128722-corretora-de-seguros-afinal-como-cuidar-do-seu-patrimonio-material.jpg

Afinal, como cuidar do seu patrimônio material?

Outubro 2017

3 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

 

A construção do patrimônio familiar é um desafio que leva décadas, demanda trabalho, exige controle orçamentário e pede investimentos bem pensados. Por essas e outras, mesmo depois de conquistar bens de maior valor, como carros ou imóveis, é preciso tomar cuidado para não comprometer essas vitórias devido a meras eventualidades.

Para ajudá-lo nessa missão, listamos aqui algumas dicas para promover a preservação do seu patrimônio material. Confira!

Faça um bom planejamento financeiro

Sem planejamento financeiro, é praticamente impossível adquirir qualquer patrimônio material. Então anote aí: controlar custos, traçar metas de economia e estabelecer sonhos de consumo são ações fundamentais na busca pela aquisição de bens.

Lembre-se, no entanto, de que não vale abrir mão do seu controle orçamentário depois de atingir o objetivo principal, ok? É preciso continuar disciplinado para evitar o surgimento de dívidas que, no limite, podem forçá-lo a revender aquele carro ou um terreno que você tanto batalhou para comprar.

Pense na sucessão patrimonial

Via de regra, todo esforço para construir um patrimônio material é pensado para melhorar sua própria qualidade de vida e as condições de toda a família. É importante, assim, garantir que nada disso se perca quando você não estiver mais por aqui.

Cuidar da sucessão patrimonial é garantir a continuidade do seu legado, evitando conflitos na família e assegurando a estabilidade financeira de todos. Pensando nisso, cuide do seu testamento com antecedência e conte com o devido apoio jurídico. Também vale a pena adquirir um seguro de vida, preparando-se tanto quanto possível para um cenário desfavorável.

Prepare-se para lidar com emergências

Mesmo com todo o planejamento financeiro do mundo é impossível escapar de imprevistos. Justamente por isso, é tão importante estar sempre pronto. O ideal é que, ao longo dos anos, você seja capaz de construir uma poupança para compor uma espécie de fundo de emergência.

Assim, caso seja necessário, você não terá que dispor do seu patrimônio material ou fazer grandes sacrifícios orçamentários para encontrar uma saída. Além disso, o hábito de poupar para situações emergenciais ainda desperta a disciplina necessária para resguardar recursos que poderão ser destinados a novos investimentos.

Proteja seu patrimônio com seguros

Existem serviços criados especialmente para proteger seu patrimônio material, sabia? O maior exemplo disso é o seguro. Por mais que esse recurso seja mais comum para proteger carros e imóveis, também pode ser estendido para outros bens de valores mais altos, como obras de arte ou até aparelhos eletrônicos, como celulares e computadores.

O funcionamento do seguro é bem simples e similar para todos os tipos de bem: o contratante faz o pagamento de mensalidades ou anuidades para, caso precise lidar com um incidente qualquer, a seguradora cubra os custos de reparo ou compensação parcial ou totalmente. Vale ressaltar que o valor a ser recebido depende do que foi contratado.

Lembre-se de escolher seguradoras confiáveis e avalie se pode ser vantajoso adquirir diversas apólices com uma única empresa. Seu orçamento permite apenas o investimento em seguros essenciais, pense bastante antes de escolher o que estará protegido, colocando suas prioridades na balança.

Diversifique seu patrimônio

Por fim, aposte na diversificação do seu patrimônio. Ter imóveis e carros é ótimo sim, mas você também pode investir em outros bens de alto valor, como obras de arte, participação em empresas ou até mesmo na compra de papéis públicos, como o Tesouro Direto.

Gostou das nossas dicas para cuidar do seu patrimônio material? Então compartilhe este post com seus amigos e familiares nas redes sociais! Dessa forma, eles também aprenderão a se proteger!

Comentários