137727-saiba-como-economizar-gasolina-sem-prejudicar-seu-veiculo.jpg

Saiba como economizar gasolina sem prejudicar seu veículo

Novembro 2017

3 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Em tempos de aumento de impostos e de alta no preço dos combustíveis, chovem conselhos para reduzir o consumo do automóvel, não é mesmo? Verdadeiros milagres são prometidos. Mas sabia que essas soluções aparentemente fantásticas podem prejudicar seu veículo?

Entenda de uma vez por todas: quando se trata de consumir menos combustível, não existe mágica. Nesse cenário, qualquer recomendação que envolva modificar o veículo, por exemplo, está fadada ao fracasso. Afinal, isso significaria alterar as especificações de fábrica, que são pensadas justamente para que o carro tenha o melhor rendimento possível. Anote aí: mexer em um item costuma prejudicar outro.

Por mais que muitos métodos de economia já estejam consolidados no imaginário popular, é preciso lembrar que a tecnologia automotiva mudou bastante nos últimos anos, fazendo com que diversas possibilidades perdessem o sentido. No fim das contas, então, como economizar gasolina? Confira agora mesmo algumas dicas que realmente funcionam e, de bônus, não prejudicam seu carro!

Cuide da calibragem dos pneus

Andar com pneus abaixo da pressão correta pode causar uma elevação de até 20% no consumo de combustível. Isso acontece porque, com uma área maior de atrito da borracha com a pista, o arraste aumenta e acaba forçando o motor.

A recomendação, portanto, é manter a calibragem indicada no manual do veículo, conferindo semanalmente logo ao sair de casa, enquanto os pneus ainda estão frios.

Faça manutenção preventiva

O carro é uma máquina cujos componentes funcionam de maneira integrada. Existem, portanto, muitas peças que influenciam no consumo. Aí entram as manutenções preventivas a favor da economia de combustível.

Troque os filtros de óleo, ar e combustível, além de substituir o óleo do motor conforme as quilometragens e especificações indicadas no manual. A propósito, trate de seguir à risca as recomendações da montadora, ok? Um simples lubrificante diferente do especificado pelo fabricante, por exemplo, pode aumentar o atrito no motor, esvaziando o tanque mais rapidamente.

Fique de olho no alinhamento

Rodas desalinhadas puxam o carro para direções diferentes, o que aumenta o atrito com o solo e o arraste dos pneus, forçando o motor e aumentando o consumo de gasolina.

O que você precisa entender é que o desalinhamento é inerente ao uso: ocorre não só quando o carro passa por obstáculos e faz curvas, mas até com o automóvel parado! Então não dá mesmo para descuidar. O alinhamento das rodas deve ser feito como recomenda o manual do veículo — geralmente a cada 10 mil quilômetros rodados.

Procure dirigir defensivamente

Dirigir com cautela, antecipando as paradas e mantendo distância dos veículos à frente, faz com que você freie menos e aproveite mais a energia gerada pela queima do combustível. Além disso, essa postura diminui a quantidade de vezes em que o motorista usa o acelerador nas marchas menores, que consomem mais gasolina.

Mantenha a velocidade baixa

Sabia que, ao passar de 80 para 100 quilômetros por hora, o gasto total de combustível do carro aumenta cerca de 30%? É isso mesmo: quanto mais rápido, maior é o consumo. O segredo está, portanto, em se manter sempre na velocidade de cruzeiro (a 80 quilômetros por hora), a fim de garantir um bom rendimento ao motor e, claro, evitar multas e acidentes.

Evite andar em ponto morto

Um dos conselhos mais populares para economizar gasolina é andar em ponto morto em descidas. O detalhe é que, por mais que isso funcionasse na época dos carburadores, com a injeção eletrônica dos veículos atuais acontece justamente o contrário: com o carro desengatado, o sistema reforça o envio de combustível ao motor. Sem contar que essa é uma prática perigosa, pois elimina a ação do freio motor.

Considere trocar de carro

Quanto mais novo é o veículo, mais tecnologia está incorporada em seu projeto. Nessas condições, o carro se torna mais eficiente para aproveitar a energia gerada pela combustão. Além disso, motores flex permitem que os proprietários escolham o tipo de combustível com melhor custo-benefício. Comprar um carro mais novo é, assim, uma excelente maneira de gerar economia no longo prazo!

Com os constantes aumentos nos preços dos combustíveis, todo motorista tem buscado conselhos sobre como economizar gasolina. Como você viu, porém, nem tudo o que se ouve realmente funciona! Então fique atento, teste nossas dicas e tire suas próprias conclusões!

Por fim, se gostou das nossas dicas e quer receber mais informações sobre direção e economia, siga nossos perfis nas redes sociais! Estamos no Facebook, no Instagram, no Twitter, no Google+ e no LinkedIn, além do YouTube.

Comentários