Como adquirir o 1º automóvel por meio do consórcio?

agosto 2015

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

18.08.2015_-_Como-adquirir-o-primeiro-automvel

 

Ter um carro próprio ao obter a habilitação de motorista, ou em qualquer momento da vida, é o sonho de muitos brasileiros. Independente do modelo desejado, pensar nas despesas e fazer essa compra de forma planejada é uma dica importante que deve ser levada em conta. Normalmente, consumidores contabilizam apenas o valor das parcelas quando pensam nesse orçamento, mas acabam se esquecendo de outros gastos que um veículo exige, o que pode comprometer a estabilidade financeira ao longo do tempo. Listamos algumas dicas de como se planejar para aquisição do carro com segurança e economia:

 

Vantagens da compra planejada 

Para realizar a aquisição do seu primeiro automóvel com cautela e planejamento, o consórcio é a melhor opção, e ainda reúne vantagens em comparação com as formas de financiamento tradicionais: oferta de pagamentos parcelados sem juros por meio de parcelas menores e prazos mais longos para quitação, não exigência de entrada, entre outras.

 

Como funciona o consórcio?

O consórcio pode ser entendido como uma forma de poupar em grupo. É formado por um conjunto de pessoas interessadas em adquirir um bem ou serviço por meio do autofinanciamento. Mensalmente, os participantes pagam suas parcelas e, a cada mês, podem ser contemplados, seja por meio de sorteio realizado nas assembleias, ou pela oferta de lances (antecipação de parcelas que favorece o adiantamento da contemplação). O participante que conseguir adiantar o maior número de parcelas por meio de um lance, é o que será contemplado. Se o consumidor realizar um lance menor, o dinheiro não é perdido, pois ele tem a opção de antecipar parcelas ou, se preferir, retomar o dinheiro para utilizar em lances futuros. Vale lembrar que, mesmo sendo contemplado, é preciso que o participante pague todas as mensalidades até a quitação total do valor do veículo.

 

Indo ao que interessa

Ao ser contemplado, o consumidor parte para a etapa mais prazerosa de todo o processo: a escolha do carro na concessionária. Ele tem a liberdade para escolher a marca e o modelo de veículos de acordo com seu gosto pessoal, mas o valor da carta de crédito não pode ser usado para outros fins, como a compra de outros tipos de bem, contratação de serviços ou aplicações em investimentos.

Após definir o carro a ser adquirido, o participante deve indicá-lo à administradora de consórcio, que por sua vez ajudará em todo o processo de pagamento junto à concessionária. Caso o valor do veículo escolhido seja inferior ao da carta de crédito, o consumidor pode aproveitar o que sobrar para quitar parcelas restantes. Se o automóvel for mais caro, é possível negociar o pagamento do valor restante com a administradora. Essa é uma forma que as administradoras de consórcio têm para satisfazer o desejo de todos os seus clientes.

 

Veja na loja online da Rodobens Consórcio as opções de consórcio de automóveis oferecidas. As ofertas envolvem veículos de diversas marcas e modelos! Na plataforma, você também pode fazer simulações para calcular os prazos e valores mais interessantes.

Nova chamada à ação

Comentários