Investimentos seguros: tudo que você precisa saber

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Para quem tem um perfil de investidor mais conservador, escolher opções seguras é o melhor caminho para ter uma boa rentabilidade sem abrir mão da tranquilidade. Seja para diminuir os riscos, seja para não se preocupar com a chance de perder dinheiro em sua aplicação, muitos investidores buscam alternativas mais seguras em vez de outras possibilidades mais ousadas e arriscadas.

Ao fazer esse tipo de escolha, você não deixa de aproveitar os benefícios do mercado financeiro e ainda consegue alternativas de investimentos alinhadas aos seus objetivos. Assim, se você pretende criar uma carteira com um grau de risco mais baixo, continue a leitura e descubra quais os melhores ativos para se investir!

O que é um investimento seguro?

Um investimento seguro, como o próprio nome sugere, é uma alternativa de aplicação que não envolve o risco de perda do valor investido ou a desvalorização do ativo comprado. Portanto, quem investe em opções seguras não tem a preocupação de perder valor ao longo do tempo ou de não receber o dinheiro de volta quando resolver encerrar a aplicação.

A compra de ações, por exemplo, não é uma forma de investir com esse tipo de segurança. O seu valor pode flutuar para cima, para baixo ou se manter estável. Assim, há possibilidade de ganhos, mas também de grandes prejuízos.

Para quem deseja aplicar sua renda, ter a certeza de que vai receber o valor de volta e ainda ganhar uma remuneração sobre o valor aplicado, vale conhecer quais os investimentos com menor grau de risco do mercado.

Quais os principais exemplos de investimentos seguros e rentáveis?

Encontrar boas opções de investimentos rentáveis e seguros pode ajudar a alcançar seus objetivos e sonhos. Existem algumas opções de renda fixa que você pode colocar na sua carteira. Além disso, o consórcio é uma ótima alternativa para construir seu patrimônio. Veja mais alternativas abaixo.

Tesouro Direto

O Tesouro Direto é um ativo financeiro de renda fixa emitido pelo Governo Federal brasileiro e pode ser uma boa forma para começar a investir seu dinheiro. Ele é até mais seguro do que a poupança e oferece um retorno maior.

Ao fazer aportes nele, você estará emprestando seus recursos ao governo, que vai utilizá-los a fim de sanar as contas que tem. Em troca, você recebe seu dinheiro de volta no prazo acordado acrescido de juros. Portanto, se deseja um investimento de baixíssimo risco, essa é uma ótima alternativa.

Letras de crédito

As letras de crédito são oferecidas por várias instituições financeiras, e as duas mais famosas são a Imobiliária e a do Agronegócio. Nesse sentido, quando você escolhe tais investimentos, está incentivando esses dois setores tão importantes para o desenvolvimento do país, pois os Bancos destinam os recursos a eles.

Elas também são de renda fixa e têm como atrativo o fato de não incorrer no Imposto de Renda. Além do mais, contam com a proteção do Fundo Garantidor de Crédito, aumentando sua segurança na hora de investir.

Consórcios

Os consórcios também são uma excelente forma de investir, principalmente para quem deseja fazer uma grande aquisição, como uma casa ou um carro. Por meio dele, o investidor faz aplicações de um valor mensal e pode ser sorteado ao longo do período de contratação para receber o bem definido em contrato.

Basta verificar se a administradora é registrada junto ao Banco Central para que você tenha a certeza de que é uma empresa responsável e que cumpre todas as determinações legais. Essa consulta pode ser realizada no próprio site do Banco Central, por meio da seção “perfil cidadão” no tópico “Consórcios e Administradoras”.

Como selecionar o melhor investimento?

A escolha do investimento ideal está ligada a várias questões que você deve considerar. É possível compreender um pouco mais sobre o que está buscando no mercado financeiro por meio de perguntas como:

  • Quanto você vai investir?
  • Qual o objetivo da compra desse ativo?
  • Por quanto tempo você quer aplicar?

Ao respondê-las, é possível filtrar quais alternativas se encaixam nas metas e quais delas devem ser descartadas das suas possibilidades. Confira, a seguir, como definir cada um desses aspectos de forma prática.

Entenda seu perfil de investidor

Existem três principais tipos de investidores: o conservador, o moderado e o arrojado. O primeiro deles é aquela pessoa com medo de se arriscar e, por isso, escolhe as alternativas mais seguras.

O investidor moderado mistura investimentos de maior com os de menor risco na carteira. Já o arrojado tem mais paixão pelo risco e, desse modo, investe em alternativas que proporcionam maior perigo e, consequentemente, mais retorno.

Vale entender qual é o seu perfil para encontrar as melhores opções de investimentos para você. Assim, é possível investir com tranquilidade e reduzir o nível de estresse.

Defina os objetivos

Ter objetivos claros ajuda na hora de encontrar as melhores opções de investimento. Por exemplo, se você quer construir seu patrimônio, comprar um carro e uma casa, fazer um consórcio é uma ótima alternativa.

Agora, se deseja garantir uma aposentadoria tranquila e desfrutar dela mais cedo, procurar uma previdência privada é uma saída inteligente. Dessa forma, compreender quais são as suas necessidades e o que quer no futuro é uma ótima maneira para escolher seus ativos financeiros.

Qual a importância de diversificar a carteira?

Fazer a diversificação da sua carteira é um ótimo meio de reduzir os riscos que você corre. Além disso, diversificá-la de maneira adequada ajuda a aumentar a rentabilidade de seus investimentos. Nesse sentido, contar com vários ativos de diferentes classes é uma boa alternativa.

Por exemplo, para garantir uma boa diversificação é possível investir em renda fixa, como as letras de crédito e Tesouro Direto, e em renda variável, como ações de empresas em que você confia e também em um consórcio para construir o seu patrimônio.

Viu como é importante escolher opções de investimentos seguros? Com esse cuidado, você consegue utilizar seu dinheiro de forma inteligente e sem ter preocupações sobre o retorno desse tipo de aplicação. Por meio do Tesouro Direto, das letras de crédito ou do consórcio você pode alcançar um ótimo desempenho sem abrir mão da segurança em cada aplicação. 

Gostou do nosso artigo? Que tal saber mais sobre o consórcio? Confira nosso artigo e descubra como saber se um consórcio é confiável!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários