Vale a pena comprar um imóvel para morar?

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

aquisição de um imóvel é um grande passo na vida de qualquer pessoa, não é verdade? Justamente por isso é que, antes de se decidirem, muitos se perguntam se comprar para morar é realmente uma melhor opção que o aluguel. Você também sente insegurança, sem saber que decisão tomar? Então, chegou ao post certo!

Continue a leitura para saber quais são as expectativas para o mercado imobiliário neste ano, aproveitando para aprender a avaliar se vale mesmo a pena comprar um imóvel para morar e conhecer as alternativas para fazer esse investimento!

Setor imobiliário: quais as expectativas para 2021?

Em 2021, a economia conseguiu engrenar uma certa retomada, o que aumenta a expectativa de melhoria para o mercado imobiliário. Durante a crise provocada pela pandemia, esse foi um dos setores que menos sofreu impactos em comparação com os demais, no entanto, a situação pode melhorar a partir de agora.

Com o aumento da vacinação contra a Covid-19, muitas empresas estão animadas em começar alguns empreendimentos, o que acaba afetando positivamente o setor de imóveis. Além disso, a baixa histórica da Selic no último ano também se apresenta de uma forma bem favorável para o segmento.

Em 2020, a taxa chegou aos 2%. Assim, com o aumento de emprego e de renda provocados pela retomada do mercado, junto da redução da taxa básica de juros para a contratação de crédito imobiliário, a busca pelo financiamento tende a aumentar.

Também é interessante ficar de olho em algumas tendências que devem se fortalecer nesse período, como:

  • a valorização de imóveis mais espaçosos, especialmente em função do aumento da demanda por home office e do maior tempo que as pessoas passam em casa;
  • o crescimento de anúncios e negociações online de serviços e produtos;
  • a maior procura por apartamentos e casas com jardim ou varanda gourmet.

Imóvel: por que vale a pena comprar para morar?

Decidir entre alugar ou comprar um imóvel é complexo. Primeiramente, é preciso que a pessoa interessada avalie de forma realista a necessidade da compra de um imóvel, a motivação para isso e, é claro, se tem condições financeiras para tanto.

Para isso, é preciso consultar as taxas de juros praticadas pelos bancos, saber qual porcentagem do valor do imóvel pode ser financiada e ter em mente a inflação que vai incidir nos valores durante o período previsto. Além disso, é preciso fazer os comparativos entre os preços de outros imóveis e dos aluguéis.

Se você não tiver pressa para ter a posse do bem, uma saída atrativa é o consórcio, que não pede o pagamento de entrada, dispensa burocracias e não inclui os juros. Fechando contrato com uma boa administradora, basta pagar suas parcelas em dia e esperar pelos sorteios!

Investimento em imóveis: é uma boa alternativa?

Quando pensamos em comprar imóveis, às vezes nos esquecemos de que essa transação deve ser encarada como um investimento. Pensando nisso, elencamos as principais razões pelas quais essa aquisição é uma boa ideia. Veja só!

Garantia de segurança

O mercado imobiliário é um setor extremamente confiável. Isso sem contar que, por se tratar de um bem material, você não corre o risco de sofrer perdas por fraude ou confisco. Diferentemente de outros investimentos de alta instabilidade, como ações da Bolsa de Valores, comprar um imóvel é garantia de segurança financeira.

Certeza de rentabilidade

Alugando o imóvel comprado, você consegue gerar renda para cobrir o próprio montante que foi investido na aquisição. Além do mais, em tempos de crescimento econômico, a tendência é que os imóveis se valorizem. No longo prazo, então, isso pode gerar grandes margens de lucro para o investidor.

Baixa volatilidade

Pode acreditar: mesmo em tempos de crise econômica, o valor dos imóveis apresenta pouca variação em relação a fatores como inflação, preço do Dólar e juros básicos.

Consórcio: como ele pode ajudar a adquirir seu imóvel?

Uma opção viável para quem quer comprar imóvel para morar, mas não tem dinheiro para pagamento à vista ou que não deseja ficar sem capital, é o consórcio. Ele é uma forma de crédito imobiliário que vem se consolidando no mercado como uma excelente solução financeira.

Em geral, quem se interessa em adquirir a casa própria pode formar uma espécie de fundo coletivo, como se fosse uma poupança. Nesse caso, uma empresa fica responsável pela gestão do fundo. Essa é a administradora do consórcio e é ela quem vai cuidar tanto da arrecadação quanto da distribuição das cartas de crédito no final.

Ao longo do prazo do consórcio, os participantes concorrem a sorteios. Nessas ocasiões, são sorteados membros do grupo que serão contemplados e receberão nesse momento a carta de crédito. Além disso, o consórcio pode ajudar em diversos outros sentidos, incluindo os que você verá a seguir.

Compra sem entrada

A primeira grande vantagem do consórcio é que você não precisa ter o valor de entrada para comprar o imóvel para morar. É isso mesmo, diferentemente de outras soluções financeiras, o consórcio parcela 100% do valor. Assim, no momento da contratação, tudo o que você precisa desembolsar é a primeira parcela. Mas, atenção: não se esqueça de fazer um planejamento para continuar pagando em dia.

Valores e taxas mais acessíveis

O consórcio não conta com a cobrança de juros que é feita por outras soluções financeiras. Por isso, seus valores tendem a ser menores em relação a outras opções de compra. Porém, vale atentar ao fato de que a administradora cobra outras taxas para conseguir manter a gestão.

Garantia de poder de compra

Quando você adquire um consórcio, o valor da carta de crédito é continuamente reajustado. Assim, você pode ter mais tranquilidade, pois saberá que o dinheiro que está sendo pago não desvalorizará em função da inflação durante o período de vigência do plano. E caso o valor dos imóveis do seu interesse aumente, você também pode aumentar sua faixa de crédito, possibilitando a aquisição de um imóvel de maior valor.

Maior flexibilidade

Cada administradora tem um conjunto de produtos diferentes. Por isso, quando você procura uma para adquirir o seu imóvel, é mais fácil encontrar uma proposta que se encaixe exatamente naquilo que você está buscando. Isso significa que você pode escolher valores diferentes de crédito, prazos de pagamento e até as parcelas, dependendo de quanto quer investir por mês.

Aprimoramento da educação financeira

Para cumprir o contrato de consórcio imobiliário, você precisará se organizar e desenvolver a sua educação financeira. Por isso, estar com o orçamento equilibrado deve estar entre suas prioridades.

É assim que você se habituará tanto a "poupar" uma quantia dos seus rendimentos mensais por um longo período. Por sua vez, isso levará a manter suas despesas sob controle.

Meios de aumentar as chances de contemplação

Uma das maneiras mais comuns de ser contemplado no consórcio é ser sorteado. No início, as suas chances dependerão do número de participantes e das cotas sorteadas pela administradora. No entanto, à medida que o tempo for passando e os participantes forem recebendo suas cartas de crédito, suas chances aumentam.

Se você quiser acelerar esse processo, pode fazer a oferta de lances, que funciona como um adiantamento de parcelas. Com isso, você pode ser contemplado antes, quitando as parcelas do contrato antes do seu prazo final e garantindo um valor atrativo.

Possibilidade de contar com as vantagens da compra à vista

Outro ponto bastante favorável do consórcio é que a carta de crédito permite que você compre o imóvel com as condições de negociação à vista. Logo, você terá um poder maior de barganha e poderá conseguir um preço melhor. Tendo a carta de crédito, o dinheiro é transferido diretamente para o vendedor, o que torna a transação mais segura para ambas as partes.

Contratação do consórcio: quais são os pontos a observar?

São diversas as vantagens do consórcio, certo? No entanto, antes de contratar o serviço, é importante que você tenha atenção a alguns aspectos básicos para garantir que o plano não vá prejudicar suas finanças:

  • escolha uma administradora de confiança e reconhecida no mercado, além de ser certificada pelo Banco Central;
  • pesquise as taxas de administração e escolha uma opção que oferte um bom custo-benefício, considerando que você possa cumprir com as parcelas mensalmente;
  • avalie se o prazo do consórcio é vantajoso para você, principalmente para que consiga se planejar e cumprir as regras do contrato sem contratempos;
  • leia atentamente as cláusulas e condições do contrato, identificando seus direitos e deveres, o que garantirá que você cumpra sua parte;
  • faça um planejamento financeiro eficiente para saber quanto você realmente poderá pagar por mês, considerando que o prazo do contrato é longo;
  • descubra quais são as formas de obter a sua carta de crédito (sorteio e lances) e entenda como você pode dar os lances, quantos são os contemplados mensais e assim por diante.

Não é à toa que o consórcio é considerado uma excelente solução financeira para comprar um imóvel. Afinal, ele facilita bastante a vida de quem quer dar esse passo importante, mas não possui o dinheiro para pagamento à vista ou que não deseja ficar sem capital. Além disso, como você viu, o consórcio é um ótimo meio para desenvolver disciplina e organização financeira, já que sua duração costuma ser bastante longa.

Se você tem dificuldade para economizar e reservar dinheiro por conta própria, esse pode ser um ótimo estímulo. Portanto, considere essa uma opção flexível e acessível, como se fosse um apoio para conquistar o seu objetivo.

Seja para moradia ou para investimentos, a aquisição de imóveis pode ser realmente vantajosa. Apesar de ter um valor bastante alto, é o tipo de esforço financeiro que pode garantir um futuro mais tranquilo para você e para a sua família.

E aí, gostou de saber mais sobre as alternativas para comprar imóvel para morar? Então, aproveite para ter acesso a todos os nossos conteúdos diretamente no seu e-mail. Assine a nossa newsletter e se atualize!

 

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários