Como escolher boas peças para o caminhão? Aprenda aqui!

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Rodar centenas de quilômetros diariamente exige um enorme esforço não apenas do motorista, mas também do caminhão. Os cuidados para ampliar a vida útil do veículo passam por uma direção segura e pela escolha de combustíveis e fluídos de qualidade, além do cuidado na hora de comprar as peças do caminhão.

Para não errar ao fazer essa escolha, trazemos a seguir as melhores dicas para que você conte sempre com seu equipamento de trabalho em excelentes condições. Continue a leitura e fique de olho!

CTA_Planilha-de-controle-de-combustível-para-caminhão_final

Mantenha a manutenção em dia

Ter a manutenção sempre atualizada oferece duas vantagens. Além de prevenir quebras e contribuir com a preservação do caminhão, evitando que você fique parado no meio do caminho, isso ainda possibilita que o desgaste das peças seja verificado. Assim, é possível avaliar a necessidade de substituições antes que as peças apresentem defeitos.

Uma boa revisão deve ser feita de forma periódica, sempre por pessoal especializado. Durante o processo, a equipe deve focar em itens essenciais ao funcionamento geral do veículo e à segurança. Equipamentos de sinalização, freios e suspensão, além do óleo, não devem ser deixados de lado em nenhum caso!

Analise a rotina de uso do caminhão

Para fazer com as peças tenham maior durabilidade, é importante considerar as condições a elas são expostas durante o período de trabalho. Pense em qual tipo de estrada você costuma rodar com mais frequência, quantas horas por dia dirige e qual o peso médio da carga transportada.

Muitos desses fatores podem influenciar na vida útil dos componentes e, por isso, é fundamental estar atento a isso. Freios e pneus, por exemplo, sofrem muito com o desgaste ocasionado por estradas mal conservadas ou devido a cargas pesadas.

Faça uma pesquisa de preços

Tão importante quando contar com peças novas e de qualidade é ter certeza que elas tenham um bom custo-benefício. Por isso, confira os preços em lojas da sua confiança. Alguns estabelecimentos ainda oferecem descontos para compras em várias quantidades, então, vale sempre a pena negociar para pagar mais barato.

Contudo, desconfie de preços fora da realidade do mercado. Peças muito baratas podem ter origem duvidosa e trazer diversos problemas para quem as compra. Por fim, exija sempre a nota fiscal — e guarde-a! Ela é a sua garantia, caso haja algum defeito de fabricação.

Compre apenas peças originais

Na tentativa de gastar menos, muitos motoristas acabam optando por peças que não são originais. Entretanto, o que sai barato em um primeiro momento pode se revelar uma dor de cabeça no futuro.

As chamadas "peças paralelas" são fabricadas com materiais inferiores e não possuem a qualidade das originais, produzida pela fabricante do caminhão.

Fora as paralelas, ainda estão disponíveis no mercado as peças recondicionadas. Elas são componentes que quebraram ou apresentaram defeito, passaram pelo conserto e foram colocadas novamente à venda. Aqui, o problema está na falta de controle quanto à origem e à qualidade desses produtos.

Além dos riscos à segurança, a instalação de peças com características duvidosas pode comprometer a cobertura de seguros, que geralmente não permitem essas substituições.

De qualquer maneira, na hora de trocar as peças do caminhão, tenha cuidado e coloque sua integridade física em primeiro lugar. E, em caso de dúvida, consulte sempre o manual do veículo, que fornece informações sobre os cuidados adequados para a conservação e manutenção.

Agora que você já sabe como escolher as peças do caminhão, que tal ficar por dentro de todo o nosso conteúdo? Assine nossa newsletter gratuita e receba nossas atualizações diretamente no seu e-mail!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Potencialize seu negócio,
com caminhão, ônibus ou van Mercedes-Benz

Comentários