137918-saiba-como-montar-um-bom-orcamento-para-festas-em-x-passos.jpg

Saiba como montar um bom orçamento para festas em 5 passos

Novembro 2017

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

A melhor maneira de transformar qualquer ocasião em um momento inesquecível é com uma festa, não é mesmo? Seja de casamentoaniversário ou formatura, nessa hora é preciso estar atento a todos os detalhes para que o evento saia como o esperado. E um dos cuidados mais importantes para que a comemoração não se transforme em uma grande dor de cabeça é o controle dos custos.

Está pensando em dar uma festa nos próximos meses? Continue lendo este post e aprenda a elaborar um orçamento para festas em 5 passos pra lá de simples!

CTA_Guia-completo-para-a-realização-de-uma-festa-de-casamento_final

1. Comece a se planejar o quanto antes

Reunir os amigos mais próximos para fazer um churrasco em uma tarde de domingo: essa comemoração pode ser mais simples, muitas vezes decidida no mesmo dia. No entanto, quando o assunto é uma festa para uma ocasião importante, é fundamental se planejar com uma certa antecedência.

Esse planejamento deve levar em conta fatores como tipo de festa, número de convidados, duração, local, contratação de serviços terceirizados, locação de equipamentos e assim por diante. Com mais tempo até o grande dia, você tem mais oportunidades de negociar e conseguir melhores valores para já começar economizando.

2. Organize os custos em uma planilha

Poucas ferramentas são tão práticas e funcionais na hora de fazer um planejamento financeiro como a boa e velha planilha. Com esse recurso, você pode contabilizar de maneira automática os gastos e as receitas do evento. O segredo está em sempre manter a planilha atualizada.

A grande dica aqui é desenvolver esse controle da maneira mais detalhada possível, discriminando cada um dos gastos feitos. Dessa maneira, você pode identificar quais custos estão pesando mais no orçamento da sua festa e, claro, buscar soluções específicas para essas questões, desde que sem comprometer os demais detalhes do evento.

3. Tenha uma reserva para emergências

Lembre-se de que nem o mais cuidadoso dos organizadores de eventos está livre de enfrentar algum imprevisto. É por isso que um orçamento para festas deve considerar também uma reserva financeira para situações inesperadas.

Sabia que existem até seguradoras que oferecem seguro para festas, cobrindo diversas situações que poderiam resultar em grandes transtornos para organizadores e convidados? Dependendo do porte do evento, essa pode ser uma boa opção para quem quer se resguardar de qualquer problema.

4. Leve em conta também o pós-festa

Os planejamentos mais completos incluem até os custos relativos ao pós-festa, como limpeza, eventuais reparos nas instalações e reposição de quebras. Se é você quem está tomando conta de todos os detalhes do preparo, não esqueça: essas obrigações também devem entrar no pacote, sendo levadas em consideração desde a elaboração do orçamento.

Abordando agora um outro tipo de período pós-festa, procure sempre fazer os pagamentos à vista na hora de comprar materiais ou contratar qualquer serviço para sua festa. Dessa forma, você evita se comprometer com esses custos por muitos meses após o fim da noite especial.

5. Faça um consórcio de serviços

Não é muita gente que sabe, mas é possível contar com todas as vantagens do consórcio na hora de planejar uma festa, viu? E como o consórcio de serviços oferece planos com diferentes prazos e valores, você certamente encontrará o negócio ideal para planejar seu evento sem surpresas desagradáveis para o bolso!

Por fim, precisamos ressaltar: um bom orçamento para festas começa com uma vida financeira organizada dentro de casa. Que tal então conferir nosso post sobre planejamento financeiro familiar para aprender a fazê-lo de forma eficiente?

 

Comentários