Compra de carros seminovos: como fazer o melhor negócio?

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

A compra de carros seminovos pode ser bastante interessante para quem está pensando em trocar de veículo. Afinal, os preços mais em conta podem servir tanto para economizar quanto para adquirir modelos superiores ou com mais opcionais, e ainda diminuir os gastos futuros de propriedade, como impostos e seguros.

Isso acontece porque a maior desvalorização de um automóvel novo ocorre nos três primeiros anos de uso. Ou seja, só de sair da concessionária, o zero-quilômetro já sofre uma depreciação média de 15%.

Assim, optar por um seminovo livra o proprietário dessa perda de valor, podendo utilizar a quantia economizada para conseguir outras vantagens.

No entanto, é preciso tomar certos cuidados para que a compra não se torne uma dor de cabeça. Veja, nos próximos tópicos, nossas dicas para você fazer o melhor negócio.


CTA_Guia-da-compra-do-seminovo_final

Pesquise bastante

É necessário pesquisar muito antes de “bater o martelo”. Não se deixe influenciar por ofertas extravagantes sem antes ter certeza do que pretende fazer. Existem diversas maneiras de comprar hoje em dia, especialmente pela internet.

Pesquise até mesmo nas cidades ou regiões vizinhas à sua. O preço dos automóveis pode variar muito, e você tem a chance de conseguir algo mais em conta. Tente controlar a ansiedade que a compra de um bem desse porte pode gerar e faça a melhor escolha.

Busque o melhor custo-benefício

Calcule os valores dos descontos no seminovo em comparação com o zero-quilômetro do mesmo modelo.

Depois, procure aquela oferta que apresenta melhor custo-benefício, com a inclusão de vantagens como acessórios opcionais (trio elétrico, aparelhos de som ou DVD e sensores de estacionamento, por exemplo), itens de fábrica (como direção hidráulica ou elétrica, ar-condicionado, freios ABS) e pagamentos de impostos e seguro.

Considere a marca do automóvel

Certamente, vender não será seu objetivo em curto e médio prazo, mas é importante descobrir se o carro que está querendo é fácil ou difícil de revender. Analise as marcas e os modelos nos quais tem interesse e veja se eles estão na lista de automóveis que mais desvalorizam com o tempo. Veículos que saíram de linha sofrem grande depreciação, porque o conserto e a troca de peças ficam mais difíceis.

Avalie a conservação do veículo

A aparência do automóvel é essencial na aquisição de um seminovo. O uso do veículo deixa rastros, mesmo que o antigo dono seja cuidadoso o bastante. No entanto, é recomendado observar lataria, rodas, iluminação (lâmpadas e faróis), painel e demais detalhes que, ainda que aparentem fazer parte somente da parte visual, podem levar a problemas sérios.

Nesse caso, é necessário que o carro esteja em ambiente com bastante iluminação para identificar amassados, arranhões ou possíveis reparos visíveis a olho nu. Superfície áspera, diferenças na pintura e desalinhamento no encontro de peças da lataria (portas) são indícios de que algo grave aconteceu com o veículo no qual você tem interesse. Provavelmente ele sofreu reparos importantes.

Em casos como esse, questione o vendedor sobre o ocorrido. Quanto aos carros usados, é bom reforçar que pequenas manutenções feitas por estabelecimentos não autorizados podem levar à perda da garantia de fábrica, que poderia durar de 3 a 5 anos, dependendo do modelo.

Conheça as condições mecânicas do carro

Ainda que o carro tenha passado por todas as inspeções de rotina na concessionária, é preciso conhecer a sua situação mecânica no momento da compra. Analise isso diretamente com o vendedor e peça para experimentar a dirigibilidade do carro.

Ao realizar o test drive, ande por alguns quilômetros com o veículo para sentir melhor seu funcionamento na estrada. Observe o ruído do motor, o desempenho da suspensão, do sistema de transmissão, alinhamento e freios.

Para sentir mais segurança com a inspeção, leve um mecânico de confiança para fazer uma avaliação mais criteriosa. Dessa forma, você terá um resultado preciso da performance do seminovo, evitando muitas dores de cabeça no futuro.

Calcule as despesas fixas

Para não adquirir um carro que trará despesas além da sua capacidade de pagamento, é preciso calcular com antecedência os gastos fixos a serem desembolsados periodicamente.

IPVA , DPVAT e licenciamento são os principais impostos para que o documento do veículo fique em dia junto aos órgãos de trânsito. O segundo serve para indenizar vítimas de acidentes de trânsito, independentemente de a pessoa ter sido culpada ou não pelo acidente.

Ainda tem o seguro automotivo e as parcelas da modalidade de pagamento escolhida. Pese todos esses gastos e avalie seu orçamento para evitar comprometimentos futuros.

Veja a documentação e a procedência

É muito importante ter certeza de que os documentos do veículo estão em ordem. Veja se ele apresenta alguma pendência, como tributos e multas a serem quitados. Acesse o site do Detran do seu estado para tirar a prova.

É possível também fazer uma vistoria para ter certeza de que o automóvel é o mesmo que está informado no registro. Essa checagem é realizada por meio do código de identificação gravado no chassi ou nas placas. A inspeção garante que você não levará um carro problemático para a garagem.

