Consórcio de automóveis: como ter mais chances de ser contemplado?

Julho 2016

7 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

consorcio de automoveis como ter mais chances de ser contemplado.jpg

Quer não gosta de trocar de carro, não é mesmo? Felizmente, o mercado disponibiliza muitas opções para quem quer comprar um veículo, seja ele novo ou usado. Entre as alternativas mais conhecidas estão os consórcios, que oferecem, entre outros benefícios, a possibilidade de adquirir o bem sem precisar pagar altas taxas de juros, como acontece nos financiamentos.

No entanto, quem participa de um consócio precisa esperar a contemplação, o que pode demorar um pouco. Mas nada de desânimo, porque existem sim formas de antecipar o processo! Quer saber como ter seu consórcio contemplado de veículos mais rapidamente? Acompanhe nosso post e saiba como aumentar suas chances!

O que são os consórcios e como eles surgiram?

O consórcio é uma das alternativas de compra mais inteligentes que existem. Ele foi criado na década de 1960, quando a indústria automobilística era recente em nosso país e não havia ainda a oferta de crédito direto ao consumidor.

Para resolver a situação, um grupo de funcionários do Banco do Brasil se reuniu para formar um fundo com o qual cada participante contribuiria mensalmente, pagando uma parcela equivalente a uma fração do valor do automóvel.

Juntos, eles poderiam comprar um veículo com maior facilidade e sorteá-lo entre os participantes até que todos fossem contemplados, dando origem a esse conceito que tem, até hoje, grande sucesso em todo o território nacional.

O consórcio é, portanto, um tipo de poupança coletiva destinada à aquisição de bens e serviços. Além do consórcio de automóveis, há consórcios também para a compra de caminhões, implementos agrícolas, motos, imóveis e até viagens e tratamentos estéticos!

De 1960 para cá, pouca coisa mudou no conceito, mas muito se transformou na aplicação do sistema de consórcios. Com a definição de regras específicas e o estabelecimento de administradoras sólidas nesse segmento, a confiabilidade da prática se consolidou e foram criadas formas de aumentar as chances de contemplação.

Como ocorre a contemplação em um consórcio?

contemplação pode acontecer em 3 situações: por sorteio, por lance ou ao final do período do acordo. O consorciado deve estar ciente de que pode ser sorteado a qualquer momento, do primeiro ao último mês de vigência. Caso não seja, receberá sua carta de crédito apenas ao fim do contrato. Os sorteios são realizados em assembleias.

O consorciado contemplado passa pelo processo de análise de crédito para receber a carta de crédito e poder comprar seu automóvel. A grande vantagem do sistema é que, para adquirir o veículo, não será necessário pagar nenhuma taxa de juros, já que a mensalidade inclui apenas o valor real do bem e uma taxa administrativa destinada à empresa que gerencia o serviço. Essa taxa pode variar.

Como funcionam as assembleias do consórcio?

A partir do momento em que você passar a fazer parte de um consórcio, precisa se inteirar sobre o funcionamento das assembleias. São reuniões periódicas, em que os integrantes do grupo encontram com representantes da administradora tanto para os tão aguardados sorteios quantos para a definição de tópicos importantes para o bom andamento do consórcio.

As assembleias podem ser de caráter ordinário, que são as mais comuns. Nessas ocasiões é que os lances, os sorteios e as contemplações acontecem. Já as assembleias extraordinárias são convocadas quando algo urgente precisa ser discutido pelos integrantes do grupo.

Vale ressaltar que, com o avanço da tecnologia, cada vez mais administradoras optam por realizar assembleias pela internet, em ambientes online. Assim, os consorciados conseguem acompanhar as reuniões de onde estiverem, além de poderem também assistir às assembleias passadas, que ficam salvas.

Como são feitos os sorteios?

Quando adquire um consórcio, a pessoa recebe um número. É com ele que participará dos sorteios realizados mensalmente nas assembleias do grupo. Durante a assembleia, o número de cada consorciado é inserido em um globo semelhante aos usados no sorteio das casas lotéricas.

Caso a pessoa seja sorteada, ela terá o direito de receber a carta de crédito, independentemente do número de parcelas já pagas, desde que esteja em dia com os pagamentos e com a mensalidade atual quitada até a data do vencimento.

Cabe lembrar que todo consorciado contemplado deve continuar pagando as mensalidades normalmente, até o fim do consórcio. O processo de sorteio depende exclusivamente da sorte, não sendo possível prever quando o participante vai receber sua carta de crédito.

Como são feitos os lances?

Além da contemplação sorteada a cada assembleia, um determinado número de cartas de crédito é destinado aos consorciados que se dispõem a ofertar lances. Trata-se da promessa de antecipação de um certo número de parcelas. De modo geral, quanto maior é o número de parcelas antecipadas, maiores são também as chances de o consorciado sair vencedor.

Os lances podem ser classificados em 5 modalidades, que variam de acordo com o que for estabelecido na proposta de adesão ao grupo e nas condições especiais ofertadas no plano da administradora. Conheça a seguir cada um deles!

Lance fixo

O lance fixo deve ser equivalente ao número de antecipações estabelecido em contrato para a modalidade. No próprio termo de adesão do consórcio já se encontra o percentual fixado para esse tipo de lance, de acordo com o valor do automóvel desejado.

A definição desse percentual pode ser, por exemplo, de 25% ou de 50% do valor da carta de crédito contratada. Se mais de um consorciado oferecer o mesmo percentual, haverá um desempate por sorteio, de acordo com critérios também estabelecidos no contrato.

Lance livre

Outra modalidade possível, prevista em alguns consórcios, é o lance livre. Aqui, o número de antecipações não tem um padrão, ficando sua definição a cargo do consorciado. Nesse caso, ganha quem oferecer o maior percentual de antecipação em relação ao crédito pretendido.

Lance limitado

O lance limitado é o máximo permitido por lance na proposta. Assim como nas outras modalidades, se houver mais de uma pessoa disposta a ofertar o lance máximo, o desempate será feito por sorteio.

Lance mínimo

Há ainda o lance mínimo, que também é previamente estabelecido nos termos do consórcio, de acordo com um mínimo percentual do valor do bem. Suponhamos que o mínimo admitido como lance pela administradora seja de 10% do valor do automóvel. Se ninguém ofertar no lance livre um valor maior, ganha aquele que oferecer esse percentual mínimo.

Também são definidos critérios de desempate por sorteio, caso mais de uma pessoa oferte o mesmo percentual. Em geral, o lance mínimo não oferece boas chances de contemplação e pode ser uma estratégia arriscada, uma vez que, geralmente, as pessoas que desejam receber a carta de crédito por sorteio estão dispostas a dar lances maiores.

Lance embutido

Outra opção é o lance embutido. Nesse caso, não é necessário pagar nada em dinheiro. Se o lance dado for o escolhido, ele será descontado da carta de crédito, que, por isso, terá um valor menor.

Imagine, por exemplo, uma carta de crédito de 50 mil reais. Caso o consorciado opte por oferecer um lance de 20% do seu valor, receberá 40 mil se contemplado, devido ao desconto referente ao lance embutido.

Quando vale a pena dar um lance?

Saber se vale a pena dar um lance no consórcio vai depender muito de algumas condições, como sua situação financeira, sua necessidade de contar com o veículo antecipadamente e até mesmo a época do ano.

Logo de cara, é preciso manter um planejamento financeiro para acumular o montante necessário a fim de oferecer um lance viável. Além disso, não se esqueça de que a possível contemplação vai alterar suas despesas! Com o carro novo na garagem, será necessário arcar com seguro, manutenção e combustível, por exemplo. Analise seu orçamento para ver se está apto a suportar esses gastos.

De todo modo, não hesite muito em fazer o lance caso conclua que ele é a melhor opção. Se sua oferta não for a vencedora, você não perde o dinheiro e acumula experiência para novas tentativas!

Como aumentar suas chances?

Como vimos, o sorteio é uma forma de contemplação aleatória. O consorciado não tem como interferir nesse processo. Se não quiser depender unicamente da sorte, a saída para aumentar suas chances de contemplação é por meio dos lances, que podem ser realizados em todas as assembleias.

É importante salientar que, quando houver a intenção de dar um lance, ele deve ser encaminhado à administradora algumas horas antes do início da assembleia. O prazo de antecipação pode variar, dependendo do contrato firmado.

Para dar um lance vencedor, é importante compreender o histórico dos lances do grupo. Sabendo o percentual médio oferecido pelos consorciados, você pode avaliar se tem condições de ofertar valores maiores para assegurar a contemplação. Em geral, bons lances cobrem entre 20% e 50% do valor tal da carta de crédito.

Outra variável a ser considerada antes de oferecer um lance é a época do ano. Em determinados períodos, como no começo do ano, as obrigações financeiras das pessoas são maiores. Normalmente, então, as chances de oferta de lances volumosos diminuem.

Um lance aumenta consideravelmente as chances da contemplação no consórcio. Avaliar as diferentes modalidades previstas na proposta de adesão e ficar atento às ofertas realizadas em assembleias são estratégias fundamentais para conquistar um lance vencedor.

Além disso, para planejar seu lance, é importante que você conheça detalhadamente as regras da administradora e as condições que estão formalizadas no contrato. Procure obter o máximo de informações que puder e certifique-se de que está adquirindo uma cota de consórcio administrado por uma empresa séria, autorizada pelo Banco Central e comprometida com seus clientes.

É possível comprar uma cota contemplada?

Se os sorteios e os lances ainda não chamam tanto sua atenção, existe a alternativa de comprar uma cota contemplada. Nesse caso, o consorciado já tem direito à carta de crédito. Portanto, pode já providenciar a aquisição do bem. O problema é que esse tipo de negócio apresenta alguns riscos.

São vários os relatos de golpes envolvendo cotas contempladas. Além disso, a cota pode ainda não ter sido sorteada ou o negócio não ter sido autorizado pela administradora. Ainda é normal ter que pagar um ágio (um valor a mais) na hora da compra. Para não correr o risco de sair no prejuízo, o melhor é esperar ou direcionar seus recursos para a oferta de lances.

Se você chegou até aqui, conhece agora os principais detalhes do que é preciso para ter um consórcio contemplado de veículos. Com persistência, organização e planejamento, é possível aproveitar todas as vantagens dessa modalidade de compra e sair de carro novo!

Agora comente e nos conte: já comprou um carro usando consórcio? Compartilhe sua experiência conosco!

Nova chamada à ação

Comentários