Comprar é bom. Comprar com um desconto, então, nem se fala! Especialmente quando o orçamento está apertado, cada centavo faz diferença. E embora a maioria das pessoas, por pura vergonha, não faça disso um hábito, pechinchar ajuda a economizar na hora das compras — inclusive naquelas do dia a dia!

    Acredite: com as dicas que trouxemos aqui, alguma estratégia e uma boa dose de gentileza, é mais que possível obter bons descontos. Acompanhe e aprenda!

    1. Comece com uma boa pesquisa

    Mesmo sem pensar em pedir descontos, você deve adquirir o hábito de pesquisar preços antes de comprar, sempre em busca das melhores condições possíveis. Para pechinchar, é claro que essa pesquisa deve ser mantida! Conhecer a média de preços praticada pelo mercado ajuda na barganha, já que é possível saber de onde a negociação com o vendedor pode partir.

    Muitas e muitas vezes, a simples conversa do vi mais barato em outra loja já costuma ser um excelente argumento. Além disso, a pesquisa ajuda a conhecer melhor as especificações do produto, a fim de ver se ele realmente atende a suas necessidades e se cabe dentro do seu orçamento.

    2. Ofereça pagamento em dinheiro

    Outra forma de conseguir pechinchar um desconto mais significativo é realizando os pagamentos em dinheiro vivo. Desde 2017, inclusive, a diferenciação dos preços para quem paga em dinheiro ou com cartões é permitida pela lei 13.455. Em tese, isso incentiva os comerciantes a concederem abatimentos para quem paga à vista e em dinheiro, já que não é necessário arcar com as taxas cobradas pelas operadoras de cartões.

    Embora seja menos prático e seguro carregar as cédulas, há benefícios adicionais nessa prática que vão além da facilidade em pechinchar. O pagamento com dinheiro vivo dificulta o parcelamento, evitando que o consumidor gaste mais que o disponível. E aí está um ótimo jeito de evitar dívidas!

    3. Deixe a vergonha de lado

    Antes de ir às compras, deixe a vergonha em casa. Entenda: não há absolutamente nada de errado em pechinchar! Você está apenas procurando a melhor forma de fazer seu dinheiro, que demandou tanto esforço para ser ganho, valer mais.

    Ter em mente 2 coisas ajuda a quebrar essa barreira: o máximo que o lojista vai fazer é não dar o desconto e só consegue descontos quem pede! Lembre-se de que, na maioria dos casos, as lojas trabalham com margens de lucro excedentes justamente à espera dos clientes que pechincham.

    4. Evite lançamentos ou produtos de época

    Algumas categorias de produtos diminuem a chance de alcançar sucesso na pechincha. Entre elas estão os lançamentos e aqueles relativos a datas comemorativas. Fica mais difícil conseguir desconto em um celular recém-lançado ou em presentes na semana do Natal, por exemplo. Considere sempre esse detalhe.

    5. Procure por defeitos

    Essa dica deve ser seguida com cuidado, mas pode sim ser interessante. Ao avaliar um produto, procure por pequenos defeitos. Imagine uma peça de roupa: cheque os botões, os zíperes e as costuras. Caso encontre algum problema, peça o desconto como forma de compensação.

    A estratégia pode ser repetida com eletrônicos também. Explique que aquela versão do sistema operacional do celular está desatualizada, por exemplo. Só fique atento para que, qualquer que seja a falha ou a desatualização, o produto seja de fácil reparo.

    Manter a postura na hora de pechinchar também é indispensável. Evite frases deselegantes e antipáticas, lembrando sempre que o vendedor está apenas fazendo seu trabalho. Com isso, as chances de conseguir aquele descontinho desejado aumentam e você evita fazer o papel de chato!

    Acha que essas dicas podem interessar seus amigos? Então compartilhe este post nas suas redes sociais agora mesmo!

     
    Voltar