Vale lembrar que, após a aquisição, você terá até 30 dias para fazer a transferência da documentação junto ao departamento de trânsito.

Verifique a quilometragem

Para descobrir se a máquina apresenta quilometragem alterada, veja o estado dos pneus. Bem conservado, um conjunto pode resistir, no máximo, 40 mil km. Logo, se esses componentes estiverem com a borracha muito desgastada, e o painel estiver indicando 25 km, por exemplo, é provável que o km total tenha sido modificado.

Outra recomendação é ver as condições de itens de manuseio constante, como a manopla do câmbio e o volante. Se eles estiverem muito lisos e ofuscantes, o seminovo deve ter uma quilometragem elevada.

Por último, veja de perto a aparência da placa dianteira. Se ela estiver ondulada, com letras apagadas e ferrugens, provavelmente o veículo já rodou muito.

Cheque o histórico do veículo

A aparência do carro é essencial, mas é óbvio que não podemos considerar somente essa primeira impressão. É comum encontrar automóveis com boa condição aparente, mas que apresentam diversos problemas mecânicos e legais.

Alguns aplicativos e sites permitem analisar a situação de um veículo pela placa. No entanto, a recomendação é acionar empresas que levantam todo o histórico com informações pertinentes, como ano de fabricação, leilão, ocorrência de roubo ou furto, quilometragem, recall e outros registros relevantes.

Nesse sentido, a Rodobens preza pela sua história, experiência e idoneidade de mercado. O catálogo de seminovos, por exemplo, conta com históricos transparentes sobre cada automóvel comercializado na concessionária.

Suspeite de preços muito abaixo do mercado

É tolerável que vendedores ofereçam um seminovo abaixo do preço de mercado para agilizar a venda e bater metas, mas essa não pode ser uma prática comum. O proprietário pode estar tentando se livrar de um veículo cheio de problemas, sendo que o gasto com manutenção pode ser muito elevado, assim como pode haver empecilhos na contratação do seguro auto.

Grandes descontos também são questionáveis. No Brasil, estamos habituados com o famoso “descontinho”, e é bom pedi-lo, já que o preço apresentado costuma ter uma “gordura” justamente para isso. Porém, ofertas muito vantajosas podem esconder futuros prejuízos ao comprador.

Além disso, vale ressaltar que colisões graves, nas quais a estrutura do automóvel pode ser arruinada, desvaloriza muito a hora da venda. Por sorte, em algumas ocasiões, não tem como mascarar defeitos para quem sabe comprar.

Mais uma vez, veja a pintura e procure por ondulações na lataria. Se encontrar alguma alteração, pode ser que ele já tenha sofrido uma batida. Por fim, analise o capô e as portas e abra-os totalmente; se ouvir estalos, certamente foram substituídos.

Não compre carros que passaram por enchente

Em cidades grandes como São Paulo, não é difícil encontrar veículos que ultrapassaram enchentes. Para fugir disso, a recomendação é sentir o odor do automóvel. Por melhor que tenha sido a higienização após o alagamento, o cheiro característico permanece.

Para amenizar um pouco, o proprietário coloca sachês perfumados em locais estratégicos. Outro detalhe: verifique a tapeçaria e os bancos, pois raramente voltam ao normal após terem entrado em contato com a água barrenta.

Escolha a melhor forma de pagamento

A melhor maneira de pagar qualquer produto é à vista. No entanto, é raro alguém que tenha prontamente uma quantia suficiente para a compra de um carro, mesmo seminovo, não é?

Assim, é preciso escolher, entre consórciofinanciamento e leasing, qual a modalidade de pagamento que melhor se encaixa em suas necessidades e condições financeiras.

Além disso, você precisa avaliar as taxas de juros dos parcelamentos para ter certeza de que fará um bom negócio. Veja a possibilidade de negociar esses acréscimos.

Faça negócio com um vendedor confiável

Problemas anteriores à venda com a mecânica do veículo ou com a documentação são de responsabilidade do vendedor.

Por isso, é importante comprar carros seminovos somente em estabelecimentos confiáveis, em empresas consolidadas no mercado e com uma reputação a zelar. Dessa forma, o comprador tem a garantia de que seu automóvel passou por uma revisão completa antes de ser colocado à venda.

Nesse sentido, a Rodobens é pioneira, pois contamos com diversas concessionárias credenciadas em todo Brasil e oferecemos serviços de banco, de consórcio, de leasing e de seguros auto. Não deixe de conferir.

Como vimos, a compra de carros seminovos pode trazer diversos benefícios para quem vai trocar de veículo. Mas alguns cuidados precisam ser tomados visando garantir que você fará o melhor negócio e aproveitará todas as vantagens, como preços mais baratos e diversas opções de modelos e de acessórios.

Gostou de nossas dicas? Ficou com alguma dúvida sobre a aquisição de um veículo seminovo? Então, entre em contato conosco. Podemos ajudar você antecipar a conquista do seu automóvel.

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

De todas as marcas e valores, com a garantia Rodobens

Comentários