Saiba quais são os documentos necessários para comprar um carro

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Quem quer ter um automóvel zero ou trocar o seu por um modelo mais novo precisa se preparar. Afinal, são vários os documentos necessários para comprar um carro! Isso inclui o comprovante de pagamento do IPVA, a emissão do e-CRLV, entre outros. E todos eles são obrigatórios. E ninguém quer ter que adiar a conquista desse objetivo por pura falta de informação, certo?

Quando conhece a lista do que é exigido, você consegue se preparar, facilitando a aquisição. Então, não perca mais tempo: fique de olho neste post pra saber direitinho os documentos pra comprar um carro e não ser pego de surpresa!

Os documentos pra comprar um carro usado

Tudo bem que a compra de veículos novos requer documentação específica. Mas, e quando você compra um seminovo? Aí precisa ter cuidados extras desde antes de fechar o negócio. Veja só!

Quais são os cuidados antes da compra?

Peça o número do Registro Nacional de Veículos Automotivos (Renavam) ao dono anterior. Com ele em mãos, vá ao Detran da sua cidade pra averiguar se não existe nenhuma pendência que impeça ou prejudique o negócio. Outra alternativa é fazer uma consulta por meio do site do Detran de forma online e rápida.

Outro cuidado importante é conferir se o número do chassi que consta no documento é o mesmo gravado no automóvel.

Quais são os documentos necessários?

Inicialmente, é importante que você providencie originais e cópias de:

  • identidade, CPF e comprovante de residência — seus e do vendedor;
  • comprovantes de pagamento do IPVA dos últimos 3 anos, incluindo o atual;
  • comprovante de pagamento do seguro obrigatório;
  • Certificado de Registro de Licenciamento do Veículo eletrônico (e-CRLV);
  • recibo de transferência devidamente preenchido, com data e assinatura com firma reconhecida — ele pode ser o antigo DUT (Documento Único de Transferência) ou Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo em meio Digital (ATPV-e);
  • decalque do chassi do veículo.
  • Laudo da vistoria veicular

Pra carros importados, leve também a 4ª via da guia de importação. Se estiver de olho em um carro de um vendedor de outra cidade, é obrigatório fazer uma vistoria e providenciar um novo emplacamento, ok? Além disso, é preciso emitir uma certidão negativa de roubo/furto e de multa em qualquer que seja o município de origem.

 

2411 - Banners Blog Nova ID - Home - 1710x459

Qual é o prazo pra transferência?

O vendedor precisa emitir a Autorização para Transferência de Propriedade do Veículo eletrônico (ATPV-e) assinar e reconhecer firma. Você tem até 30 dias da data marcada no documento pra fazer a transferência. Depois desse prazo, pode ser multado por infração grave e receber 5 pontos na sua Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Além disso, quite possíveis pendências de licenciamento, multas, seguro obrigatório e IPVA. Pra transferir o carro para seu nome, solicite duas vias do Renavam no Detran — pode ser que esteja disponível diretamente no site. Também é preciso ter dois decalques do chassi e do motor do veículo, além dos comprovantes dos pagamentos feitos no banco.

Quem pode fazer a transferência?

A transferência do veículo é feita, preferencialmente, pelo seu atual dono. Mas um parente próximo pode fazer a transferência, desde que apresente um documento de identidade (original e cópia) pra comprovar o parentesco.

Também é possível usar um procurador legal, viu? Nesse caso, você tem que ir a um cartório e emitir uma procuração que tenha poderes específicos pra que a pessoa possa realizar o procedimento em seu nome, já que você é proprietário do veículo.

Os documentos pra comprar um carro novo

Quando você compra um carro zero, o serviço de regularização da documentação costuma ser oferecido pela própria concessionária. Se isso não acontecer, você pode providenciar tudo pessoalmente ou contratar um despachante.

O prazo, contado a partir da emissão da nota fiscal, é de 15 dias. Até regularizar toda a documentação, seu carro só pode trafegar até a unidade de trânsito para o devido emplacamento. Então, providencie:

  • cópia e original de seu CPF, RG e comprovante de residência;
  • cópia da nota fiscal da compra do carro;
  • Renavam preenchido;
  • original ou via eletrônica impressa da nota fiscal da concessionária ou revenda;
  • decalque legível do chassi;
  • comprovantes de pagamentos das taxas de primeiro registro e de emplacamento.

Leve toda essa documentação a uma das unidades de atendimento indicadas pelo Detran e dê entrada na solicitação de registro do seu carro. Lá também são emitidas as guias pra pagar o IPVA proporcional e o DPVAT.

Em seguida, você deve fazer a solicitação da emissão do Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo eletrônico (CRLV-e) junto ao DETRAN do seu estado.

Como tirar o comprovante de pagamento do IPVA?

O comprovante de IPVA pode ser retirado diretamente no site do DETRAN do seu Estado. É só entrar e fazer o login na área restrita do portal. Em seguida, será emitido o documento que contém todas as informações do seu veículo, entre eles os valores pagos referentes ao IPVA, multas e demais penalidades.

Além disso, o próprio documento digital do veículo pode servir como um comprovante de pagamento do IPVA, sabia? Caso a sua data de emissão esteja dentro do ano de regularidade do veículo, isso significa que o imposto sobre veículos está quitado naquele período.

Quando comprar um carro novo?

Após entender os documentos necessários pra comprar um carro, uma dúvida pode ficar na mente das pessoas: quando comprar um veículo novo? A primeira coisa que você deve avaliar é o mercado atual — é que existe muita sazonalidade nos preços desses bens.

Recentemente, houve um aumento generalizado nos preços de carros novos e usados, por exemplo. E esse tipo de movimento pode interferir diretamente na sua decisão de compra. Além do mais, é fundamental entender o seu perfil e preferências.

Quem gosta de ter o seu carro em perfeito estado durante meses ou anos, sem barulhos, ruídos ou defeitos precisa cogitar a aquisição de veículos novos. Quem não quer ter dificuldades com relação a manutenções também deve pensar nessa possibilidade.

Carros novos têm garantia durante alguns meses. Existem montadoras que oferecem anos de garantia em motor e câmbio, por exemplo. Daí você pode ficar tranquilo durante todo esse tempo!

Por outro lado, quem compra um carro usado tem um risco maior de ser pego de surpresa com algum tipo de reparo. Em alguns casos, o preço do serviço pode ser bem elevado.

Em contrapartida, quem opta por um modelo seminovo geralmente consegue pagar um valor menor por um veículo, tornando possível sua aquisição.

Por fim, quando você sabe de antemão quais são os documentos pra comprar um carro, evita perder tempo, dinheiro e até se sujeitar a multas. Além do comprovante de pagamento do IPVA e outros documentos necessários, lembre-se também de contratar um seguro o quanto antes (de preferência, ainda na concessionária), pra não trafegar com seu veículo sem proteção.

Gostou das dicas? Então, assine a nossa newsletter e receba todos os nossos novos conteúdos em seu e-mail!

 

 

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Representante das marcas Hyundai, Toyota e Mercedes-Benz, a Rodobens tem a melhor opção para você sair de carro 0KM.

Comentários