Veja 3 brincadeiras para fazer com os filhos e ensinar educação financeira!

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Sem dúvidas, as brincadeiras assumem papel fundamental na infância, uma vez que desenvolvem habilidades e valores importantes para a vida adulta. Por meio delas, o pequeno adquire virtudes como resiliência, empatia e inteligência emocional. Sabendo disso, cada vez mais, os pais promovem jogos relacionados à educação financeira pensando no futuro dos filhos.

Ao mesmo tempo, surgem inúmeras dúvidas sobre quais seriam as brincadeiras ideais para estimular as habilidades financeiras. Pensando nisso, elencamos algumas dicas que podem ajudar na tarefa. Confira!

Entenda a importância de ensinar educação financeira a seu filho

A educação financeira é, sem dúvidas, indispensável para uma boa vida. Afinal, esse conhecimento permite se planejar no longo prazo para conquistar metas pessoais.

Além disso, desperta a consciência para o uso equilibrado do dinheiro e para a importância de poupar pensando em tempos de escassez e de fazer bons investimentos. Sendo assim, instigar habilidades do gênero nos pequenos faz com que eles conheçam desde cedo essa necessidade.

Confira 3 brincadeiras podem ajudar nesse aprendizado

Pensando nas frequentes dúvidas sobre as melhores brincadeiras para a educação financeira, elencamos 3 ideais aos pequenos. Confira!

1. Banco Imobiliário

Banco Imobiliário é um jogo de tabuleiro bastante conhecido. O objetivo do jogador nessa brincadeira é tornar-se o mais rico, seja por meio de investimentos, seja por vendas ou aluguéis.

Atualmente, há versões bem atrativas para crianças no mercado, inclusive com máquina para cartão de crédito. Por meio dele, o pequeno saberá como aproveitar os momentos de sorte e de azar na vida para aumentar e manter o patrimônio.

2. Jogo dos 4 Porquinhos

Todos sabem da importância do consumo consciente para uma vida financeira saudável. Nesse sentido, o jogo dos 4 porquinhos pode ser bastante interessante. A ideia central do jogo é decidir para onde destinar o dinheiro que foi acumulado. São 4 alternativas: "Sr. Agora", "Sr. Desejo", "Sr. Bonzinho", "Sr. Futuro". Cada uma delas representa uma possibilidade, que pode ser gasto emergencial, doação, poupança etc.

3. Goumi

Por último, o Goumi é uma boa alternativa para as crianças. Esse é um jogo online no qual o pequeno cria um personagem que realizará tarefas cotidianas e, também, atividades relacionadas ao comércio, à indústria e à agricultura. A ideia é que o jogador tome consciência da utilização de recursos de maneira racional, pensando no futuro das finanças pessoais.

Conheça os benefícios da educação financeira para as crianças

Independentemente da fase de formação, a infância é o período no qual há grande curiosidade em aprender e desvendar o mundo. Trata-se, portanto, do momento ideal para introduzir temas que serão importantes durante toda a vida. Descobrindo conceitos das finanças pessoais, o pequeno desenvolve consciência do consumo e do dinheiro, aprendendo a fazer melhores escolhas pensando em seu futuro.

A educação financeira é uma das grandes responsáveis por uma vida segura e estável economicamente. Tendo isso em vista, é importante que os pais sempre instiguem nos filhos hábitos e habilidades importantes na fase adulta. Por se tratar de um assunto mais complexo, no entanto, contar com brincadeiras que garantam uma verdadeira viagem com as crianças pelo mundo das finanças é indispensável.

Gostou das dicas? Para ficar por dentro de mais conteúdos como este, siga a Rodobens nas redes sociais! Estamos no Facebook e no Instagram.

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários