O que é Bitcoin? Entenda esta e outras criptomoedas

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Nos últimos anos, foi possível observar um grande crescimento de pessoas que falam sobre a oportunidade de investir em criptomoedas. Mas você realmente sabe o que é bitcoin e como funcionam as moedas virtuais?

Esse é um mercado que atrai pequenos e grandes investidores e, por ser algo relativamente novo, ainda despertam muitas dúvidas. E será cada vez mais comum ouvirmos falar das moedas digitais, viu?

A melhor forma de conhecer mais sobre é se informar. Por isso, entenda o que é bitcoin, como as criptomoedas funcionam e quais estão mais valorizadas.

O que são criptomoedas?

Criptomoeda é como são chamadas as moedas digitais que são descentralizadas. Ou seja, elas são criadas a partir de sistemas avançados que usam criptografia para proteger transações e utilizam uma rede blockchain. Dessa forma, os dados de quem faz a transação são preservados.

Elas são chamadas de moedas virtuais porque só existem na internet. Assim, não podemos pegá-las nas mãos. A tecnologia é uma grande aliada, e a segurança é fundamental. Inclusive, é o uso de criptografia que dificulta qualquer tipo de fraude. 

O que é bitcoin?

O bitcoin é a mais famosa entre as criptomoedas existentes, tanto que muita gente confunde e chama as criptomoedas de bitcoin. Entretanto, se trata de mais uma moeda digital que não precisa de terceiros para funcionar.

Por ser descentralizada, quando você adquire um bitcoin o dinheiro é totalmente seu. A fama do bitcoin é por essa ter sido a primeira criptomoeda do mundo, criada em 2008 a partir de uma rede descentralizada. Uma das características é que o bitcoin é limitado: somente 21 milhões de moedas podem ser emitidas. 

Quais as vantagens e desvantagens das criptomoedas?

O primeiro aspecto que devemos abordar é que as criptomoedas funcionam como o mercado de ações. Se a procura for alta, o valor sobe — mas se a demanda está baixa, o preço cai.

Outro ponto que causa flutuação nos valores são declarações como as do governo chinês, que quer banir os ativos do país ou as do proprietário da Tesla, empresa de carros elétricos — que é um dos maiores incentivadores das criptomoedas.

Além disso, uma característica que gera desconfianças é o fato de as moedas digitais serem descentralizadas — o que não exige regulação de bancos, corporações ou governos. Nesse sentido, muitas pessoas sentem uma desconfiança maior e medo de investir no mercado das criptomoedas.

Por isso não é recomendado investir todo o dinheiro que você tem guardado nelas.

Mesmo com esses aspectos que não parecem tão confiáveis, o bitcoin tem boas vantagens. A moeda digital é um investimento interessante para quem quer criar um patrimônio diversificado sem ficar dependendo de bancos, corretoras e ações. 

Confira outros benefícios de investir nessa moeda digital:

  • as taxas são menores;
  • há mais liberdade de pagamento;
  • a privacidade nas transações é maior.

Quais criptomoedas estão em alta?

Por mais que o bitcoin seja a mais conhecida entre as moedas virtuais, saiba que também existem outras opções.

Atualmente, já estão disponíveis mais de 12 mil moedas digitais. Algumas delas têm potencial maior e estão com crescimento alto. As que se mostram mais promissoras são:

  • Ethereum;
  • Binance;
  • Tether;
  • DOT;
  • Ada;
  • SOL;
  • Avax.

Conhecer o que é bitcoin e como esse mercado funciona é o primeiro passo para começar a diversificar os investimentos. E agora que você sabe mais sobre as moedas digitais e como funcionam, o que acha de começar a investir nesse mercado? 

Se quiser receber mais conteúdos para continuar aprendendo sobre o assunto, assine nossa newsletter e receba mais materiais direto no seu e-mail!

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários