Você já ouviu falar em leasing de veículos? Com ele, sua empresa pode arrendar carros e caminhões junto a uma empresa de locação por prazos que costumam variar entre 1 ano e 36 meses.

    É sabido que montar a própria frota de veículos exige investimentos altos, mas isso não significa que deve ser apenas uma estratégia de grandes empresas. Afinal, essa parte é importante para a logística empresarial — e terceirizar o serviço contratando uma transportadora, por exemplo, pode não ser a melhor opção estratégica.

    Por isso, neste post vamos mostrar por que o leasing é uma opção viável e inteligente, em especial para pequenas e médias organizações. Como em um aluguel, os pagamentos são fixos e mensais e cabe ao fornecedor cuidar da documentação e manutenção dos veículos.

    Ao final do contrato, ainda é possível acionar uma cláusula de compra dos equipamentos ou simplesmente renovar o leasing. As vantagens são consideráveis, como mostramos a seguir. Vamos lá?

    Veículos certos

    Frotas antigas são um problema: os veículos exigem manutenção recorrente, não têm a mesma performance dos equipamentos mais novos e não são tão confortáveis ou seguros quanto linhas recentes. Evidentemente, trocar os caminhões todos os anos não é exatamente barato.

    Mas, com o leasing, você tem praticamente isso: sua empresa escolhe os veículos a serem arrendados de acordo com as necessidades próprias do negócio e tem acesso a caminhões modernos que passam por manutenções programadas constantes. Ou seja, a cada ano é como se sua empresa tivesse uma frota nova em folha.

    Prevenção contra descapitalização

    Investir em veículos corporativos é, também, adquirir ativos para a empresa. O problema é que a desvalorização desse tipo de equipamento é certa, já que é impossível lucrar com a revenda de um caminhão. Além disso, a cada ano que passa os equipamentos exigem mais reparos, tornando a própria manutenção onerosa.

    No leasing de veículos, contudo, a empresa não tem nenhuma obrigação de comprar o veículo após o período de arrendamento. Dessa forma, não há riscos de ver o investimento realizado em frota própria resultar em retornos financeiros irrelevantes ou inexistentes.

    Possibilidade de monitoração

    Quando se opta por um leasing de veículos, todas as principais preocupações e gastos burocráticos ficam sob responsabilidade do fornecedor: desde a aquisição e documento até a manutenção. No entanto, isso não significa que o cliente coloca toda a gestão de veículos na mão de terceiros, o que seria um problema.

    O arrendador pode oferecer dispositivos para garantir uma boa gestão de frotas. Veículos equipados com GPS, por exemplo, permitem um melhor estudo das rotas utilizadas pela sua empresa e esses dados podem ser utilizados tanto para otimizar os caminhos quanto para dar referência a métricas importantes, como o consumo médio de combustível. Assim, a empresa permanece capaz de aplicar sua política e gestão de frotas apoiada em dados reais.

    Gastos sob controle

    Por fim, vale lembrar que as principais vantagens do leasing de veículos estão na diminuição dos gastos e melhoria do controle financeiro. Os pagamentos são fixos e mensais e essa previsibilidade é ouro para manter o orçamento sob controle, mesmo no médio e no longo prazos.

    Como o leasing ainda dá a opção de aquisição definitiva do equipamento, também pode ser considerado uma forma de ampliar o patrimônio da empresa. Uma das alternativas, inclusive, é combinar o leasing com um consórcio de veículos. Assim, quando a empresa for contemplada, pode abrir mão do arrendamento, mas não fica sem veículos enquanto isso não acontece.

    Viu como optar por um leasing de veículos pode ser uma estratégia interessante? Saiba mais sobre essa alternativa conversando com um dos nossos atendentes!