283584-saiba-como-funciona-a-parcela-reduzida-de-consorcio

Saiba como funciona a parcela reduzida de consórcio

Abril 2019

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Muitos de nós temos sonhos como a compra de um carro novo ou a aquisição do primeiro imóvel, não é mesmo? E uma boa saída que várias pessoas encontram para transformar esses desejos em realidade está nos consórcios. Essa já é uma tradicional forma de aquisição de bens de valores mais elevados entre os brasileiros, oferecendo baixos riscos e possibilidades reais de compra.

Contudo, é comum surgirem dificuldades no contrato do consórcio, principalmente com relação ao valor das parcelas, que pode ultrapassar o orçamento disponível no momento. Se esse é o seu problema, confira neste post como funciona a parcela reduzida de consórcio.

O que é parcela reduzida de consórcio?

Os consórcios preveem o pagamento de parcelas mensais ao longo de determinado período. Essas prestações vão favorecer o acúmulo dos valores, para que todos os integrantes do grupo consigam ter acesso à carta de crédito destinada à compra do bem.

Em consórcios normais, o valor da parcela não sofre alterações significativas, salvo em eventuais correçõesnecessárias para a manutenção do poder de compra da carta de crédito.

Já em consórcios que oferecem a possibilidade do pagamento de parcelas reduzidas, o consorciado tem a opção de quitar valores menores até o momento em que for contemplado ou qualquer outro instante do consórcio, desde que isso seja previamente estabelecido. Quando esse ponto chegar, o valor ainda a ser pago é somado às parcelas restantes.

Quais são as diferenças entre consórcio integral e reduzido?

Na prática, a única diferença entre consórcios com planos normais e aqueles com a parcela reduzida é o valor desembolsado mensalmente. Na hora da contemplação por sorteio nas assembleias, todos os consorciados em condições de participar do sorteio têm a mesma chance, independentemente do quanto pagam por mês.

Quais são as vantagens da redução nas parcelas?

Mas você deve estar se perguntando: quais são os benefícios garantidos a quem paga parcelas baixas no consórcio, por pelo menos um período? O primeiro deles é que os valores menores permitem que o interessado em fazer parte do consórcio organize seu orçamento sem precisar abrir mão do seu desejo — seja um imóvel, um veículo ou a contratação de um serviço.

Além disso, a parcela reduzida torna os consórcios opções ainda mais flexíveis. Isso porque oferece a chance da aquisição do bem tanto para quem está reorganizando o orçamento, quanto para quem quer investir na formação do seu patrimônio sem gastar tanto por mês.

De qualquer forma, na hora de contratar um consórcio, ainda que com a parcela reduzida, faça as contas e veja quanto da sua renda pode ser comprometida com os pagamentos. Se for o caso, veja onde é possível economizar para liberar uma fatia maior do orçamento.

Além disso, compare entre diversas empresas até encontrar aquela que ofereça as melhores condições, de acordo com a sua necessidade. A maioria das operadoras faz simulações sem compromisso, o que ajuda muito na hora da decisão. Itens como o bem a ser adquirido, o valor da carta de crédito e o prazo de pagamento interferem no plano, portanto, faça uma boa pesquisa para encontrar a parcela reduzida de consórcio que cabe no seu bolso.

Quer ter acesso às melhores condições para adquirir seu bem por meio de um consórcio? Entre em contato com a Rodobens agora mesmo!

Comentários