como os espaços da casa estão sendo otimizados não apenas em área, como também em usabilidade. E essa é a verdadeira casa inteligente!

    Integração de áreas

    Já faz algum tempo que o conceito aberto é uma realidade para unir sala e cozinha, não é verdade? É fato: cada vez mais, as residências têm menos paredes — principalmente em apartamentos compactos. Mas agora os projetos de arquitetura também estão integrando outros tipos de ambientes, sabia? As áreas externas passaram a ser mais valorizadas com o uso de vidro, por exemplo, aumentando a quantidade de luz natural nos cômodos. Além disso, é possível trazer o exterior para dentro, como acontece com os jardins internos, harmonizando os ambientes sociais.

    Gostou das ideias? Ao aproveitar as tendências de casa inteligente que compartilhamos neste conteúdo, você ganha mais espaço e comodidade em seu lar. Assim, toda a família sai ganhando! Lembre-se: não importa quantos metros quadrados sua casa tem, mas sim como a área é aproveitada.

    Falando nisso, aqui no blog temos outro conteúdo sobre o assunto. Que tal aproveitar para aprender a otimizar o espaço do apartamento?