Como funciona o lance em um consórcio

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Uma alternativa que tem se mostrado viável e eficiente para quem deseja adquirir um bem ou serviço por meio do autofinanciamento é o consórcio. Assim que você começa a participar e a administradora atinge um número mínimo de cotas, iniciam-se as assembleias para contemplação dos consorciados. 

Quando o consorciado é contemplado, ele recebe a carta de crédito, que lhe dá direito de compra do bem ou serviço desejado.

Uma boa notícia é que nem sempre para ser contemplado e receber a carta de crédito você precisa depender exclusivamente da sorte. A alternativa pode ser a oferta de lance. Por isso, preparamos este artigo com alguns tópicos importantes para você conhecer como funciona essa modalidade com mais detalhes e entender melhor sobre as vantagens de um consórcio. Acompanhe!

Assembleia de consórcio

As assembleias são as reuniões realizadas mensalmente pela administradora do consórcio para sorteio dos consorciados que serão contemplados. Essas reuniões podem ser realizadas em formato presencial ou em um ambiente online, uma opção cada vez mais comum.

Antes de ofertar um lance, é muito importante participar de algumas assembleias para conhecer melhor o grupo e o valor dos lances que costumam aparecer. Inclusive, na Rodobens, o consorciado também consegue fazer esse acompanhamento por meio da área do cliente.

Formas de contemplação

Durante as assembleias, o participante do consórcio pode ser contemplado de duas formas diferentes: por sorteio ou oferta de lance.

O sorteio é a forma mais comum de contemplação dos consorciados. Todas as cotas possuem a mesma probabilidade de serem contempladas e há o sorteio de unidades, dezenas e centenas representadas pelas cotas participantes.

A outra forma de contemplação é a oferta de lances. Nesse caso, o consorciado pode oferecer lances, adiantando determinado valor de suas parcelas futuras. Para efetivar esse tipo de contemplação, o valor em caixa do grupo de consórcio deve ser suficiente para pagamento do crédito contratado.

Tipos de oferta para lance

É importante ressaltar que o valor mínimo do lance oferecido pelo consorciado varia de acordo com a administradora e com o contrato definido com o participante. De forma geral, três tipos de lance podem ser ofertados: lance fixo, lance livre e lance embutido. 

  • o lance fixo é representado por uma porcentagem do crédito definida pela administradora do consórcio. Ela costuma variar entre 15% e 30% do valor total;
  • o lance livre pode ser oferecido por qualquer consorciado e não possui limite de valor. Os participantes que desejam oferecer esse tipo de lance determinam a quantidade parcelas que desejam antecipar e informam à administradora antes do início da assembleia;
  • no lance embutido, o participante do consórcio consegue utilizar parte da carta de crédito para dar um lance. Ele não precisa ter o dinheiro em mãos, mas é importante ressaltar que ele só vale a pena ser ofertado se o novo valor da carta de crédito (o valor antigo menos o lance ofertado) conseguir atender ao seu plano de compra.

Dicas de oferta para o lance

Antes de oferecer qualquer tipo de oferta de lance e adiantar o valor das mensalidades, é importante conhecer a fundo as regras da administradora e o contrato formalizado. Para um lance vencedor, é aconselhável conhecer o histórico do grupo e determinar um valor viável financeiramente entre a média do grupo e as expectativas do consorciado.

Os lances fixos podem ser uma boa alternativa por apresentarem, na maioria dos casos, valores mais baixos que os lances livres. Quem opta por essa modalidade, caso não seja contemplado, tem a oportunidade de participar nos meses subsequentes.

Entrar em um consórcio proporciona a tranquilidade de pagar mínimas parcelas para atingir seu objetivo, e a oferta de lance é uma alternativa para antecipar a contemplação. 

Lance vencedor

O lance vencedor de uma assembleia vai depender do seu valor. Para você conseguir obter a carta de crédito do mês, ele precisa ser maior que todos os lances ofertados.

Assim, quanto mais alto o lance, mais chances de ganhar a carta de crédito. O desempate, quando duas ou mais pessoas oferecem lances iguais, ocorre com a cota de número mais próximo ao da pedra-chave sorteada.

Quando fazer o lance

Essa questão é muito importante na hora de aumentar suas chances de conseguir a contemplação da carta de crédito. Após entrar em um consórcio, espere alguns meses para dar um lance.

Nesse meio tempo, acompanhe as assembleias para saber qual o valor médio oferecido. Isso vai ajudar você a se organizar e até mesmo saber quanto precisa poupar para dar um lance.

A procura de lances tende a aumentar quando há também um aumento de recebíveis de renda extra, como férias, 13º ou mesmo 14º salários. Já nos meses em que as pessoas geralmente têm muitas contas para pagar, como no começo do ano, a procura de lances diminui.

Fique atento e escolha guardar sua renda extra em algum fundo de aplicação por uns meses e utilizá-la nos momentos mais propícios.

Formas de efetuar o pagamento do lance

Você conseguiu o lance vencedor! Hora de fazer o pagamento. O seu contrato com a administradora do consórcio já traz estipulado quantos dias você tem para pagar o seu lance. Se você não realizar o pagamento no prazo estimado, ele perde a validade.

Há duas formas de realizar esse pagamento: você pode escolher reduzir parcelas futuras, para que fiquem mais baratas ou pode optar por antecipar o pagamento do consórcio.

Se optar por antecipar o pagamento, você elimina as últimas parcelas do consórcio, ou seja, ele será quitado alguns meses antes do prazo original. Vale a pena ressaltar que após ganhar e pagar o lance, o participante do consórcio precisa continuar pagando as parcelas mensais para não prejudicar o restante do grupo.

Todo cliente que fica inadimplente é descontemplado pela administradora, e o lance dado não retorna para o devedor, mas fica como um pagamento antecipado.

Após usar a sua carta de crédito e comprar o bem desejado, o consórcio assume as características de uma dívida comum. Assim, o proprietário pode perder o que comprou se deixar de realizar os pagamentos.

Dar um lance em consórcio pareceu mais fácil agora? Se você seguir nossas dicas e levar os principais fatores em consideração, como as características do grupo, a média mensal dos lances e o melhor momento do ano, você terá muito mais chances de acelerar a sua contemplação da carta de crédito.

Ainda ficou com dúvidas? Entre em contato com a Rodobens! Estamos aqui para ajudar a escolher o melhor consórcio para você!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários