Veja como estruturar um eficiente planejamento financeiro para autônomos

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Trabalhar por conta própria não significa que você deve ter sua economia desorganizada. Ainda que, ao trabalhar na estrada, você não tenha uma renda fixa mensal, é preciso manter o foco no sucesso do negócio. Nesse caso, é recomendado fazer um planejamento financeiro para autônomos.

O segredo é fazer um acompanhamento constante do seu dinheiro, controlando o rendimento e planejando os gastos. Essa é uma tarefa essencial e que não para nunca. Portanto, se você quer se manter da melhor forma, mantenha o foco.

Pensando nisso, reunimos as melhores dicas de planejamento financeiro para autônomos. Continue acompanhando e aproveite o conteúdo!

Estude a sua situação financeira

Não saber a quantia recebida com a conclusão de um trabalho, como uma entrega, leva muitos profissionais a gastarem além do que é tolerável, resultando em dívidas e em inadimplências. Para solucionar o problema, subtraia todos os gastos fixos e variáveis do valor obtido. O resultado dessa conta é o lucro líquido do negócio.

Com esse dinheiro, é necessário direcionar uma parcela para montar uma reserva financeira a fim de lidar com momentos de instabilidade econômica e custear emergências. Além disso, você pode separar outra parte para se especializar e melhorar seus serviços.

Separe as finanças pessoais das do negócio

Os ganhos e os custos com o empreendimento precisam ser mantidos à parte. Somente assim é possível saber o que entra e o que sai do caixa, gerenciando os valores de maneira inteligente.

Portanto, crie duas contas para separar as finanças pessoais das do negócio: uma como pessoa física e outra como pessoa jurídica. Não utilize dinheiro da atuação profissional para gastar com demandas pessoais — e vice-versa. Dessa forma, você mantém tudo sob controle.

Encontre investimentos alternativos

Na condição de autônomo, é importante investir da melhor forma possível. Saber aplicar a quantia faturada permite que o negócio cresça e seja fortalecido com o tempo — desde que tudo seja feito da forma correta.

Nesse caso, escolha investimentos financeiros com boa liquidez e/ou de renda fixa, o que permite acesso imediato em caso de necessidade. Também é necessário pensar na aquisição de novos maquinários ou veículos, caso você seja transportador de cargas.

Dependendo da situação, pode ser interessante participar de um consórcio. Esse recurso pode ser útil para fazer investimentos imperdíveis e com enorme potencial de crescimento. Vale a pena pesquisar sobre ele para conseguir os resultados esperados em médio prazo.

Utilize a tecnologia a seu favor

Usufruir da tecnologia é a melhor maneira de fazer um planejamento financeiro alinhado à sua realidade. Existem muitas soluções digitais, como planilhas eletrônicas e aplicativos financeiros, que podem ser instaladas no celular.

Elas organizam tudo e são muito úteis na rotina do profissional autônomo. Com o programa adequado, fica mais simples de atualizar ganhos e pagamentos. Além disso, você pode usar esse tipo de ferramenta para dividir as finanças em categorias.

Sem contar a possibilidade de gerar relatórios e gráficos detalhados, que indicam os maiores custos mensais. Dessa forma, você pode pensar melhores planos para economizar.

E então, o que achou das nossas dicas de planejamento financeiro para autônomos? Para obter sucesso nessa missão, basta colocá-las em prática agora mesmo. Assim, suas metas pessoais serão batidas com maior facilidade. Teste e comprove!

Se você gostou deste conteúdo e deseja acompanhar nossas novidades, aproveite para assinar a newsletter da Rodobens.

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários