Um carro só anda macio e oferece segurança se todos seus componentes estiverem funcionando bem. Problemas na suspensão podem trazer sérios riscos ao motorista e passageiros. Por isso, é importante que você saiba identificá-los.

    Se você está achando que seu carro pode estar apresentando algum tipo de falha na suspensão, acompanhe este post! Ele traz orientações importantes sobre o assunto!

    O que é a suspensão de um veículo?

    A suspensão é a parte do veículo que garante estabilidade, absorvendo os impactos causados pela irregularidade do solo onde você trafega. É ela que garante que os quatro pneus vão encostar no chão e ainda ajuda a melhorar a desempenho do carro.

    Não se trata apenas de uma peça do veículo, mas de um conjunto de componentes conectados para garantir que todas essas tarefas sejam cumpridas da melhor forma possível.

    Qual a importância da suspensão?

    Ela é fundamental para que seu carro funcione bem e deslize sobre a pista, diminuindo as trepidações quando você passa por uma área muito irregular. Assim, todos no carro sentem um maior conforto durante a viagem.

    Sem ela, as irregularidades do caminho podem, pouco a pouco, danificar seu carro e causar acidentes sérios, como uma roda caída ou o pivô quebrado. Problemas nos amortecedores, por exemplo, podem aumentar o tempo de frenagem do seu carro.

    Além disso, a suspensão irregular aumenta o perigo de aquaplanagem (fazendo com que seu carro deslize em superfícies alagadas) e de fuga da pista nas curvas.

    Quais as peças que fazem parte dela?

    O tipo de suspensão varia conforme o modelo de carro e pode ser:

    • independente: em que cada roda recebe os impactos do solo de forma isolada, sem transferir para o outro par do mesmo eixo;
    • semi-independente: apenas parte do impacto é repassado;
    • dependente: todos os movimentos de uma roda são sentidos pelas demais do eixo.

    Alguns carros têm um tipo na traseira e outro na dianteira. Mas todos têm componentes em comum. Confira:

    Amortecedores e molas

    Os amortecedores funcionam ligados às molas. Falta de estabilidade e ruídos podem ser sinais de que estão desgastados. As molas são flexíveis e filtram com muita eficiência as imperfeições do caminho. A falta de manutenção desses itens diminui a vida útil de outros componentes.

    Braço oscilante

    É a peça que apoia a coluna de suspensão e o chassi, fazendo um movimento de giro repentino sempre que o carro acelera, freia, derrapa ou passa por terrenos irregulares.

    Pivô de suspensão

    O pivô de suspensão conecta várias outras partes do carro: chassi, carroceria, telescópio, manga do eixo e cubo de roda. Ele serve para ajudar a coluna de suspensão, suportando o peso e recebendo força durante a aceleração, frenagem e curvas.

    Barra estabilizadora

    Essa peça liga as colunas de suspensão uma com a outra, garantindo a estabilidade do carro em momentos de alta velocidade. Ela garante a aderência e agilidade nos movimentos rápidos. Sem ela, o controle do veículo fica extremamente difícil.

    Como identificar problemas na suspensão?

    Há vários indícios de que a suspensão do seu carro pode estar com problemas. Você deve observá-los atentamente, para saber quando precisa levar o veículo à oficina. Confira:

    • ruídos parecidos com um chocalho, que você pode notar sempre que passar por lugares esburacados ou lombadas. Barulhos na hora de frear podem indicar problemas nas pastilhas de freio;
    • vibração no volante, com sensação de tremor e dificuldades no controle, causando impressão de perda de controle;
    • vazamentos sempre indicam problemas. Manchas de óleo sob o carro no local de estacionamento podem ser causadas por falhas na suspensão;
    • desgaste prematuro e irregular dos pneus indica falhas na suspensão, por causa do nível diferente de aderência ao solo;
    • oscilação nos faróis dianteiros ou iluminação irregular também são indícios de problemas na suspensão e ainda podem sujeitar você a multas.

    É importante que você conheça seu carro para perceber qualquer alteração sutil na direção. Nesse caso, o melhor a fazer é levá-lo a um mecânico de confiança imediatamente.

    Vai pegar a estrada? É de suma importância manter em dia a manutenção preventiva. Por isso, confira agora os 7 pontos de atenção que devem ser verificados na revisão do carro!