Diariamente, tanto nós quanto quem amamos e nossos bens estão sujeitos a diversos riscos. E, por mais cuidados que tomemos, muitas vezes, os problemas são inevitáveis. Por isso, para estarem precavidas no momento em que algo ruim acontecer, várias pessoas recorrem a diferentes tipos de seguros.

    Ainda que algumas considerem um desperdício investir dinheiro nisso, os seguros se mostram formas eficientes de se resguardar de imprevistos. Porém, é normal não entender direito como eles funcionam ou quais são as diferenças entre as modalidades oferecidas pelo mercado. Por isso, fizemos este texto para solucionar suas principais dúvidas. Confira!

    Como funcionam os seguros?

    De forma bastante resumida, um seguro é um contrato feito entre uma pessoa física ou jurídica e uma seguradora. Quem contrata o seguro paga um valor (o chamado "prêmio") para a seguradora que, a partir de então, assume o risco sobre eventuais danos naquilo que é o objeto da apólice, documento que formaliza o acordo.

    O risco assumido pela seguradora e o quanto ela pagará ao segurado em caso de sinistro — termo que designa os tipos de imprevistos cobertos pela apólice — são calculados a partir de diversas variáveis.

    Por que é importante ter um seguro?

    Imagine que você comprou um caro de R$ 50 mil e saia contente com ele pelas ruas. Se um acidente ou roubo ocorrer, sem a proteção do seguro de automóvel, seu investimento naquele bem pode ser perdido em pouco tempo.

    Por outro lado, caso tenha feito a contratação de um seguro que tenha custado, por exemplo, R$ 2 mil reais, muitos dos riscos serão cobertos pela apólice. Ou seja, por um preço relativamente baixo se comparado ao valor do carro, você diminuirá as chances de um grande prejuízo.

    Quais os principais tipos de seguro?

    Seria impossível listar neste texto todos os tipos de seguros disponíveis no mercado. Dessa forma, relacionamos abaixo os mais comuns. Mas a variedade é grande e, certamente, procurando, você encontrará o que atende à sua necessidade.

    Residencial

    seguro residencial busca proteger o imóvel de imprevistos como incêndios e desastres naturais. Esses são os sinistros mais comuns, porém, é possível incluir coberturas adicionais das mais diversas, que vão segurar contra danos elétricos e furtos, por exemplo. Além disso, alguns oferecem assistência 24 horas para reparos domésticos.

    Como a casa própria é geralmente o principal patrimônio de uma pessoa, a contratação de um seguro é sempre interessante. Em outros casos, quem faz um financiamento bancário é obrigado pelo banco a adquirir um seguro, assim como os prédios e condomínios, que precisam fazer isso para seguir a legislação.

    De vida

    O seguro de vida paga uma indenização aos familiares diretos do segurado em caso de morte por causas naturais ou acidentes. Dependendo das coberturas do seguro de vida, o pagamento pode ser estendido para situações de invalidez permanente ou temporária e doenças graves.

    Ou seja, um seguro desse tipo protege a família da ausência ou da incapacidade física do seu provedor, resguardando-a financeiramente.

    Automotivo

    O seguro auto é o mais popular entre os brasileiros, já que o risco de se envolver em um acidente ou ter o veículo roubado é bem grande, principalmente nas grandes cidades.

    A maioria das apólices cobre incidentes mais básicos, como danos materiais e roubos. Indo além, pode-se contar com proteção para terceiros, para não ter que arcar com o reparo do carro de outros motoristas, caso você se envolva em acidentes.

    No Brasil, sempre que um carro é licenciado e, em toda renovação, o motorista precisa pagar o DPVAT (Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre), um seguro obrigatório. Apesar disso, a proteção dele fica aquém do esperado, já que se foco é a assistência às pessoas envolvidas nos acidentes, em caso de morte, invalidez ou pagamento de despesas médicas.

    Empresarial

    Menos conhecido, o seguro empresarial fornece cobertura para negócios e empreendimentos comerciais. Por exemplo, caso você tenha uma indústria e um incêndio a destrua, o seguro vai ressarci-lo. Outras coberturas também são possíveis. Tudo depende do que estiver acordado na apólice.

    Seguro viagem

    Por fim, temos o seguro de viagem. Ele é recomendado para quem vai ao exterior. Além da cobertura por morte e invalidez, esse seguro evita que seja necessário pagar caro em atendimentos médicos no país destino, caso algo aconteça. Coberturas adicionais incluem ajuda em situações como perda de documentos e extravio de bagagem.

    Como escolher a cobertura correta para seu tipo de seguro?

    Saber qual a cobertura escolher na hora de contratar um seguro é bem complicado. Mas algumas dicas podem ajudar. Pense primeiramente no valor do seu bem. Carros mais antigos talvez façam com que, logo de cara, o seguro não seja vantajoso, por exemplo.

    Em um segundo momento, avalie a quais riscos seu bem está sujeito na região onde você mora ou circula. A incidência de violência é alta? Sua casa está em uma área onde intempéries climáticas são comuns? No caso do seguro de vida, considere ainda se sua família possui uma reserva financeira.

    A franquia de seguro é mais um ponto a ser observado. A franquia é o valor cobrado do segurado para que ele possa utilizar o serviço em caso de sinistros. Fique atento: ela não pode ter preço muito alto, a ponto de inviabilizar o uso do seguro quando necessário, o que é muito comum em seguros mais baratos.

    Como escolher uma boa seguradora?

    Verificar a idoneidade da corretora de seguros também é importante. Para fazer isso, primeiro certifique-se de que ela está credencia junto à SUSEP (Superintendência de Seguros Privados). A consulta pode ser feita diretamente no site

    Depois, cheque a reputação da empresa, procurando sinais de como ela se relaciona com o cliente — de preferência, para empresas mais antigas e consolidadas no mercado, uma mostra de que os serviços prestados são eficientes e cumprem o prometido.

    Uma boa corretora conta com profissionais capacitados, que indicarão os melhores tipos de seguros, que vão suprir suas necessidades sem lhe deixar em apuros na hora em que for preciso acioná-lo.

    Agora que você sabe mais sobre seguros, que tal garantir tranquilidade para a sua vida e contratar um? Entre em contato com a Rodobens! Certamente, você terá as melhores soluções à disposição!