IOF do cartão de crédito: você sabe como funciona?

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

O cartão de crédito é uma ferramenta financeira importante na vida do brasileiro. Afinal, é uma boa opção para adquirir bens pagando parcelado. Para se ter ideia, somente em 2020, os pagamentos com cartões movimentaram mais de R$ 2 trilhões. Mas é preciso ter atenção, pois esse modelo de pagamento pode gerar custos adicionais — como o IOF de cartão de crédito.

Por isso, produzimos este conteúdo para você entender melhor quando o Imposto sobre Operações Financeiras é cobrado, qual seu valor e como evitar pagar caro. Confira!

O que é IOF de cartão de crédito?

Essa taxa é cobrada em operações de crédito, investimentos, câmbio, seguros e valores imobiliários. Em cada tipo de transação, seus valores variam.

O imposto foi criado para equilibrar a economia e deixar mais transparente a oferta e demanda de crédito no mercado, com base na taxação de investimentos. Assim, o Governo Federal sabe o volume de operações financeiras com base no IOF que foi arrecadado em determinado período.

Quando há incidência e qual o IOF do cartão de crédito?

Nas operações com cartão de crédito, é cobrada uma taxa de 6,38% sobre o valor de compras internacionais, mesmo que o cartão seja pré-pago. Isso vale tanto para compras no exterior quanto para compras online em sites estrangeiros.

A cobrança também é feita na fatura de quem atrasa o pagamento ou cai no rotativo. Nesse caso, a taxa praticada é de 0,38% do valor devido, acrescida de uma taxa diária de 0,0082% até que tudo seja quitado.

Outros casos de incidência do IOF incluem empréstimo usando o cartão, uso de limite emergencial e saques com cartão de crédito. Em todas essas situações é preciso ter alguns cuidados com cartão de crédito, caso contrário, as taxas podem ser bastante pesadas.

Como evitar pagar altas taxas de IOF nas transações?

Agora que já ficou claro em que situações o IOF é cobrado, é mais fácil entender como evitá-lo ou, pelo menos, reduzir o custo. Veja só!

Não atrase o pagamento da fatura

Como está seu controle financeiro? Com um bom orçamento, você paga sua fatura antes do vencimento. Uma dica para não esquecer é cadastrar o débito automático.

Pague o valor total da fatura

Não caia na armadilha de pagar o valor mínimo da fatura. Além do IOF, você vai arcar com altos custos dos juros do rotativo, e essa dívida do cartão de crédito pode virar uma bola de neve.

Compre moeda estrangeira

Se você for viajar para o exterior, compre a moeda do país. Embora a taxa também recaia sobre o câmbio, o percentual é bem menor em relação ao custo do IOF do cartão de crédito — apenas 1,1% na compra.

O Imposto sobre Operações Financeiras é uma taxa relevante para a economia. Então, se você efetuar alguma das operações listadas neste conteúdo, terá que arcar com o valor. Porém, com um bom planejamento financeiro, é possível se organizar e economizar.

Gostou das nossas dicas financeiras? Então, assine nossa newsletter e receba mais conteúdos diretamente em seu e-mail!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários