Afinal, quando é comemorado o Dia do Caminhoneiro?

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Se tem algo que representa o Brasil são as suas infinidades de datas comemorativas espalhadas pelo calendário, feitas especialmente para celebrar, homenagear ou dar destaque para algumas profissões. Só o Dia do Caminhoneiro, por exemplo, é celebrado em três ocasiões diferentes, tudo para demonstrar a importância e o cuidado com esse profissional! Mas, afinal, você sabe o motivo dessa variação?

Neste post, explicamos a origem de cada uma das datas, reforçando por que é tão importante valorizar a profissão. Portanto, se você quer ficar por dentro do assunto, continue a leitura!

Quando é comemorado o Dia do Caminhoneiro?

O Dia do Caminhoneiro é uma data escolhida para homenagear o profissional que trabalha nas rodovias, fazendo o transporte dos mais diversos tipos de cargas. Na realidade, ele é comemorado em três datas diferentes:

  • o dia 30 de junho — instituído em 1986 pelo ex-governador de São Paulo, Franco Montoro, e promulgado por um decreto regional como forma de agradecimento aos profissionais, uma vez que o estado concentra 31,6% dos caminhoneiros do Brasil;
  • o dia 25 de julho — a data mais antiga e reconhecida, comemorada no Dia de São Cristóvão, padroeiro de quem vive na estrada;
  • o dia 16 de setembro — considerado o Dia Nacional do Transportador Rodoviário de Cargas, instituído em lei por Itamar Franco, ex-presidente do Brasil, no ano de 2009.

Por que é importante comemorar essa data?

Os dias escolhidos para celebrar a profissão e o trabalho desempenhado pelo motorista de caminhão não devem ser apenas comemorações festivas, mas também uma forma de reconhecimento do papel desses profissionais que têm participação na vida de todos, ainda que indiretamente.

Os caminhoneiros são imprescindíveis para a movimentação da economia em todo o mundo. O nosso país, inclusive, tem uma expressiva parcela da sua logística em modal rodoviário o que muitas vezes depende dos caminhoneiros.

Além disso, devemos levar em conta que essas também são datas úteis para refletir sobre as condições de trabalho às quais esses indivíduos são submetidos.

O motorista enfrenta muitas dificuldades ao longo da sua vida profissional, desde a compra de um caminhão até sua efetiva atuação nas estradas, onde enfrenta altas cargas horárias e lida com a deficiência da infraestrutura das rodovias, por exemplo.

Por isso, é preciso valorizar o trabalho desses profissionais, que, mesmo diante de tantas dificuldades, estão em constante busca por qualificação para otimizar a circulação de todo tipo de mercadoria do sul ao norte do país.

Nesse sentido, é importante que o simbolismo da celebração seja transformado, também, em meios concretos de reivindicar melhorias para a classe.

De forma geral, a profissão é mesmo essencial e carrega uma boa fatia do produto interno bruto brasileiro. Então, vale celebrar todas as datas e usar cada uma delas para reconhecer a relevância dos heróis das estradas e contribuir com suas lutas.

Agora que você conhece a história por trás das três comemorações relacionadas ao Dia do Caminhoneiro e entende a relevância desses eventos para a profissão, que tal compartilhar nosso conteúdo em suas redes sociais? Assim, você ajuda a difundir essas informações e demonstra sua gratidão aos profissionais da estrada!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Potencialize seu negócio,
com caminhão, ônibus ou van Mercedes-Benz

Comentários