Como fazer empréstimo pela empresa que você trabalha?

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Segundo uma pesquisa do Google Survey, mais da metade dos entrevistados já fizeram um empréstimo. Os motivos são variados, mas predomina a necessidade de ter mais tranquilidade financeira, seja para pagar as dívidas, seja para pagar os impostos.

No entanto, existem diferentes modalidades de concessão, com duas mais conhecidas: pessoal e consignado. A segunda pode gerar uma certa dúvida, pois é um pouco diferente do que estamos acostumados quando pensamos em crédito. Não é incomum que surjam questionamentos sobre como fazer um empréstimo consignado.

Para responder essa e outras perguntas, neste texto, vamos esclarecer algumas das dúvidas sobre esse tipo de concessão. Confira!

O que é empréstimo consignado?

O empréstimo consignado se caracteriza por ser uma concessão que é automaticamente descontada do holerite, do benefício do INSS ou do contracheque do solicitante. Ou seja, parte da renda fica comprometida antes mesmo de o consumidor receber o valor da remuneração. 

Por isso, é um tipo de crédito bastante comum para pessoas que trabalham no setor público, pensionistas e aposentados, mas pode ser também concedido para pessoas de empresas privadas. Geralmente, a companhia tem um convênio com uma credora. É o caso da Rodobens, que oferece consignado privado e conta com várias empresas conveniadas.

Quais são as vantagens financeiras para quem é CLT?

Por um lado, esse é um empréstimo bem vantajoso para as credoras, pois garante o pagamento das parcelas. No entanto, pode trazer muitos benefícios para quem opta por fazê-lo. A seguir, separamos as principais vantagens. Confira!

Taxas de juros menores

Geralmente, no crédito pessoal, as taxas de juros são bastante altas. Isso pode impedir o consumidor de pensar em fazer o empréstimo. Porém, o consignado tem tarifas muito menores, justamente por ter a garantia de pagamento. Como as instituições financeiras têm mais segurança, elas tendem a oferecer juros abaixo da média do mercado, já que não há chance de inadimplência.

Facilidade para contratar

Outro ponto é em relação às burocracias. As instituições tendem a fazer análises de crédito e avaliar as condições financeiras do interessado, até como forma de proteção. Elas precisam analisar se você é uma pessoa confiável, por isso que aqueles interessados que estão com o nome sujo têm, geralmente, dificuldade em conseguir crédito.

No entanto, no consignado, todas essas questões são menos relevantes. Como há a segurança de que as parcelas serão pagas, não é preciso que o consumidor tenha cadastros positivos em órgãos de proteção ao crédito, como o Serasa e o SPC. Além disso, não é necessário buscar um fiador, como aconteceria em um financiamento. As operações são realizadas diretamente no correspondente da instituição.

Prazos mais longos

Além da falta de burocracia e menores taxas de juros, outra grande vantagem está nos prazos desse empréstimo. De modo geral, eles são muito maiores do que outros tipos de crédito. Se, geralmente, vão até 48 meses, é possível encontrar empréstimos consignados de até 96 meses dependendo da instituição e da quantia exigida.

Limite de crédito maior

Concessões de crédito tendem a dar um limite de parcelas que depende de uma análise das condições financeiras do interessado. Porém, isso não só afeta as mensalidades, mas também o valor total do crédito concedido. 

O consignado tem a vantagem de oferecer uma possibilidade maior de crédito, principalmente porque é possível ter uma margem de até 35% do salário do beneficiário destinada ao pagamento.

Quais são as diferenças para o empréstimo pessoal?

O empréstimo pessoal se caracteriza por um tipo de crédito em que há uma relação direta entre a pessoa interessada e a instituição financeira. Além disso, o pagamento fica por conta do consumidor e não é descontado diretamente na folha de pagamento. Justamente por essa falta de garantia, as credoras são mais exigentes e burocráticas para conceder o crédito.

Os juros são bem maiores, os prazos menores e o valor concedido dependerá dos resultados da análise de crédito. No mais, é bem simples fazer um pedido de empréstimo pessoal: o consumidor só precisa entrar em contato com a credora; após a avaliação, a instituição financeira informa se disponibilizará ou não o dinheiro.

Por que fazer um consignado?

Claro que o momento de fazer um empréstimo é uma decisão muito pessoal. Porém, para algumas situações, certas concessões são mais indicadas que outras, até mesmo por causa dos juros e das condições de pagamento.

Antes de considerar essa alternativa, verifique as seguintes situações:

  • a parcela não pode prejudicar o seu orçamento, principalmente o pagamento de outras despesas, já que o desconto acontece diretamente na folha;
  • em caso de dívidas altas, como do rotativo ou do cheque especial, pode ser uma boa ideia fazer esse empréstimo para quitá-las, já que os juros são bem menores;
  • para fazer uma pequena reforma ou até um investimento inicial em um negócio, ele pode ser uma ótima opção, já que é possível ter prazos maiores de pagamento.

Como solicitar o empréstimo consignado?

Ao longo deste conteúdo, mostramos que a pouca burocracia é um atrativo para escolher o empréstimo consignado e isso se estende também para a sua solicitação. O processo é bem simples, vamos, inclusive, utilizar a própria Rodobens como exemplo.

Em nosso site, basta acessar a aba “Para Você”, em nosso menu. Ali, você encontrará as opções de serviços. É só clicar na seção “Empréstimo” e escolher “Consignado Privado”.

Se você já tiver uma conta conosco, basta colocar seu e-mail ou CPF e a sua senha. Se não, clique no “Solicite aqui” e preencha o formulário para que verifiquemos se a sua empresa é nossa conveniada. Caso o seu trabalho não tenha um convênio conosco, você pode entrar em contato na própria seção de empréstimo consignado e sugerir a parceria, ou falar diretamente com o RH da sua empresa.

sugerir a parceria.

Saber como fazer um empréstimo consignado não é um bicho de sete cabeças. É importante conhecer as principais características dessa modalidade, justamente para você entender quais são os seus direitos e deveres.

Não esqueça que, apesar de ser uma concessão menos burocrática e fornecer as menores taxas de juros do mercado, o consumidor ainda deve ficar atento ao seu orçamento para não ficar apertado no final do mês, já que o crédito é descontado automaticamente na folha de pagamento.

Precisa fazer um empréstimo e não sabe como nem onde? Conheça o nosso crédito consignado e solicite já!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários