134644-saiba-como-criar-uma-politica-de-frotas-inteligente.jpg

Saiba como criar uma política de frotas inteligente

Dezembro 2017

2 minutos de leitura

Compartilhe
Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

Seja de caminhões, caminhonetes ou outros veículos, a frota de uma empresa é um ponto que merece bastante atenção quando o assunto é logística. Afinal, a compra de veículos exige grandes investimentos, assim como sua manutenção e seu abastecimento no dia a dia. É essencial, assim, pensar em uma política de frotas que reduza custos e aumente a produtividade do setor. Quer saber como? Então continue lendo!

Conheça sua frota

O primeiro passo para montar uma boa política de frotas é conhecer sua composição de forma mais aprofundada. Para isso, crie um banco de dados com os modelos dos veículos, seus respectivos anos de fabricação, as datas de aquisição e até o histórico de revisões e consertos.

Dessa maneira, você conseguirá identificar quando chegar a melhor hora de investir em novos veículos — seja porque os atuais estão apresentando problemas excessivos ou simplesmente por não corresponderem mais aos requisitos de segurança, conforto e autonomia estabelecidos pela empresa.

Estabeleça uma política clara

A política de frotas deve ser um verdadeiro manual sobre quem pode usar os veículos e quais práticas de direção e manutenção precisam ser respeitadas. O importante aqui é que as diretrizes sejam claras para não abrirem a possibilidade de interpretações ambíguas e equivocadas.

É essencial que a política inclua orientações sobre quanto deve ser o consumo máximo de combustível por quilômetro quadrado, por exemplo, bem como de que forma devem ser usados os equipamentos do veículo (como guindastes ou reboques), os casos em que desvios de rota são tolerados e até dicas de direção defensiva.

Envolva os motoristas

O maior foco da política de frotas deve estar nos motoristas, o que significa que eles devem fazer parte do seu desenvolvimento. Também é importante que sejam feitos treinamentos para esclarecer todos os pontos das diretrizes corporativas, resolvendo qualquer dúvida. Igualmente importante é que a empresa se mantenha aberta para receber feedbacks em prol da melhoria constante da própria política.

Lembre-se também de envolver outros profissionais relacionados à frota, como mecânicos da própria empresa e até aqueles que têm algum tipo de ligação indireta, como a equipe de compras e vendas. Afinal de contas, como o sucesso de todos eles também depende da excelência da frota, precisam entender direitinho o funcionamento da logística para dar conta das demandas internas da melhor maneira possível.

Use a tecnologia a seu favor

Uma frota inteligente é uma frota conectada. A boa notícia é que hoje em dia já existem várias soluções tecnológicas voltadas para a gestão de automóveis corporativos, que vão desde localizadores e radares até softwares que calculam as melhores rotas ou monitoram o consumo médio de combustível de cada veículo e condutor.

Essas informações possibilitam um controle baseado em métricas e índices de performance que, ao serem analisados, apontam para problemas, viabilizando uma tomada de decisões mais ágil e estratégica.

Atualize a política de frotas

Para uma política de frotas ser realmente eficiente, é preciso atualizá-la constantemente. Com os feedbacks dos condutores e o devido aproveitamento dos dados coletados pelos sistemas de gestão, a empresa tem a oportunidade de aprimorar suas diretrizes de forma sólida.

Também é importante que a política de frotas acompanhe eventuais mudanças externas, como alterações na legislação de trânsito ou a introdução de novas tecnologias nos veículos. Nesse sentido, ainda é preciso dar visibilidade a essas mudanças, o que pode ser feito por meio de treinamentos.

Agora que você já sabe como ter uma política de frotas eficiente, não pode deixar de considerar algumas ações essenciais para preservar o patrimônio da empresa! Então aproveite para conferir 6 vantagens de contratar um seguro para sua frota!

 

Comentários