Como poupar dinheiro em 2021? Confira agora mesmo

Compartilhe pelo Facebook Compartilhe pelo WhatsApp

2020 foi um ano muito desafiador para a economia do mundo todo em função dos desdobramentos gerados pelo pandemia de coronavírus. Nesse cenário, o dilema que passa pela cabeça de muita gente é: será que eu vou conseguir poupar dinheiro em 2021?

Esse questionamento é comum, pois muitas pessoas querem economizar, mas, ao longo do ano, percebem que, mais uma vez, a meta não foi cumprida. É um gasto aqui, uma dívida lá, os meses passam, dezembro chega, e as finanças continuam na mesma.

Além disso, devido à instabilidade financeira atual, é importante criar uma reserva emergencial para lidar com momentos de crise, se surgirem. Afinal de contas, o ano está apenas começando.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo. Nele, você vai conhecer as melhores formas de poupar dinheiro para conquistar a tão desejada tranquilidade financeira. Acompanhe!

Quais as melhores dicas para poupar dinheiro em 2021?

As dicas a seguir são baseadas no cotidiano da população em geral. Confira algumas recomendações para incorporar no seu dia a dia.

Defina um orçamento mensal para gastar com responsabilidade

A primeira dica é definir uma parte do seu orçamento para lidar com gastos mensais. Aqui, não estamos falando das despesas comuns, como as contas da casa (água, luz, gás, telefone e internet).

A sugestão é economizar com coisas supérfluas: alimentação (restaurantes e fast-foods), lazer (estabelecimentos pagos e cinemas) e vestimentas (roupas e calçados em excesso). Gastar com isso garante conforto e bem-estar, mas é preciso ter o pé no chão para não extrapolar.

Nesse caso, o consumo consciente ajuda você a poupar, contribuindo com o meio ambiente, a população e o seu bolso. Para colocá-lo em prática, basta comprar algo quando for de fato necessário, especialmente no caso de eletrônicos, como celulares e computadores. Só troque quando estiverem quebrados ou com funcionamento comprometido.

Analise contas e planos

É perfeitamente possível economizar com as contas e planos mensais. Para isso, é só analisar serviços como plano de celular, TV a cabo e internet. Você de fato usa tudo do pacote ou pode reduzi-lo para conseguir uma fatura mais econômica?

Não se esqueça também de incluir o consumo de água e luz. Existem alternativas de economia interessantes para o uso desses recursos, como reaproveitar a água da máquina de lavar para lavar áreas comuns da casa e favorecer a entrada do sol nos cômodos para evitar o uso constante das lâmpadas. Use e abuse da criatividade para diminuir os consumos.

Quite as dívidas o mais rápido possível

Os endividamentos são vilões que precisam ser abatidos quanto antes, pois geram juros todo mês. Às vezes, não é possível livrar-se dessa situação logo de cara, mas é preciso ter consciência sobre esse compromisso e priorizá-lo.

Uma sugestão é renegociar valores entrando em contato com os credores. Dependendo do tipo de abordagem e da condição oferecida por você, é possível conseguir bons descontos. Não custa nada tentar, concorda?

Diminua as compras parceladas

O método parcelado facilita muito as compras, já que existe a modalidade sem juros, que, necessariamente, não traz prejuízos. Porém, é possível economizar comprando à vista por causa dos descontos oferecidos.

O problema maior está em parcelar com frequência, o que pode virar uma bola de neve incontrolável ao longo do ano. Além disso, caso você perca seu emprego ou fonte de renda em algum período, poderá pagar as faturas dos meses seguintes? Portanto, evite parcelamentos. Separe um valor para pagar tudo de uma vez.

Leve comida para o trabalho

Você costuma tomar café, lanchar e almoçar no caminho para o trabalho? Ao colocar esses gastos na ponta do lápis, perceberá o quanto poderia ser poupado. A solução é levar refeições prontas de casa.

Com o valor de um gasto diário, é possível comprar todos os ingredientes para uma semana de marmitas, principalmente se aproveitar promoções semanais (dia da feira, dia da carne etc.). A ideia é preparar as porções no final de semana ou início do mês, basta congelar tudo.

Use o cartão de crédito com cuidado

O cartão de crédito é um mecanismo de compra muito prático e eficiente, mas que precisa ser usado com cuidado. Algumas pessoas esquecem das tarifas cobradas, porém, os juros gerados pelo parcelamento das faturas são gigantescos. E isso piora quando você paga o mínimo.

Para evitar esse tipo de endividamento, basta compreender que os cartões são formas de pagamento, e não um tipo de empréstimo. Logo, os gastos não devem ultrapassar sua renda mensal. Não se engane com os limites dados pela operadora: considere somente o seu orçamento e evite surpresas desagradáveis.

Crie uma reserva de emergência

Vale a pena reforçar que a reserva emergencial deve ser priorizada na hora de poupar dinheiro. Isso porque ninguém está imune a imprevistos, e ter esse apoio facilita sua vida. Nesse caso, junte um valor equivalente às suas despesas durante 3 meses, no mínimo. Quanto mais alta for essa quantia, mais fácil será lidar com as dificuldades que podem surgir.

Como realizar um bom planejamento financeiro?

Para colocar as recomendações acima em prática com eficiência, elabore uma planilha de gastos pessoais. Nela, marque todos os seus rendimentos e gastos do mês, até mesmo os que parecem insignificantes.

Essa ferramenta mostra tudo que você gasta, e quanto. Dessa forma, você pode fazer melhorias no seu planejamento financeiro, sabendo o que é possível economizar ou evitar.

Existem várias planilhas de finanças pessoais no formato de aplicativos. Basta pesquisar na App Store ou Play Store para encontrar a solução ideal para a sua demanda. O melhor de tudo é que a maioria é gratuita.

De que maneira o consórcio pode ajudar a poupar dinheiro?

A maneira como lidamos com o dinheiro é influenciada por fatores pessoais e familiares, já que é na casa que lidamos com as demandas de gastos mensais. Nesse sentido, participar de um consórcio pode ser uma boa solução a quem deseja se organizar financeiramente para comprar algo de valor elevado, como carro ou imóvel, fazer viagens, ou contratar serviços diversos.

Ao fazer parte de um grupo de consórcio, todo mês você paga uma parcela e vai juntando uma quantia considerável para adquirir o que deseja, podendo ser sorteado ou contemplado com antecedência por meio de lances. Com a carta de crédito em mãos, você consegue uma boa economia ao negociar a compra à vista do seu bem.

Essa é uma boa estratégia para poupar dinheiro, pois costumamos lidar com boletos e não separar o dinheiro de forma espontânea. Além disso, é um investimento em longo prazo que não pode ser sacado a qualquer momento, o que evita a tentação de sacar algum valor para comprar algo que está fora da sua meta.

Economizar envolve hábitos que precisam ser desenvolvidos para obter sucesso. As dicas mencionadas acima ajudam muito se forem praticadas quanto antes, afinal 2021 já começou. Por fim, vale reforçar que poupar dinheiro com consórcio pode ser o que falta para você melhorar sua economia pessoal.

Nesse caso, a Rodobens ajuda você a ter o que deseja. Entre em contato conosco para tirar dúvidas e conhecer as melhores soluções para o seu caso.

Quer receber mais conteúdos como esses por email?

Cadastre-se para receber nossos conteúdos por email e tenha informações em primeira mão:

Use seu imóvel para tirar seus planos da gaveta

Comentários