Como fazer um relatório financeiro? Aprenda com as dicas rápidas da Rodobens

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

É muito importante organizar as finanças e planejar bem as ações com base no orçamento, para não enfrentar uma crise financeira. Nesse cenário, você sabe o que é e como fazer um relatório financeiro? Conhece a importância desse documento?

Alguns dos grandes desafios de empreendedores, profissionais liberais e empresários estão relacionados ao controle de gastos, à identificação dos pontos frágeis na organização das contas e à definição do momento ideal para fazer ajustes e investimentos possíveis.

Nesse sentido, os relatórios financeiros são elementos fundamentais, que podem apontar soluções adequadas para cada caso. Para que você saiba como criar um relatório e em quais aspectos o documento pode ajudar, preparamos este artigo com algumas dicas rápidas. Confira!

O que é um relatório financeiro?

Os relatórios são documentos que demonstram alguns aspectos importantes das empresas por meio de uma compilação de dados, estatísticas, comparações e análises técnicas.

No caso do relatório financeiro, o principal ponto a ser analisado é a saúde financeira das organizações. Por meio dessa ferramenta, é possível avaliar todas as movimentações de ordem monetária que ocorrem nas corporações — quantias de dinheiro que entram e saem, ações bem ou malsucedidas financeiramente, entre outros pontos.

Após a avaliação desse tipo de relatório — que pode ser feito mensalmente —, costuma ser definido (ou redefinido) o planejamento financeiro das empresas. Depois da interpretação do documento, fica muito mais fácil identificar as falhas e os acertos nos processos orçamentários.

O que um relatório financeiro precisa ter para ser completo?

Alguns quesitos são verificados por meio dos relatórios. Um modelo que seja completo pode conter um compilado de outras informações que foram registradas separadamente, durante um tempo determinado. 

Confira, abaixo, alguns exemplos de documentos que podem compor um bom relatório gerencial financeiro:

  • balanço patrimonial — diz respeito a uma equiparação entre os ativos (estoque, caixa e recebíveis) e os passivos (dívidas e compromissos);
  • custos operacionais — tudo o que é gasto com colaboradores, energia, água, luz, internet, produtos e serviços essenciais para o funcionamento da empresa;
  • liquidez — dados que apontam para a capacidade da organização de transformar os ativos em lucro líquido.

Esses são alguns dos dados mais importantes que podem ser centralizados na produção de um relatório financeiro objetivo, para que haja uma visão ampla sobre as condições monetárias empresariais.

Como fazer um relatório financeiro?

Como vimos, é preciso definir alguns pontos fundamentais para criar um relatório das finanças. Isso significa acompanhar, sistematicamente, as métricas e os indicadores-chave (KPIs) da empresa.

Primeiramente, você pode determinar quais são as métricas (dados estatísticos indicativos) essenciais para o funcionamento da sua organização. Em seguida, estabeleça quais deles são os indicadores mais importantes para o crescimento empresarial.

O próximo passo é criar meios para sistematizar e analisar essas informações obtidas por um período — com planilhas, painéis interativos e programas. Pronto! Esses resultados, organizados e sequenciados serão o seu relatório.

Qual é a importância do relatório financeiro para as empresas?

Essa ferramenta pode ser o diferencial na saúde financeira das empresas. Agir sem considerar os dados estáticos e as anotações sistemáticas sobre as movimentações de ordem orçamentária pode gerar um verdadeiro colapso nas finanças das organizações.

Esse é um documento muito importante, pois possibilita a compreensão de como estão funcionando todas as "engrenagens" do negócio. Assim, é possível perceber o que não tem dado certo e o que está correndo bem. Além disso, o relatório facilita o processo de decisão dos próximos passos a serem executados.

Agora que você já sabe como fazer um relatório financeiro e como controlar de perto tudo o que está acontecendo financeiramente na sua empresa. Hoje, é possível encontrar ferramentas online e digitais, capazes de produzir esses documentos de forma automática. Alternativas como o Conta Azul e o Yupee podem poupar o seu tempo e diminuir as chances de erros.

Quer continuar no clima da organização das finanças? Então, você pode gostar de saber mais sobre o planejamento financeiro familiar. Aliás, se quiser receber outros conteúdos como esses, assine a nossa newsletter!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários