Quem quer contratar um seguro precisa escolher entre as diversas opções oferecidas pelo mercado. Elas abrangem coberturas, serviços e preços muito diferentes. Por isso, é essencial fazer uma cotação de seguros antes de fechar negócio, para ter a certeza de que a escolha feita une qualidade e economia.

    Pensando nisso, preparamos este post com dicas incríveis que não vão deixar você errar na hora de fazer a cotação. Curioso? Então leia o texto até o fim!

    1. Opte por fazer uma cotação de seguros online

    Não quer sair de casa ou não tem tempo para ir de corretora em corretora atrás das melhores condições para contratar um seguro? Então opte sempre pelas cotações online.

    Além de poderem ser feitas em qualquer local com internet, essa opção evita deslocamentos e economiza tempo e dinheiro. Além disso, você tem acesso a um número mais amplo de opções, possibilitando uma comparação eficaz.

    2. Escolha uma seguradora de confiança

    A seguradora escolhida deve ser credenciada pela Superintendência de Seguros Privados (SUSEP), autarquia federal que regula e supervisiona o comércio de seguros no país. Empresas com a devida autorização operam sempre de acordo com a legislação, garantindo que o seguro será coberto de acordo com o que foi contratado.

    O mesmo cuidado vale para os corretores envolvidos no processo de contratação. Esses profissionais também devem estar credenciados na SUSEP.

    3. Conte com itens de segurança e seja cuidadoso

    Pessoas que demonstrem boa reputação e que investem em equipamentos de segurança para o seu patrimônio geralmente conseguem negociar e pagar menos pelo seguro.

    É o caso de motoristas que nunca se envolveram em acidentes, contam com rastreadores e alarmes em seus carros e sempre estacionam em locais seguros. Essas atitudes reduzem a chance de sinistro e permitem que a seguradora cobre menos pela proteção.

    Nesse sentido, é importante que o consumidor não minta! Informações fornecidas de forma enganosa na hora da cotação podem render uma dor de cabeça grande quando for necessário acionar o seguro.

    4. Leia o contrato e tire todas as dúvidas

    Contratos costumam ter termos complicados e letras pequenas. Mas não deixe de analisá-los com cuidado antes de colocar sua assinatura. 

    Logo de cara, verifique quais são as coberturas garantidas e se elas atendem às suas necessidades ou se será necessário acrescentar alguma coisa. O mesmo vale para os serviços adicionais oferecidos. Confira também o que não será coberto.

    Outro aspecto importante a ser considerado é a franquia, valor cobrado caso seja preciso acionar o seguro. Existem franquias reduzidas que, no entanto, tornam o seguro mais caro. O inverso também é possível: franquias maiores que barateiam o preço do seguro.

    Confira também todos os dados da apólice. E, em caso de dúvidas, não hesite em consultar o corretor, que estará preparado para solucionar seus questionamentos.

    5. Tenha calma na hora de decidir 

    Nada feito com pressa costuma dar bons resultados. E o mesmo vale para a contratação de seguros. Por isso, planeje-se e faça todo o processo com calma e atenção. Nunca contrate o primeiro seguro que aparecer pela frente. Além de caro, ele pode não oferecer as coberturas e serviços condizentes com a sua realidade.

    Fazer uma cotação de seguros é um estágio essencial da contratação. Com ela, o cliente tem acesso às melhores condições e consegue usufruir da vida e dos seus bens com mais tranquilidade. Portanto, anote as dicas apresentadas e coloque-as em prática.

    Procurando os melhores seguros? Entre em contato com a Rodobens e veja como podemos ajudar você!