Comprar um veículo utilitário pode ser um verdadeiro desafio. Isso porque não só os preços costumam variar bastante como também são muitas as opções de marca disponíveis.

    Por essas e outras, é importante pesquisar bem, levantando algumas informações essenciais antes de fazer sua escolha. No entanto, ainda assim é comum ficar com dúvidas. Afinal, quais são exatamente os itens a avaliar para não errar na hora da compra?

    Para ajudá-lo nessa tarefa, mostraremos aqui algumas das questões mais importantes para se ter em mente na hora da compra de veículos utilitários. Confira!

    Qual o objetivo de uso do veículo?

    O primeiro passo é identificar exatamente o uso que você pretende dar ao veículo. Isso certamente o ajudará a listar as características que o automóvel deve ter para atender a suas necessidades.

    Como exemplo, podemos citar o uso do automóvel para trabalho. Se você carrega pequenas cargas, pode ser vantajoso comprar uma picape, um carro sedan ou com interior amplo e banco traseiro removível. Já no caso de uso familiar, apenas para pequenos passeios de final de semana, um veículo mais compacto e econômico ganha pontos.

    Não tem segredo: basta parar para pensar na sua realidade e em como esse veículo vai ajudar. Quanto mais específico você for na resposta, mais fácil será avaliar as opções.

    Que acessórios são realmente necessários?

    Outro requisito importante diz respeito à disponibilidade de acessórios. Tendo em mente o uso que você pretende dar ao carro, é fácil identificá-los. Vidros e travas elétricas, airbags, direção hidráulica e até mesmo a quantidade de portas são bons exemplos.

    Se você quer um veículo para ir e voltar do trabalho, pode ser interessante que tenha ar condicionado para aliviar o incômodo nas horas de maior trânsito. Se o trajeto é curto, mas você costuma deixar o veículo na rua, travas elétricas e alarme são itens fundamentais.

    Lembre-se também de sempre cotar seguros para as opções que tiver em mente! Conhecer esse custo o quanto antes ajuda no planejamento financeiro para a compra.

    Qual a marca do veículo?

    É claro que você pode ter suas preferências em relação às marcas disponíveis. Isso também deve ser levado em consideração. Mas é sempre importante observar, de acordo com o objetivo de uso do carro, quais marcas são mais confiáveis. Afinal, ninguém quer sofrer com problemas mecânicos por ter dado preferência ao conforto na hora da compra, não é?

    Pensando nisso, faça uma pesquisa de mercado cuidadosa. Se vai carregar muito peso no veículo, por exemplo, identifique marcas que fabriquem carros resistentes. E essa mesma dica serve para quem pretende rodar muito.

    No fim das contas, por mais que vários itens sejam similares, cada marca tem suas vantagens e desvantagens. Ah, e não se esqueça de conferir o custo para manter o veículo!

    Como é a durabilidade do modelo?

    Não basta ser bom. O veículo precisa ser durável! Em outras palavras: ninguém quer um automóvel com tecnologia de ponta se depois de um ano ele já começa a dar problemas. De olho nisso, consulte mecânicos e outros proprietários para saber mais sobre a manutenção do veículo.

    Um bom critério a ter em mente envolve a versatilidade. Se você roda muito na cidade e na estrada, por exemplo, é importante que o veículo se saia bem em ambos os ambientes. Da mesma forma, se for preciso pegar uma rua de terra de vez em quando, uma mecânica frágil pode se transformar em uma enorme dor de cabeça.

    Um test drive é sempre interessante para avaliar esses itens e questões como conforto e segurança. Por isso, ao pesquisar por veículos utilitários, confira a opinião de outros proprietários e faça um teste você mesmo. Estar precavido é a melhor forma de comprar com segurança e não se arrepender depois!

    Gostou das dicas? Então se inscreva gratuitamente na nossa newsletter para receber mais conteúdos sobre o assunto!