Entenda como funciona a contemplação da cota no Plano Pontual

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Quem está se esforçando para adquirir um carro novo ou a casa própria sabe bem que o consórcio é uma das modalidades de aquisição mais vantajosas, especialmente do ponto de vista da economia e do planejamento.

Contudo, no consórcio, o acesso ao crédito para a compra do bem desejado só é possível após a contemplação de cota — o que nem sempre acontece de forma imediata, já que depende da sorte ou da oferta de lance.

Pensando nisso, a Rodobens criou a opção de crédito no Plano Pontual, uma modalidade exclusiva do consórcio Rodobens que permite ao cliente antecipar a aquisição do seu bem por meio de uma operação de crédito realizada junto ao Banco Rodobens.

A seguir, preparamos um artigo completo para apresentar essa modalidade de aquisição da cota do consórcio da Rodobens e mostrar como ela funciona. Continue a leitura e descubra como facilitar ainda mais a realização dos seus objetivos!

Como funciona a contemplação de cota em um consórcio?

Como se sabe, os consórcios tradicionais oferecem diferentes alternativas para que o consorciado consiga ser contemplado e tenha acesso ao bem desejado. Em geral, a contemplação ocorre por meio dos sorteios periódicos, realizados nas assembleias, em que o participante depende do acaso para sair vencedor.

Além dessa opção, existe a possibilidade da oferta de lances, que nada mais é do que a antecipação do pagamento das suas parcelas. Por essa razão, os lances nem sempre são viáveis para todos os perfis de consorciados, já que exigem o pagamento antecipado de uma quantidade razoável de parcelas para conseguir a contemplação.

Assim, tradicionalmente, a contemplação em consórcio não costuma ocorrer de maneira imediata — como muitos desejam. A menos que o participante tenha a sorte de ter a sua cota sorteada logo nos primeiros meses, a liberação da carta após a contemplação pode demorar mais do que o desejado e, inclusive, ocorrer somente ao final do plano.

A imprevisibilidade da contemplação é, sem dúvida, um dos pontos que fazem com que muitas pessoas optem por adquirir um bem, como um veículo novo ou seminovo, por meio do financiamento.

Nesse sentido, a pergunta que surge é: será que é possível contratar um consórcio e ainda aproveitar o acesso imediato ao crédito? Ou seja, é possível se beneficiar dessas duas vantagens na aquisição de bens? A resposta é “sim”! O Plano Pontual Rodobens é a solução.

E no Plano Pontual, qual é o procedimento?

No Plano Pontual Rodobens, não há a possibilidade da oferta de lances para tentar antecipar a contemplação e, consequentemente, o acesso ao bem desejado. Neste caso, há duas maneiras de se fazer a aquisição do bem: sorteio e a Opção Pontual. Entenda melhor cada uma delas, a seguir!

Sorteio

Para facilitar o entendimento, imaginemos o exemplo de um consórcio de 60 meses. Nesse caso, o consorciado contemplado no sorteio precisará atender à regra “Soma 12”. Ou seja, deverá ter pago pelo menos 12 parcelas, considerando, também, as antecipadas.

Sendo assim, se o cliente for sorteado na 5ª parcela, por exemplo, ele deverá antecipar mais 7 para atender à regra e ter sua contemplação de cota confirmada. Após esse passo, o consorciado poderá seguir o procedimento convencional de aquisição dentro da plataforma Credita, da Rodobens.

Caso o cliente não queira fazer as antecipações das parcelas, ele também tem a possibilidade de pagar as parcelas mensais até completar as 12 parcelas necessárias e, então, ter acesso ao seu crédito.

Opção Pontual

Essa modalidade acontece da seguinte forma: no Plano Pontual de 60 meses, por exemplo, existe uma alternativa diferente para quem não foi contemplado nos primeiros meses de consórcio. Dessa forma, a partir da sexta parcela integral paga, de forma consecutiva, já é possível fazer a opção Pontual para ter acesso imediato ao bem desejado.

Para isso, é preciso que ele atenda à regra "Soma 24", ou seja, ter um total de parcelas pagas mais as antecipas igual a 24 parcelas (parcelas pagas + parcelas antecipadas = 24).

Além disso, existem outras regras que precisam ser atendidas para fazer a solicitação, como:

  • não registrar nenhum atraso em pagamentos;
  • não ter realizado negociações anteriores.

Uma vez atendidos esses requisitos, avaliados pelo Banco Rodobens, o cliente passará por uma análise de crédito e cadastro e, se aprovado, poderá adquirir diretamente o bem que é objeto do contrato do consórcio.

O participante segue com o pagamento das parcelas do seu consórcio normalmente e, quando tiver a sua cota contemplada no sorteio, poderá utilizar a carta de crédito para quitar a operação de crédito anteriormente contratado junto ao Banco Rodobens.

Portanto, a grande vantagem da Opção Pontual é que ela permite que o consorciado tenha acesso ao crédito de forma antecipada, antes mesmo de ser contemplado no sorteio. Assim, ele não precisa aguardar a contemplação de cota tradicional, que, como dito, pode ocorrer apenas ao final do grupo.

Como você pôde ver, para aquelas pessoas que têm pressa e desejam acessar o crédito do consórcio mais rapidamente, o Plano Pontual Rodobens desponta como uma excelente alternativa. 

Nesse modelo de consórcio, além da possibilidade de ser contemplado via sorteio, o cliente pode fazer a “Opção Pontual”, tendo acesso imediato ao crédito desejado por meio de uma operação financeira junto ao Banco Rodobens.

Dessa forma, a aquisição do bem ocorre de forma previsível e no momento mais oportuno, considerando as necessidades e possibilidades do consorciado. É uma opção a mais para agilizar suas conquistas, aproveitando todos os benefícios e diferenciais que o consórcio oferece.

Gostou das facilidades e vantagens do Plano Pontual? Entre em contato hoje mesmo com a Rodobens e saiba como ter acesso a essa modalidade de aquisição inovadora!

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários