Muita gente prefere usar a tecnologia para acessar os serviços bancários, graças à era da internet, dos smartphones e da mobilidade. Quer coisa melhor do que levar seu banco aonde você for? Justamente por isso muita gente vem aderindo às contas digitais.

    Mas você sabe o que elas são e para que servem? Não se preocupe: a gente explica! Confira mais sobre esse assunto neste post e entenda quais as diferenças entre as contas digitais e as tradicionais. Boa leitura!

    O que é uma conta digital?

    Uma conta digital é uma modalidade de conta de depósitos, feita para você fazer movimentações pela internet, em um aplicativo ou no site do banco. Diferentemente das contas tradicionais, você não precisa ir até uma agência para realizar a abertura, que pode ser feita virtualmente.

    Para os bancos, a presença do cliente no ambiente físico é cara. É preciso pagar os custos de toda a infraestrutura, incluindo:

    • instalações físicas;

    • guichês de caixa;

    • funcionários, etc.

    Por isso, as contas digitais liberam os consumidores de pagarem as tarifas típicas dos serviços bancários. São cobradas deles apenas as atividades que dependam da agência ou de outros recursos, como a emissão de talões de cheque.

    Como é a abertura das contas digitais?

    Os detalhes variam conforme o banco. O primeiro ponto é encontrar quais instituições disponibilizam essa modalidade de conta.

    De forma geral, você instala um aplicativo em seu smartphone e segue os passos indicados para abrir uma conta digital. Em geral, são solicitados seus dados e o envio da imagem dos seus documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de residência). Com a aprovação, você recebe o número da sua conta e pode movimentá-la pelo número de celular autorizado.

    A característica principal da abertura da conta digital é que não é necessário que você compareça ao banco para apresentar documentos e assinar os contratos. Isso pode facilitar a vida de quem precisa de uma opção prática e simples!

    Quais os serviços a que o correntista tem direito?

    Os produtos e serviços incluídos gratuitamente na conta digital varia conforme o banco. Geralmente, além do cartão de crédito e débito, estão inclusos serviços feitos pela internet ou nos terminais de autoatendimento, como:

    • saques, pagamentos e emissão de extratos;

    • transferências eletrônicas por TED e DOC;

    • transferências entre contas da mesma instituição, entre outros.

    Quem pode abrir uma conta digital?

    Os bancos costumam limitar a abertura desse tipo de conta para pessoas que não são seus correntistas na modalidade tradicional. Fora isso, desde que seu CPF esteja regular na Receita Federal, você pode ter uma conta digital. Se seu nome não estiver limpo, o que vai ser dificultada é a obtenção de crédito.

    Mas só vale a pena solicitar essa conta se sua movimentação principal for feita pela internet e meios digitais. Portanto, é importante avaliar quais serviços são gratuitos no banco que você escolher, para não correr o risco de precisar pagar várias taxas que tornariam o pacote de serviços mais vantajoso.

    Além disso, vale lembrar que não existe a opção de fazer contas conjuntas digitais, apenas as tradicionais.

    Portanto, faça um paralelo: compare as opções e escolha o que é mais adequado às suas necessidades. As contas digitais podem ser bem vantajosas e práticas, desde que sirvam ao que você precisa!

    Quer receber mais conteúdos como este? Assine nossa newsletter e tenha todas as novidades em seu e-mail!