O que é gestão de risco nas empresas?

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Você sabe o que é gestão de risco? O planejamento é uma tarefa essencial para o sucesso de um negócio. Contudo, nem tudo pode ser controlado pelo gestor. Diariamente as empresas são expostas aos mais diversos tipos de situações.

Essa vulnerabilidade pode ser suprida com um conjunto de práticas que afastam esses perigos das organizações ou, ainda, fornecer assistência para que ela possa superar momentos difíceis. Esse processo recebe o nome de gestão de riscos.

Neste artigo, mostraremos a importância desse conceito, bem como algumas dicas para colocá-lo em prática. Continue lendo!

Como a gestão de risco empresarial é necessária?

A gestão de risco nas empresas tem o foco de proteger as finanças, bem como a própria atividade executada. Diariamente, muitos negócios são expostos aos mais tipos de perigos. Por exemplo, as invasões em sistemas, vazamentos de dados, roubos e furtos são riscos que circulam uma empresa diariamente.

Além disso, você precisa analisar os fatores naturais, que não são previsíveis. Alguns exemplos são as tempestades com raios, chuvas, deslizamentos e outros problemas que, de alguma forma, podem afetar seu negócio.

Nesse sentido, o foco da gestão de risco é avaliar todos esses elementos e promover formas de proporcionar segurança para a empresa. Tanto no sentido de prevenir que eles aconteçam, bem como no fornecimento do suporte à organização caso eles venham a acontecer.

Como fazer a gestão de risco?

Agora, mostraremos algumas dicas práticas e simples para fazer a gestão de risco empresarial em seu negócio. Nesse caso, você pode adotar as seguintes estratégias:

  • conheça os riscos que circulam seu negócio, sejam eles relacionados a acontecimentos naturais ou cometimento de crimes;
  • tenha um plano de ação detalhado sobre como agir em cada um dos casos;
  • conte com um seguro para proteger o seu patrimônio;
  • entenda a real necessidade de contratar um empréstimo ou um consórcio para a empresa. Ao fazer isso de forma equivocada, você coloca as suas finanças em risco;
  • tenha sempre atenção a novas fraudes ou crimes que podem afetar o seu negócio;
  • atualize a sua gestão de risco regularmente.

Um dos pontos de maior importância desse processo é conhecer bem o seu negócio. Dessa forma, você entenderá suas necessidades, pontos de vulnerabilidade, bem como os departamentos que precisam de mais atenção da gestão de riscos.

Além disso, é importante ter em mente que esse processo não pode ficar estagnado. O gerenciamento dos riscos é algo que precisa ser atualizado frequentemente. Afinal, de acordo com as evoluções tecnológicas e da própria sociedade novas necessidades surgem. Consequentemente, a empresa pode ser exposta a outros tipos de riscos.

Como você viu, é fácil compreender que a gestão de risco é algo fundamental, e isso independentemente de o assunto ser a vida pessoal ou a saúde financeira da sua empresa. Dessa forma, não negligencie esse trabalho e comece agora mesmo a traçar um plano de gerenciamento dos riscos que rondam você e seu negócio.

Se você gostou deste artigo, assine a nossa newsletter. Ao fazer isso, notificaremos você sempre que uma nova postagem for feita em nosso site. 

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários